Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



IMG_2309.JPG

Peter Paul Rubens - Guerra nos Céus/Pormenor (Alte  Pinakothek)

Fonte da Imagem: Própria

 

Os lugares mais sombrios do inferno são reservados àqueles que se mantêm neutros em tempos de crise moral.

Dante Alghieri in “A Divina Comédia” (Inferno)

 

Um dos traços que marca a postura de Trump é louvável: cumpre o que promete! Trump prometeu tomar uma atítude em relação ao "Acordo de Paris" e fê-lo! Mas Trump não o fez sozinho. Trump penas deu azo ao cumprimento de uma promessa eleitoral. Os americanos, e Trump é só mais um, votaram a saída do Acordo de Paris.

 

Não vou perder o meu tempo com análises políticas e geo-estratégicas, teremos quem o faça, mesmo sem dominar o tema. Também espero que percebam que muito desta política se deve à perda de hegemonia por parte dos Estados Unidos no cenário internacional, num cenário internacional onde o peso do petróleo é cada vez menor. Não é por acaso que a Europa se vira para a China e para a Rússia com olhar atento...

 

No entanto, aqui no bairro, aqui no bairro não vivemos de comentadores nem de discursos vazios... Aqui no bairro olhamos uns para os outros e juntamos mais uma preocupação ao nosso quotidiano e ao futuro de todos nós... Ou talvez não... Ou talvez estejamos mais preocupados com quem quer comprar casa em Lisboa e quem é que está à espera de um filho, em quem é que disse um sem número de trapalhadas nas redes sociais... Porque aqui no bairro, aqui no bairro até nos ensinaram algumas coisas, mas nem sempre nos permitiram pensar. E os que pensaram... Os que pensaram nem ouvimos falar deles.

 

Aqui no bairro olhamos para Manila, muitos de nós nem sabe onde fica... Amanhã estará esquecido, como já está esquecido que as Filipinas há muito que são um barril de pólvora no sudoeste asiático. Aqui no bairro olhamos para as alterações climáticas como um problema dos Estados Unidos. Ou talvez não... Talvez sintamos o sofrimento de quem morre lá ao longe bem perto de nós... Porque aqui no bairro muitos fugiram da guerra.

 

Ou então, no bairro, o nosso nível de inteligência é tal que perdemos a esperança na cidadania e em mudar o mundo. E é nesse momento... Nesse momento, aqui no bairro, que percebemos que a Democracia é a forma mais perfeita de Ditadura.

 

Tinha planeado um artigo bem mais simpático, mas no bairro... No bairro também nada é previsível.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Trump Não! Não Gosta de Democracia?

por Robinson Kanes, em 11.11.16

 

donald-trump.png

 

 

Todos falam do Sr. Trump, e eu? O facto de estar fora de Portugal tem-me ajudado a ver este episódio sem a influência da nossa fraca comunicação social e dos comentadores do costume, já repararam que são sempre os mesmos?...

 

Antes, gostaria de dar voz a Lenine (e nem partilho das convicções do mesmo) quando disse que “a liberdade é um bem tão precioso que tem de ser controlado”. Neste momento vejo o mundo democrático a aplaudir essa afirmação... paradoxal? Lenine deve estar a sorrir...

 

Os americanos votaram e ganhou um presidente. Nós não somos ninguém para falar de política interna norte-americana – prestamos mais atenção à política americana que à nossa política interna. Mas aqui voltaremos.

 

Os media (e não só nos EUA) que mostraram uma parcialidade em relação à eleição de Trump e que tentaram inclusive orientar o sentido de voto do povo americano para Hillary Clinton foram derrotados – mas não foram derrotados numa espécie de batalha única – Trump, num dos momentos mais delicados da sua carreira, foi vendido por estes mesmos media como um empresário de sucesso e como um dos melhores empreendedores e business man dos Estados Unidos.  À época, Trump arriscava falir e tinha sido "diagnosticado" pela banca americana somente como um nome demasiado grande para cair, apesar do fiasco em termos de gestão.

 

Trump usou e foi exaltado pelos media e foi uma criação destes. Não vamos esquecer que em Portugal também temos o nosso Trump - Marcelo Rebelo de Sousa deveu a sua eleição a anos de exaltação nos media. Ainda se lembram do “se Marcelo disse é porque é” ou do “Marcelo afirma, acontece” mesmo que os discursos fossem vazios? Vimos jornalistas a fazerem campanha pelo actual Presidente da República que só foi derrotado pela abstenção. Sim, Marcelo sem apresentar soluções na campanha eleitoral e até ao longo de uma vida de comentador utilizou o show off a seu favor e conseguiu (não nutria simpatia pelos demais candidatos e não pretendo defender ninguém em detrimento de outrem).

 

Finalmente uma nota: não devemos questionar se Trump é uma boa ou má escolha, no entanto temos de pensar que se Trump venceu:

 

  1. A política, ou melhor, os políticos actuais estão descredibilizados e não é só nos Estados Unidos, está para rebentar uma bolha poítica?
  2. A sociedade está despedaçada em muitos sectores e palas nos olhos como ideologias de esquerda e de direita já não resolvem problemas financeiros, sociais, militares, territoriais, políticos e ambientais;
  3. O populismo ganha terreno e já vimos como isso acaba, ou caso contrário não falámos de História na escola;
  4. Orwell ainda está tão actual como quando escreveu a Quinta dos Animais;
  5. Estamos demasiado focados em gadgets e inovação tecnológica (o que é óptimo) e menos no lado humano e social, o resultado está aí.
  6. Comunicação e media – quando se pensava que os media estavam a perder terreno eis que estes se mostram mais fortes que nunca confundindo-se informação com publicidade e as duas com propaganda.
  7. A Califórnia já está com pensamentos separatistas.

 

São provocações que nos devem fazer pensar... quanto ao senhor Trump, goste ou não, tenho de dizer, como todos os que defendem a Democracia, que se não estão contentes podem sempre solicitar um regime ditatorial e não cair no paradoxo que têm caído nos últimos dias ao defenderem a Liberdade e a Democracia por um lado e pelo outro a desejarem a cabeça de Trump servida numa travessa.

 

P.S: faleceu Leonard Cohen... não era o maior admirador, mas reconheço o enorme talento!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Pesquisar

  Pesquisar no Blog





Mensagens

Copyrighted.com Registered & Protected 
CRD7-BFJD-IWHB-ZXDB