Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Teerão: A Metrópole da Pérsia...

por Robinson Kanes, em 06.11.19

Teerão_grand_bazaar-2.jpgImagens: Robinson Kanes

 

 

Há que distinguir entre conhecer e experimentar. Verdade conhecida não é o mesmo que verdade experimentada. Devia haver duas palavras distintas.

Aldous Huxley, in "Sem Olhos em Gaza"

 

 

Teerão não é a cidade mais bonita do mundo, mas existe algo que a torna especial: as suas ruas sempre numa azáfama, a poluição e a aridez que não abonam a seu favor mas... mas as suas gentes são outra coisa. A ausência de qualquer conduta na condução é algo que nos obriga a esquecer que existe um código da estrada, atravessar passadeiras é outro dilema, sobretudo quando aprendemos a atravessar e a arriscar, "eles vão parar, quando nos virem no meio da estrada param". Muitas vezes não procuram parar e até nos fintam seja de mota ou de carro mas sentimos que é aí que "perigosamente" já estamos com o chip da cidade. Torna-se ainda pior quando damos connosco a resmungar duas ou três palavras em farsi - é preciso dar resposta às buzinadelas e às criticas que chegam de todos os lados nestas situações.

Teerão.jpg

Queremos conhecer mais do Irão e embora (injustamente na maioria dos casos) muita da história deste país e desta civilização se encontre em museus espalhados sobretudo pela Europa, é importante visitar o Museu Nacional. É atroz a forma como muitas das mais importantes relíquias de um povo se encontram em museus de outros países!

museu_nacional_teerao-2.jpg

Por esse motivo este espaço museológico não é tão rico! No entanto, divididas entre duas áreas (O Museu do Antigo Irão e o Museu Islâmico) - a desculpa, dada a ocidente, de que o museu é pobre esconde uma vergonha em não assumir que não é propriamente por causa da divisão dos artefactos ou até a ausência de explicações mas sim pelo simples facto das principais peças estarem noutros lugares fora do país. Após a visita fica-nos não uma vontade de procurar as peças no exterior mas de conhecer Persepólis, um verdadeiro tesouro da Humanidade.

museu_nacional_teerao.jpg

Mas Teerão tem também o Palácio Golestan, uma jóia (extravagância?) dos Qajars. Deslumbramo-nos com o exterior do palácio, com a sala dos espelhos, com os azulejos e com toda a envolvência e simpatia daqueles que lá trabalham. A mim, perguntam-me se sou iraniano, algo que estranho - ao fim de alguns dias  deixarei de estranhar e até aproveito as deixas. 

palacio_golestan.jpg

Este palácio, Património Mundial da Unesco, é uma jóia e onde as culturas ocidentais e persas se fundem numa forma única e se complementam num espectáculo de beleza singular - O "Khalvat-e Karim Khani", os tapetes, o "Emarat Badgir" e os azulejos são o nosso fascínio.

palacio_golestan-2.jpg

E com tudo isto finda-se uma manhã bem no centro da cidade, entre quartéis, edifícios governamentais e claro, uma visita aos tesouros nacionais - não somos propriamente entusiastas, mas as pedras e metais preciosos que o Banco Nacional alberga são de deixar qualquer um de boca aberta. É hora de almoçar e no Irão, seja na rua, sentados num jardim ou efectivamente num restaurante, a oferta não falta e os pistácios crús não alimentam por aí além.

Teerão_grand_bazaar.jpg

Passamos ainda uma vez (e passaremos tantas mais) pelo Grand Bazaar e como esperávamos, esquecemo-nos de almoçar! Por incrível que pareça apenas compramos alguns frutos secos mas deliciamo-nos com as gentes, mais uma vez. Dizer que estes espaços são como na Turquia, é estar completamente fora do contexto. Queremos ver as gentes, apaixonam-nos os rostos, alguns tristes mas com uma vontade enorme de esboçar um sorriso - é algo que encontramos com abundância. Deambulamos, conhecemos, conversamos e vemos gente bonita e isso em Teerão não é nada difícil.

Teerão_grand_bazar.jpg

Vamos almoçar, agora sim... 

 

- Amanhecer em Teerão

Autoria e outros dados (tags, etc)


32 comentários

Imagem de perfil

MJP a 06.11.2019

Olá, R.! :-)

Muito Obrigada por continuares a partilhar esta vossa Maravilhosa "aventura"... adorei! :-)

Beijo
Imagem de perfil

Robinson Kanes a 06.11.2019

Hi MJ,

Obrigado eu por acompanhares. Quando pensamos que Teerão já é qualquer coisa, mal sabemos que estamos no início de algo muito melhor.

