Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Também tu, ISCTE?

por Robinson Kanes, em 04.07.19

1940.jpg

Créditos: https://www.theguardian.com/culture/2016/jan/04/how-we-made-the-usual-suspects-bryan-singer-gabriel-byrne

 

Um dos meus cursos superiores foi obtido no ISCTE-IUL em Lisboa. Um lugar interessante, e também com uma forte componente política por detrás, sobretudo voltada à Esquerda (por vezes, demasiado à Esquerda) e por alguns indivíduos que, à semelhança de tantas outras instituições de ensino superior, ao invés de darem algo de novo ao mundo, regozijam-se com a masturbação intelectual.

 

Também lá conheci gente muito interessante, alguns que até me deixaram surpreso, pela proximidade com alguns Governos, nomeadamente o de Sócrates. Um dos melhores professores que tive, era um socrático de "primeira apanha", passo a expressão, mas também um excelente professor e ser-humano.

 

Mas o que me custa a digerir é o facto do ISCTE-IUL, em mais um dos seus "Executive Masters"  não vou divulgar qual, ter caído na tentação de atrair os do costume...

 

E quem são os do costume? São aqueles que estão sempre nas revistas da especialidade, em eventos (muitas vezes criados e financiados pelos próprios), nos jantares habituais de maçonaria rasca de determinada actividade profissional. São aqueles que ninguém conhecia até começarem a aparecer e a trocarem favores e dinheiro por prémios em "galas" da especialidade... São aqueles que em plenos pulmões, nas redes sociais e não só, se queixavam de terem sido corridos de um banco falido, e declamarem poesia relacionada com o facto dos amigos não nos darem um "tacho" quando não temos trabalho (já pensaram em mérito, esforço e envio de CV?). Aposto que um deles não está presente porque a recente crise numa empresa onde também auferia prémios por nada ter feito estalou...

 

São os mesmos que em duas conferências não me conseguiram dar casos práticos ou exemplos daquilo que diziam praticar... São também aqueles que dominam determinadas posições em muitas organizações e não há forma de sairem - alguns, quando abandonam são forçados mas logo os amigos estão lá para ajudar. São aqueles que usam e abusam da posição mas em termos de trabalho feito e novos horizontes, nada...

 

São aqueles que são e lambem as botas de figuras que dominam certos sectores e cujo domínio não é propriamente pelo bom trabalho - são os dinossauros de discurso balofo e das quintas habituais. São também aqueles que escrevem livros, não respondem a emails profissionais, mas estão sempre atentos aos emails pessoais e às reuniões paralelas... São aqueles que pouco sabem, não querem que os outros saibam ou até sejam vistos... E como existe disso por cá! Alguns dos conflitos mais absurdos que tive era quando (pares portugueses) me questionavam o porquê de "enviar" este ou aquele colaborador para eventos, formações e até "show off" ao invés de ir eu!

 

São aqueles que falam de mérito e reconhecimento mas na vida nunca disseram um obrigado - também não admira, tal é a velocidade com que dão entrevistas, sobretudo a revistas que ninguém compra. Alguns são bem conhecidos na praça por passarem mais tempo no salão de cabeleireiro ou em determinados restaurantes a tratar de assuntos pessoais e da imagem do que no trabalho. E atenção: não estou a falar de cargos em que isso é importante para a organização!

 

Desta vez não havia necessidade ISCTE, até porque basta olhar para algumas das nulidades que estão no curso para perceber que todos os outros trazem um empurrãozinho dos próprios - além de que os favores são para pagar e dar umas aulas e sempre nos fazem carregar a obrigação de contratar determinado fornecedor de serviços.

 

Com tanta gente boa por aí, não era necessário embarcar nos bafientos do costume...

Autoria e outros dados (tags, etc)


15 comentários

Imagem de perfil

De Folhasdeluar a 04.07.2019 às 13:01

Não conheço o ISCTE, mas sei que Portugal é uma aldeia pequenina, cheia de gente pequenina, com vistas pequeninas que vive na dependência dos favores.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 04.07.2019 às 13:20

É o mesmo por todo o ensino superior... Nada de novo...

