Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Alberto Iglesias: uma Playlist.

por Robinson Kanes, em 18.09.19

albertoiglesias1.jpg

Imagem: http://nbclatino.com/2012/02/08/17285476487/

 

 

Ainda a semana passada falei do basco Alberto Iglesias a propósito do novo filme de Almodóvar, "Dolor y Gloria" (melhor banda sonora em Cannes). Talvez por isso, um destes finais de tarde mais recentes tenha sido dedicado a ouvir algumas das obras deste compositor apaixonante e que já é conhecido por cá há muito.

 

Começo com uma das que mais me agrada, "Los Abrazos Rotos", escrita para o filme de Almodóvar com o mesmo nome. Alberto Iglesias e Almodóvar são uma dupla que se repete por diversas vezes tornando o primeiro num quase exclusivo do segundo. "Los Abrazos Rotos" está impecavelmente composta e quem vir o filme vai perceber - não é hoje que falarei dos filmes. Esta banda sonora ganhou um Goya! Música fantástica...

"Habla con Ella" é outra das grandes obras de Iglesias. O filme bem presente, toda a emoção que o caracteriza e aquele sangre espanhol. Se "Los Abrazos Rotos" nos encosta ao sofá e nos faz fechar os olhos, esta composição não é diferente. Para mim, uma das melhores de Alberto Iglesias e que só um compositor espanhol é capaz de criar!

Esta é um clássico, "Me Voy a Morir de Amor", do filme "Lucía y el Sexo". Um estilo, mais uma vez, inconfundível, onde o erotismo e o romance surgem associados a uma certa ingenuidade que também caracterizam o filme. Aqui foi o realizador Julio Medem que soube escolher Iglesias... É impossível não entrarmos na mente de Lucía ao ouvir esta música.

"Tessa's Death" é outra das composições que admiro e que retratam o papel de Iglesias na banda sonora do filme "The Constant Gardener", mais conhecido pelo "Fiel Jardineiro". Num registo ligeiramente diferente, Iglesias mostra-nos que não é só um compositor de Espanha, é um compositor do mundo - Fernando Meirelles não poderia ter feito melhor escolha para um fime onde Ralph Fiennes e Rachel Weisz não poderiam ter estado melhores.

Uma das composições que mais me surpreendeu pela positiva! "Fly a Kite" faz parte da banda sonora de um filme que me encantou igualmente: "The Kite Runner", mais conhecido por cá, quer em livro quer em filme, pelo nome de "O Amigo de Cabul". Um filme para levantar a cabeça, para nos dar uma lição e para nos levar para um mundo real que tendemos a esquecer, isto enquanto se desenrola uma história que não vai deixar ninguém indiferente. Alonguei-me na questão do filme, mas é daquelas bandas sonoras que nos "apunhalam" mais se forem acompanhadas pelas emoções geradas com o filme.

"Kyrie", da banda sonora (mais uma de Almodóvar) do filme "Mala Educación", é já um "clássico" que não pode ser esquecido quando se fala de Alberto Iglesias. Na actualidade, só um compositor com esta categoria poderia compor uma "kyrie" com este talento, com esta força e com esta dor, formidável! Uma obra clássica de se lhe tirar o chapéu.

Quem viu "Volver", também de Almodóvar, vai reconhecer de imediato "El Año Seco". Iglesias, mais uma vez, a impressionar e mostrar porque tende a ser o favorito de Pedro Alomodóvar. Se a estrela da banda sonora é "Volver" de Estrella Morente,  o lado mais orquestral não deixa ninguém indiferente. Quiçá, para ouvir depois de Estrella Morente... 

"Pavana par Agrado" é outra composição, também de um filme de Almodóvar: "Todo Sobre mim Madre". Mais uma daquelas bandas sonoras em que a capacidade de Iglesias para se reinventar sobressai. O filme é genial e a banda sonora também - filme pesado, com uma banda sonora sui generis, não dura mas talvez cínica, talvez real.

Uma interpretação excelente de Elena Anaya em "En Tu Piel" ressalta sempre que escuto "Los Vestidos Desgarrados", mais Almodóvar e mais Banderas... Mas como é que se fica indiferente?

E podia estar aqui o resto do artigo a debitar mais composições de Iglesias... Interrogo-me como hei-de fechar esta selecção, como poderei não deixar passar nada, mas é certo que o farei, tantas músicas me afloram ao pensamento... Não vou deixar passar, vou até à década de 90 para encontrar "Tierra", música da banda sonora de mais um filme de Medem, e que tem o mesmo nome. Não posso deixar passar... Não posso...