Um beijo,
Imagem de perfil

MJP a 06.11.2019

Aguardo (com expectativa) os próximos "capítulos"!!! ;-)

Beijo
Imagem de perfil

Robinson Kanes a 06.11.2019

O próximo sai já amanhã, estou a trabalhar nele :-)

Beijo
Imagem de perfil

Psicogata a 06.11.2019

Obrigada pela partilha :)
Fiquei coloca naquela sala dourada :)
Imagem de perfil

Calimero a 06.11.2019

Que viagem fantástica..que nos deixa com o olhar estático e preso sempre a espera do que vira a seguir..

Obrigada por nos presenteares com estas perolas..

beijinhos e espero ter sido bom almoço!
Imagem de perfil

Robinson Kanes a 06.11.2019

Obrigado. Teerão é só um começo. O almoço foram umas codornizes com uma óptimo mistura à base de beringela.

Beijo,
Imagem de perfil

Folhasdeluar a 06.11.2019

De facto Irão é cultura milenar...o resto são minudências, que infelizmente para os iranianos lhes têm saído caras.
Imagem de perfil

Robinson Kanes a 06.11.2019

Sem dúvida... Mas sente-se que alguma coisa está a mudar, e isso é bom... Devagar ainda...
Imagem de perfil

Luísa de Sousa a 06.11.2019

Gostei imenso da viagem, das fotografias, da visita guiada.
Já estou a gostar de Teerão!

Beijinhos
Resto de um Dia Feliz!
Imagem de perfil

Robinson Kanes a 06.11.2019

E ainda vai gostar mais :-)

Beijo,
Imagem de perfil

Happy a 06.11.2019

Está na minha lista!!
Obrigada pelas histórias!
Imagem de perfil

ó menina a 06.11.2019

Persepólis, o filme, não me deixou muita vontade de conhecer essa zona do globo...
Imagem de perfil

Robinson Kanes a 06.11.2019

O filme nada tem a ver com a cidade de Dario e uma das capitais do Império Aqueménida
... Coisas bem distintas. Mas lá passarei também :-)

P.S.: gostei do filme :-)
Imagem de perfil

ó menina a 06.11.2019

É a unica que conheço e a mim parece-me tudo igual... nem me dou ao trabalho de pesquisar no google... vê lá bem? :)
Imagem de perfil

Robinson Kanes a 06.11.2019

Mas não é :-)

Vai acompanhando e vais ver ;-)
Imagem de perfil

HD a 06.11.2019

Uma cidade cheia de história e riqueza, cultural :-)
Imagem de perfil

Robinson Kanes a 06.11.2019

Amanhã há mais! Estou a terminar :-))))
Imagem de perfil

cheia a 06.11.2019

Com estas reportagens, muito se aprende!
Muito obrigado
Imagem de perfil

Robinson Kanes a 06.11.2019

Grato! Eu é que agradeço! :-)
Imagem de perfil

Vorph Valknut a 07.11.2019

Há que distinguir entre conhecer e experimentar. Verdade conhecida não é o mesmo que verdade experimentada. Devia haver duas palavras distintas.

Aldous Huxley, in "Sem Olhos em Gaza"

Mau... agora uma citação retirada de um dos meus livros de formação, de um dos meus escritores de eleição!! Se no próximo citares Papini, mandarei a PJ fazer uma vistoria à casa.

Contraponto, ou o Tempo Tem de Parar, ambos de Huxley, fizeram-me mossa, quando perdi a moça. Batendo mal, carecendo de alturas, lia-os nos Jardins da Gulbenkian. Desesperava nos seus lagos sem profundidade, nos amores, alheios, sem sinceridade. Deles, desses meus tempos, faziam parte, com Huxley, os Skepticism.

PS :prometo ler com todo o cuidado e gosto o post. Mas é tarde, deito - me e releio Sapolsky . Boa noite , Kanes

https://youtu.be/JgW-Nc3b9v8

Not once will I ask for more
Not once will I ask for less
Belittle the hardness of others
Glorify the part of mine
I play my part
The cold not better than the warm
The light as welcome as the dark
The sour as sweet as delight
I play my part
Imagem de perfil

Robinson Kanes a 07.11.2019

ahahahah

Fala-se muito de Orwell, mas tenho em mim que Huxley ainda estava um pouco mais à frente acerca da concepção do mundo actual...

Huxley, de facto, é reconfortante - até para lá dos seus mais conhecidos, infelizmente acabou em tristeza e pouco optimista como prova o seu "Regresso ao Admirável Mundo Novo" e até a "Ilha". Gostei especialmente das "Férias em Chrome".

Quando perdemos alguém ou procuramos esse alguém, há leituras que nos marcam... E que muito provavelmente só num contexto semelhante as leríamos. "Contraponto" nunca li.

Não conhecia os "Skepticism", mas não é uma combinação para uma pessoa se animar - do que ouvi do "link".

Espero que Sapolsky tenha ajudado ao sono,

Excelente dia,

Comentar


Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Pesquisar

  Pesquisar no Blog





Mensagens

Copyrighted.com Registered & Protected 
CRD7-BFJD-IWHB-ZXDB