Isso é outro tema que pode dar muito que falar... Se pode...
Imagem de perfil

De Maria Rocha Soares a 04.07.2019 às 14:11

Está visto que já não se pode ser pequenino, neste país! Ou então... teremos de alterar o discurso e substituir o "pequeninos" por palavra mais enfática. E inteligente. Isto, digo eu, que nem a pequenina, chego! Sou, minúscula com imenso gosto (mas dou que fazer a muitos grandes).
Concordo a 1000% com o tudo exposto! Aliás, por às vezes sentir-me um "ilha" rodeada por esses favores, vaidades e nulidade, é que não me dou muito bem com parte (significativa) da gente "elevada" deste país.
Perdoe o comentário e comentar. Se achar que deve apagá-lo, tem também o meu aval. Um bom resto de semana!
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 04.07.2019 às 15:17

Pequenino até que sim... Desde que esperto.

Confesso que uma das coisas que me prejudica mais é não ter muita paciência para estas circunstâncias tão provincianas... Por isso, não tenho nada que apagar o seu comentário, aliás, tenho de agradecer o facto de ter sim, comentado!

Obrigado e as portas estão abertas...

Até acho que, por aqui, nunca foi preciso apagar nenhum e só numa situação extrema é que o faria... De resto, chamem-me os nomes que quiserem :-))))
Imagem de perfil

De MJP a 04.07.2019 às 15:05

Olá, R.! :-)

Falando de "partir a loiça"... ;-)

Não conheço este "estabelecimento de ensino"... mas, tendo em conta os que tive o (des)prazer de conhecer (e frequentar)... lamentavelmente, revejo-me no que escreves...

Dia Feliz!

Beijinho
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 04.07.2019 às 15:15

Hi MJ,

Honestamente, em muitas áreas até é muito bom, também é importante reconhecer isso! Mas numa das áreas onde é melhor é exactamente onde se encontra este "executive master". Sim, é transversal... É mais fácil falar com um grande nome da ciência que está nos EUA do que com um desconhecido de uma qualquer universidade por cá...

Beijinho,
Imagem de perfil

De MJP a 04.07.2019 às 15:19

Tens razão... também tive o privilégio de conhecer pessoas fantásticas, super inteligentes ("mente aberta") e muito competentes... mas esses... eram, na sua maioria, ostracizados pelos "pares"...
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 04.07.2019 às 15:22

Tendem a ser... Vão sendo cada vez menos. Em algumas universidades ainda me espanta o bafio - depois querem falar de inovação.

P.S.: nos últimos, deixa-me pensar... quatro/cinco anos? As pessoas que mais escuto a falar de inovação são aquelas que mais vivem no século XIX (século XIX, estou a ser simpático para evitar represálias...).
Imagem de perfil

De MJP a 04.07.2019 às 15:33

Concordo contigo!...
(não "temas" as represálias)...
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 04.07.2019 às 21:08

Uma tristeza, é só o que sei dizer.
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 06.07.2019 às 23:15

Não conheço o ISCTE mas tb não preciso de conhecer para entender a tua crítica porque esses existem em todo o lado.
Soube estes dias que o presidente da Assembleia Municipal é o Tomás Correia. Sim, o mesmo do Montepio.
Esses empresários do croquete há-os muito por aí e a questão principal: será que pagam as propinas como o comum do estudante ou lhe é oferecida (ou convidada) a frequência do curso?
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 08.07.2019 às 13:09

Ora...

Tomás Correia, outro indivíduo que se passeia na nossa praça sem ninguém lhe colocar a mão :-)

Confesso que esse tema já não domino, mas não me admirava...

Comentar



Mais sobre mim

foto do autor



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Mensagens

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Pesquisar

  Pesquisar no Blog






Copyrighted.com Registered & Protected 
CRD7-BFJD-IWHB-ZXDB