Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Dos biltres cavalheiros...

por Robinson Kanes, em 04.11.20

Jan Asselijn - O Cisne Assustado - Rijksmuseum.jpg

Jan Asselijn - O Cisne Assustado - Rijksmuseum

Imagem: Robinson Kanes

 

 

A principal diferença entre a célula do túmor maligno e o tecido normal reside fundamentalmente no facto daquela ter perdido a informação genética que precisa para representar o seu papel como membro útil na comunidade de interesses do organismo. Comporta-se como um animal unicelular (...) desprovido de estruturas especiais, dividindo-se anárquicamente de tal modo que o tecido tumoral, ao infiltrar-se nos tecidos, todavia saudáveis, desenvolve-se e acaba por destruí-los.

Konrad Lorenz, in "Os Oito Pecados Mortais da Humanidade Civilizada"

 

 

Pior que um metralha assumido ou um verdadeiro birbante é o, e passo a redundância, indecente biltre. O biltre pulula pela nossa sociedade, bebendo do que ela tem pior e muitas vezes até ele próprio criando esse cocktail fatal para o desenvolvimento da mesma, já Rousseau dizia que a verdade não nos torna ricos e o povo também não atribui embaixadas, nem lugares e muito menos pensões.No entanto, é o biltre que não hesita em mostrar o seu lado bom, de preocupação com o próximo e crente que é um embaixador para um mundo melhor e até "suavemente" critica a mesma. Pessoalmente, prefiro lidar com uma verdadeira besta (e uma besta verdadeira) do que com um pulha. Antes um bufo (só disse bufo para fazer tremer a malta da PIDE) que acerta no alvo que um calculista psicopata.

 

E foi neste sentido que, entre tantas peripécias deste âmbito, fui encontrar uma raiz aljofareira. Se tal até pode ter pouco valor, na realidade, pode ter efeitos que vão bem para lá de duas ou três vitimas e tem um efeito montra assinalável. A personagem, um homem "conhecido" da praça e sempre que estala os dedos tem um séquito de lambe-botas que procura não sair da sua pseudo-esfera de influência pois nunca se sabe quando é que vamos concretizar a ambição de conseguir aquele emprego mais exectuvio, sabendo também que não será a responder ao anúncio que lá chegaremos. Alguns seguem-no apaixonadamente, outros com medo, pois em país pequeno e tacanho, basta movimentar um cordel ou dois para destruir uma carreira... Ou assim se quer fazer pensar.

 

Defendia portanto o mesmo, com um grafismo ajustado e já na habitual forma de storytelling, sublinhada por auto-citações com o intuito de criar impacte qual Marco Aurélio da Rua dos Bacalhoeiros - interessante como de repente agora todos temos milhões de histórias inspiradoras para contar, sssim de repente, não é? - que conhecia um familiar que trabalhava numa empresa de telecomunicações e que tinha sido esse mesmo indivíduo que lhe havia desvendado ter instruções da mesma para não recrutar candidatos acima dos 45 anos. Malvados! Como é que é possível que neste mundo existam ainda organizações com essa postura! Malvados, caiam os demónios, desça Deus ao Campo de Ourique e que o cavaleiro do apocalipse destrua a terra mas deixe ficar a o "Maria de Perre" em Viana... Sinto-me enternecido, escorre-me uma lágrima pelo canto do olho (tenho uma lágrima no canto do olho... tenho uma lágrima no canto do olho... ok, menos...).

 

Neste momento, meio LinkedIn, meio mundo empresarial em Portugal vai estar ao lado deste cavalheiro cujo apelido rima com bombeiro. Deste e de tantos outros que todos os dias se dizem a mudar o mundo do trabalho em Portugal mas não há forma de os vermos para lá das habituais histórias e comentários na imprensa e nas redes sociais. Além de que se há coisa que não evoluiu muito foi essa área, estranho facto, tendo em conta os títulos inelegíveis que muitos destes especialistas ostentam, e que nos dão a sensação que lidam com matérias ao nível da compreensão de um Spock.

 

Mas agora já não é só uma lágrima... Choro! Choro mesmo com pena das pessoas com mais de 45 anos! E é aqui que eu também penso... Malvados, como é possível, que Buda desça à Terra e condene toda esta gente, que a espada de Rei Artur trespasse toda essa gente, que o Power Ranger vermelho venha dar uma coça nessa gente e que o Chuck Norris ainda tenha forças para pontampear esta gente para Ilha da Fuseta! E é também aqui que eu e outros atrevidos (e alguns fizeram-no directamente) colocamos a questão: mas olha lá oh bombeiro, qual é a empresa? É que um testemunho daqueles atirado desta forma para o ar só me faz lembrar o Kim Jong Un a dizer ao povo norte-coreano que temos de combater e matar o inimigo... O tal inimigo ou inimigos que muitos norte-coreanos combatem há décadas nessa guerra que não existe, mas que são levados a pensar que sim. Talvez Jerónimo de Sousa, tão próximo do cavalheiro até saiba. Ainda me lembro dos tempos em que via o South Park e quando numa das muitas mortes do Kenny, alguém dizia "they killed Kenny" e perante a pergunta "who killed him?" a resposta era sempre "they... they... they killed him".

