Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Adeus Nilo...

por Robinson Kanes, em 26.08.19

IMG_1614.JPGImagem: Robinson Kanes

 

O amor de um cão é algo puro! Dá-nos uma confiança total. Não devemos traí-la.

Michel Houellebecq

 

Hoje é o teu dia, ou talvez não, porque isto do "Dia Mundial do Cão" é coisa de humanos, para ti - e para todos vós - o vosso dia é todos os dias. Talvez por isso tenhas antecipado a tua partida um dia.

 

Hoje o húmus da terra ficará mais rico, esse regresso às origens. As folhas, no Outono que se avizinha terão outra cor, as folhas que outrora pisavas enquanto corrias pela quinta e que agora deixarão que a água da chuva escorra por elas até ti. Estarão mais luminosas, já não sentirão o teu pêlo molhado, cheio de esterco de vacas barrosãs e contigo, na degradação natural que faz rodar todo este universo, aguardarão também pelo passar dos tempos, até um dia final. Depois do Outono virá o Inverno e tanto a pesada chuva como a névoa perderão o encanto de outrora, passarão a ser meros adereços entre a alta montanha. O verão já não te verá à sombra dos carvalhos ou entre buracos escavados nos canteiros.

 

Deixará de existir um alerta face à chegada de forasteiros, deixarão de existir piadas sobre sabujos e sobre a forma pouco formal como devoravas a comida e bebias água. Sentiremos a tua ausência, até porque eras um dos últimos elos que nos ligava àquela terra, eras também uma das últimas memórias que ligavam a G. à mãe... Ontem, também um pouco dela partiu contigo. Regressar já não será a mesma coisa, já não serão as calças sujas, o teu pedir de mimos em ruído de grilo - crim... criiiiim... - e a vontade imediata de garantir que estás bem tratado.

 

Teremos saudades tuas, dos teus saltos suicidas, afinal não foi isso que te matou... Alguém te ficará eternamente grato por teres descoberto a "venenosa Bijoux", alguém te ficará eternamente grato por aqueles passeios entre montes cobertos de pinheiros. Aí corrias, desaparecias e voltavas, nunca demonstrando cansaço. Invejávamos tamanha resistência, tamanha vontade de sentir o feno ou a caruma, invejávamos a tua pureza que nunca conseguiremos alcançar na forma como a mesma comungava com a natureza. Nunca mais um passeio a Norte terá toda essa emoção.

 

Não esqueceremos os teus abracinhos, ou melhor, a forma como gostavas de sentir os nossos. Não te esqueceremos mesmo que amanhã já quase ninguém se recorde de ti. Não te esqueceremos e a tua presença será uma constante enquanto, também nós, não entregarmos os nossos corpos à terra. E aí, aí será a eternidade a desempenhar o seu papel e, talvez, por obra deste desordenado cosmos, nos possamos encontrar quais átomos perdidos, mesmo bem lá no fundo da terra ou até como particulas num espaço que dizem ser infinito... Em toda essa mescla de fenómenos intemporais, por certo te voltaremos ver correr como um louco entre estrelas e cometas desenhando constelações ou simplesmente baralhando os corpos celestes que não ficarão indiferentes à tua energia.

 

Adeus Nilo...

Autoria e outros dados (tags, etc)

O Outono... O Pointer... E as Memórias...

por Robinson Kanes, em 16.11.17

IMG_9323.JPG

Fonte das Imagens: Própria. 

 

Já deixei aqui bem patente a minha paixão pelo Outono. Por lá disse que "o Outono dá cor às nossas telas, inspiração à nossa música, faz-nos dançar com as folhas e gentilmente sentir o chão ao pousarmos e a esvoaçarmos novamente, como as aves que partem para destinos mais quentes. O Outono é arte e não é por acaso que existem lugares neste Portugal e não só, onde o Outono é a época mais bonita do ano: pensem no Douro, no Alentejo ou então vamos até à Toscânia ou deixemo-nos prender pela paisagem de Santorini enquanto bebemos um café grego (aquilo para mim é café turco, mas pronto) e admiramos os telhados azuis. O Outono é talvez a mais poderosa e artística estação nos países do mediterrâneo".

IMG_1737.JPG

O Outono lembra-me sempre um dos meus grandes amigos, o Nilo. O Nilo é Pointer Inglês "cá de casa", um caçador nato  que não faz mal a uma mosca mas que por isso não perde todos os instintos. A propósito disso, o Outono lembra-me também a época de caça (embora não seja caçador) e todo o movimento que em tempos a mesma provocava, sobretudo em zonas mais rurais. Lembro-me da azáfama junto de tabernas e largos de vilas e aldeias... Dos restaurantes típicos cheios de caçadores e de todo aquele convívio em torno de uma actividade que, independentemente do que possamos pensar da mesma, animava, e de que maneira, aqueles locais.

IMG_1693.JPG

Retomando ao Nilo, só posso recordar esta força da Natureza que é capaz de sair às sete da manhã de casa, começar a correr e só parar às sete da tarde e continuar como se nada tivesse acontecido. Costumamos brincar e dizer que esta raça e outras similares têm uma baixa esperança de vida porque vivem tão intensamente essa mesma vida que é impossível um coração aguentar tantos anos de energia ao máximo. Encontrar o Nilo parado é um verdadeiro desafio, pelo que é necessário possuir características de fotógrafo da "National Geographic" e esperar pacientemente que o dono dos campos pare, nem que seja para respirar...

IMG_1726.JPG

Um outro aspecto do Outono que me encata é o musgo nos muros, sobretudo nos muros de pedra. Regressar depois do Verão e ver o musgo seco a ganhar cor no granito é dos espectáculos mais bonitos que a natureza nos proporciona. Muitos de nós desconhecemos a quantidade de vidas que este fenómeno permite que existam e, de facto. é algo único. Existe quem o queira arrancar, nós deixamo-lo estar, afinal, nos muros de pedra, a melhor tinta é a própria natureza e na Primavera, os lagartos aplaudem este ecossistema quando deixam a hibernação e procuram os primeiros raios de sol.

IMG_1724.JPG

 

 

Atenção... Acho que consegui encontrar o Nilo parado...

IMG_4313.JPG

 Bom Outono... E tanto que se fala no Natal quando ainda falta tanto para o mesmo, talvez o melhor presente seja um copo de sol outonal...

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados


Mensagens

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Pesquisar

  Pesquisar no Blog



subscrever feeds




Copyrighted.com Registered & Protected 
CRD7-BFJD-IWHB-ZXDB