 

E pronto, acabou aqui este texto porque o cavalheiro, mesmo em off, divulgou o nome da organização. 

 

Não, não acabou... Porque respondendo apenas a um dos seus lambe-botas e provavelmente clientes de topo, esquecendo os outros... Quem anda por Portugal sabe que há por aí muita malta aberta e moderna (e rasteira) mas que não fala com a plebe (embora se alimente dela), só com o topo ou com aqueles que levam a cabeça baixa ou a língua de fora... Lá disse que não era simpático divulgar até porque podia prejudicar o familiar e toda aquela conversa de circunstância habitual tipíca do "vamos a eles em plena Avenida da Liberdade" mas quando enfrentamos as fera e olhamos para trás à procura de apoio, o fervoroso porta-estandarte já está em Almeirim a comer uma espetada de lulas no Minhoto. O típico intocável que não lida bem com a verdade e cuja coragem deixa muito a desejar.

 

Vamos assim caminhando, com mãos cheias de nada que se alimentam das munições que carregam as bazucas, com mãos cheias de nada que alimentam castelos de cartas e egos e cuja produção e qualidade é igual a zero. Assim vamos sendo sérios, abertos e inovadores, mas no fundo conservando todos os tabus e todo o status quo, o mesmo status quo que alimenta estas nulidades e todos aqueles que as suportam e admiram. Os outros podem sempre emigrar, podem sempre afastar-se do lobby, do compadrio, do bacoco e fraco networking, as verdadeiras indústrias, ou não fosse uma das frases preferidas de uma certa falange populacional "quem está mal que se mude". O biltre... O biltre continua por aí a vaguear, a beber e a criar o pior que a sociedade tem e que nem sempre é o mal, mas muito provavelmente aqueles que o dizem combater.

Autoria e outros dados (tags, etc)

29jiw7.jpg

 

Créditos: https://imgflip.com/tag/cultural+appropriation?page=6

Como é habitual à terça-feira, venham de lá quebrar as regras morais e comer uma sardinhas, é aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

E isto é o quê?

por Robinson Kanes, em 27.08.20

As sociedades modernas acreditam nos dogmas humanistas e socorrem-se da ciência para os confirmar e implementar e não para os questionar.

Yural Noah Harari, in ""Homo Deus"

 

Foi no dia 25 de Agosto, ou seja, anteontem... Onde estão as manifestações na rua? Onde estão os pedidos de justiça? É racismo? É violência contra idosos? Pode ser tudo, mas é um crime como muitos que temos visto, só que este precisa da CWB para se tornar conhecido e "por acaso" chegou à FOX. Vi tanta gente chocada com alguns vídeos por aí, até lamentando como era possível que outras pessoas não tivessem ficado em estado de choque, mesmo que no conforto do sofá. Dá que pensar...

 

Este foi em Janeiro deste ano...

Todas as vidas interessam, e independentemente de tudo o resto, temos que protestar é pelo cumprimento da lei... Porque segundo essa lei todos os cidadãos são iguais mesmo com as suas diferenças, sejam elas quais forem... O resto, além de "show off" e ignorância é dotado de "hypes" que só acentuam as diferenças e os extremismos.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sardinhada com uma Balada do Pequeno Soldado

por Robinson Kanes, em 11.08.20

419408622_2df93e6459_o.jpg

Créditos: http://worldpolicy.org/2012/03/26/nicaragua-forlorn/

 

Hoje, no espaço habitual à terça-feira, estamos no "SardinhasSemLata"... Falamos de indígenas e de crianças-soldado. E também não precisamos de sardinhas para engolir... em seco. Estamos aqui.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ser Sexy, mas de Audi...

por Robinson Kanes, em 07.08.20

EeZ2VOzXgAAeukf.jpg

Créditos: Audi Official Twitter

 

O sentido implica a proporção; os excessos pelo contrário, apenas causam dor e destruição.

Aristóteles, in "De Anima".

 

Os temas que vou abordar até poderiam não ter qualquer relevância, na sua essência não têm mesmo, pelo menos até terem consequências inesperadas e que ninguém consegue compreender a amplitude dos danos causados por uma toleima cada vez mais assustadora.

 

O "grande escândalo" dos últimos dias a nível internacional, além de percebermos que existe algures no Médio-Oriente um país que se chama Líbano e que nem por isso um acidente gerou grande consternação fora do meio político e diplomático, foi um anúncio da Audi. Seria totalmente uma parvoíce falar deste tema, reforço, não fosse a Audi retirar o anúncio e apresentar desculpas. Consigo perceber o que levou às desculpas, pois quando queremos vendas nem sempre podemos retaliar com a verdade dos factos e é preciso fazer aquilo a que se chama de "engolir e sapo" e tomar a atitude que mais facilmente retire a carga negativa da nossa acção o quanto antes dos media.

 

A imagem que dá cor a este artigo é o foco do conflito. Considero-me uma pessoa com uma imaginação fértil, demasiado fértil, mas ao ver os argumentos utilizados pelas "massas" e por alguns media começo a pensar que não faltam por aí indivíduos de bem, totalmente atentos aos direitos de todos mas que não passam de bons argumentistas e tarados! Aliás, ainda bem que se ficam pelas redes sociais, o problema é que já estão a sair de lá e a monopolizar o mundo. Portanto, a fotografia de uma criança em frente de um carro estacionado e sem condutor é vista como uma forma de incentivo à insegurança pois não permite que o condutor veja a mesma e exista um risco de atropelamento, e quiçá não vá o carro descair, uma afronta e um mau exemplo portanto!

 

Mas as mais inverosímil situação surge-nos quando se alega que a postura, a indumentária e o estar a comer uma banana sugerem algo de sexy na criança! Ainda bem que não escolheram uma negra, caso contrário, tinha sido o fim da  Audi! Aliás, os negros deste mundo estão proibidos de comer bananas! Qual é o problema de ter um look sexy? Nenhum! Mas só o sugerir a questão, de tal forma tão rebuscada dá que pensar se os defensores da moral não serão eles os mais anormais nesta sociedade. Ou então sou eu um Ser ingénuo que não vi nenhuma dessas coisas num anúncio! Dá que pensar... O surgimento desta fundamentalista sub-espécie de "Diacunus Remedi" coloca um grande desafio às marcas e à sociedade, sobretudo não pela importância que não têm mas que mesmo assim lhes é facultada.

 

Esta temática de direitos e moral vai ao encontro de um concurso da Nestlé - sendo que nesta situação a Nestlé não foi flexível, e bem - em que um sem número de pessoas alimentado pela fúria de uns pais de uma criança com uma deficiência, que não suportaram ver a sua filha perder um concurso, vilipendiaram uma das marcas desta multinacional acusando-a de discriminação. Foi a jogo como todos os outros e não ganhou! As regras do concurso foram escrupulosamente cumpridas, mas na onda do "tudo aquilo que é menor tem de ser maior" a marca viu-se debaixo de fogo. Passamos talvez por uma fase em que a moral se renova, no entanto em atraso face à melhor inteligência, seguindo um pouco a lógica dos comboios face aos horários dos mesmos sempre que os nevões obstruíam as linhas da Beira Baixa, como tão bem nos descreveu Ferreira de Castro.

 

Em qualquer um dos casos, ambas as marcas estiveram bem, no entanto, começamos a abrir precedentes que nos levam a pensar se não deveremos criar um movimento internacional em defesa do "gajo normal". Importa também, não esquecer, que muitas destas manifestações também foram alimentadas por algumas marcas e cujo preço começa agora a fazer-se sentir.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sardinha Queimada...

por Robinson Kanes, em 28.07.20

img_797x448$2019_06_23_21_56_04_592371.jpg

Créditos: https://www.sabado.pt/portugal/detalhe/marcelo-diz-que-em-dia-de-s-joao-questoes-politicas-nao-interessam

 

Hoje o tema é uma fogueira gigante onde muitas sardinhas se podem assar... Não deixem de lá passar no habitual artigo que à terça-feira marca a minha passagem pelo SardinhaSemLata.

Marcelo Rebelo de Sousa anda por lá, até se queimou e disse que as sardinhas hoje eram melhores e mais baratas que as de Angra dos Reis, para essas era quase necessário pedir um empréstimo ao antigo BES para comprar um quilito...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sardinhada e uma Rapsódia...

por Robinson Kanes, em 21.07.20

h_54839816-800x450.jpgCréditos: https://www.euractiv.com/section/uk-europe/news/avoid-brexit-style-chaos-dutch-pm-tells-his-people/

 

Foi assim que Mark Rutter, o Primeiro-Ministro Holandês, ficou durante a reunião do Conselho Europeu, depois de ler o artigo de hoje no nosso habitual espaço à Terça-Feira no SardinhasSemLata. Aliás, até já comentou dizendo que está muito contente com o "Não é que Não Houvesse" e que se vai tornar leitor assíduo dos dois espaços. Quem quiser saber mais só precisa de clicar aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Fogareiro na Sérvia...

por Robinson Kanes, em 14.07.20

000_1UU6AD.jpgCréditos: Andrej Isakovic AFP 

 

Hoje, na minha habitual participação no "SardinhasSemlata", o melhor local para acender o fogareiro e assar umas sardinhas é mesmo na Sérvia e pela convulsão que se está a viver naquele importante país dos Balcãs...

Podem saber mais aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

A EGEAC pariu um Rato!

por Robinson Kanes, em 13.07.20

tumblr_ly1wo5ouy91qb8f0mo1_1280.jpg

Gustave Doré - A Assembleia dos Ratos 

Créditos: https://biblioklept.org/2015/07/02/the-council-of-rats-gustave-dore/

 

Aderir à mentira como se fosse verdade é decapitar-se

Rabindranath Tagore, in "A Casa e o Mundo"

 

De uma coisa o Museu do Aljube se pode orgulhar, representa bem a cultura do "uma coisa e o seu contrário", e nisso, somos de facto seres fantásticos que por terras lusas deambulamos.

 

Na verdade, um museu que ostenta as máximas da Liberdade, da Democracia e da Tolerância, escolhe para o mais alto cargo da instituição uma militante comunista que nem sabe (ou não quer ver a realidade, à semelhança da grande maioria dos militantes) o que é um Gulag. Esta é também a militante que defende convictamente um regime como a Coreia do Norte e outros entretanto em ruínas, como a ex-União Soviética. Estivessem vivos José Barreto Sacchetti ou Barbieri Cardoso e muito provavelmente seriam candidatos também ao lugar, ou então teríamos a abertura de um concurso internacional feito à medida de Erich Mielke ou até de Abdelaziz bin Humaid al Humain. Pedro Nuno Santos também poderia ser uma opção... Nada como um jovem bolchevique, com tiques capitalistas e capaz de um autoritarismo atroz, em suma, o típico político ascende porque sim.

 

Que a EGEAC tem um poder algo anormal em Lisboa e na própria estrutura camarária já não é novidade, mas desta vez, os favores políticos ultrapassaram todos os limites. Ou talvez não... A Câmara Municipal de Lisboa e as suas empresas municipais não são mais que uma agência de recrutamento para determinadas cores partidárias, um pouco à semelhança do que acontece em muitas outras autarquias e até organismos do Estado. Rita Rato, pertencente a uma organização equiparada pela União Europeia ao Partido Nacional Socialista (Nazis, portanto) surgiu porque está a passar pelo mesmo processo de um Adolfo Mesquita Nunes à direita, ou seja, a criação de uma figura para que no futuro daí possa sair um candidato a... Em política, o que parece é e ainda vamos ouvir falar desta senhora. Em tempos disse o mesmo em relação ao primeiro.

 

Todavia, o que leva uma instituição a abrir um concurso onde coloca requisitos que obrigatoriamente devem ser cumpridos, mas que os ignora na hora de escolher o candidato? Rita Rato, além de não ter formação em museologia, não tem qualquer experiência em dinamização de espaços e exposições. Que terão pensado dois dos últimos candidatos que foram à entrevista de fachada (e quem já se candidatou a cargos públicos sabe do que falo) e que também se sentiram "despachados" na mesma.

 

Não é que o Museu do Aljube seja de magna importância no panorama museológico nacional, mas é mais um claro exemplo da corrupção que grassa em Portugal sem que nada se faça perante as distracções paralelas que vão preenchendo a nossa praça. Este espaço, localizado em frente ao Centro de Estudos Judiciários (CEJ) pode ser agora alvo de visitas de estudo quando o tema for corrupção, é só atravessar a rua e sempre sai mais barato. Alguns desprezam esta forma de ver as coisas, os "menores" até lhe chamam "reinvindicaçõezinhas", os mesmos que só falam de liberdade e de direitos, estranho paradoxo... Autênticos laptop heroes camuflados de Robespierre, mas que no fundo não passam de acomodados com tiques de tirania.

 

De facto, todos aqueles que visitarem este museu (sustentado com dinheiro de todos nós), passarão a ter uma clara visão na primeira pessoa do que é a tirania e o totalitarismo e aí, com tal gestão, o museu está a cumprir aquilo para o qual foi criado. Viva a cultura! Viva a Liberdade, especialmente a minha!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Dizem que a sardinha está de morrer...

por Robinson Kanes, em 07.07.20

p1240985.jpg

Créditos: https://100anos100arvores.wordpress.com/tag/fernando-medina/

 

É o que dizem, no habitual espaço de terça-feira no SardinhaSemlata... Vão lá comer uma, basta ir por aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor



Instagram



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sardinhas em Lata

Todas as Terças, aqui! https://sardinhasemlata.blogs.sapo.pt/

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Pesquisar

  Pesquisar no Blog





Mensagens







Copyrighted.com Registered & Protected 
CRD7-BFJD-IWHB-ZXDB