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Liberdade, Dor e Glória e o Wine & Music Valley...

por Robinson Kanes, em 13.09.19

rubens_o_consehlo_dos_deuses.jpg

Peter Paul Rubens - O Conselho dos Deuses (Museu do Louvre)

Imagem: Robinson Kanes

 

E que tal começarmos com um sugestão de leitura e já agora, uma espécie de "Follow Friday"? Pois é, hoje a MJ lembrou-se de colocar um texto meu no seu espaço - o "Liberdade aos 42", haja paciência, mas como é algo que a mesma tem, se quiserem sempre lá podem dar uma vista de olhos. O tema é a liberdade, por isso, quem quiser perder tempo ou simplesmente não tiver nada mais interessante para fazer pode sempre aceder aqui... Aproveitem também o espaço, são interessantes os temas levantados e as discussões que se geram... Espaços com conteúdo, algo que faz falta...

 

Pela música, volto a Bryan Ferry... O Wine & Music Valley está aí! E sem conhecer o cartaz, sabendo que o mestre estava por aí, não hesitei. Este fim-de-semana, sem dúvida, o melhor incentivo para ir a Lamego - não digo ao Douro porque nada supera a época das vindimas. Deixo "The Right Stuff" para recordar o gentleman dos anos 80 e não só.

Nada também como bom cinema... E desta vez, com algo bem recente: "Dolor y Gloria" (Dor e Glória) de Pedro Almodóvar é um dos melhores filmes dos últimos anos! Finalmente, um bom filme a entrar em 2019, sobretudo depois do flop de Tarantino. Dor e Glória é tudo... É a mescla de temas que está sempre presente nos filmes de Almodóvar e, ao contrário do que li na critica, pouco tem a ver com a preocupação da personagem principal com a velhice, aliás, acredito que esse tema é bastante forçado e só para encher colunas de opinião. Muitas emoções, muitas memórias e mais não posso dizer - afinal, nada como ver o filme e um Banderas irrepreensível (talvez o grande filme do actor) ao lado de excelentes actores. Se existe filme perfeito, este não anda longe e estando ausente dos cinemas pela falta de qualidade cinematográfica, devo admitir, que há muito tempo que não via um filme assim nas salas de cinema. TOP! TOP! TOP!

Também não posso deixar escapar a banda sonora ou, à semelhança do que acontece em muitos dos filmes de Almodóvar, não fosse do compositor basco, Alberto Iglesias! É um dos compositores contemporâneos mais apreciados cá por casa e por isso deixo "Salvador Sumergido", facilmente reconhecível quando começarem a ver o filme. Adoro Alberto Iglesias!

 

E finalmente, para que esta paragem de dois dias possa ter algo de muito bom para todos, é importante lembrar que em Portugal já se roubam ambulâncias em serviço enquanto os tripulantes prestam socorro à vítima. Populismo ou não, ultimamente têm acontecido situações que, pensava eu, só em filmes... Estes casos não seraão de admirar, afinal existem esquadras a fechar durante alguns períodos do dia por falta de efectivos e má gestão... E para fechar, também vivemos no país onde alguém sem qualificações para um cargo no Estado, nomeadamente no Ministério da Administração Interna, permanece no mesmo sem contestação. Para camuflar a coisa antes que se saiba, abre-se um concurso, normalmente feito à medida para o indivíduo em questão passar, o mesmo chumba, mas continua no cargo a aguardar novo concurso e com o total apoio do Ministro da Administração Interna. E tudo isto é normal - provavelmente a maioria de nós também já fez o mesmo.

 

Bom fim de semana,

Autoria e outros dados (tags, etc)

Atrás das Cegonhas - Almodôvar

por Robinson Kanes, em 10.07.18

IMG_3342.JPG

Fonte das Imagens: Própria. 

 

 

Em qualquer viagem ao Algarve uma paragem em Almodôvar é sempre importante. É fundamental para garantir que as minhas amigas continuam tranquilamente a habitar aquele concelho e dão um colorido especial à chegada à sede do mesmo. 

 

Com os ares da Serra do Caldeirão a contagiarem este regresso, foi necessário escolher um local para o pequeno-almoço antes de voltar à minha visita com estas aves. Nada melhor que o miradouro que fica à entrada da vila e nos dá uma panorâmica da mesma. Levem pequeno-almoço, é obrigatório.

IMG_3337.JPG

Tomado o pequeno-almoço, que só acaba com um café já dentro da vila, nada como regressar ao objectivo que me fez sair da auto-estrada, até porque o tempo era pouco, posto que em Faro já me esperava muito trabalho. E é quando, bem perto, sou surpreendido por um espectáculo que é sempre singular, uma cegonha no chão, tentando encontrar algo que também lhe possa fazer dizer que tomou um pequeno-almoço.

IMG_3344.JPG

Não há nada que pague tamanho espectáculo em plena planície alentejana. Contudo, apenas uma nota: a distância de segurança foi mantida, e a aproximação não deve ser feita. São animais que estão no seu habitat e por muito que estejam habituados à presença humana não podem ver o seu espaço invadido por nós. Recomendo binóculos, caso contrário ao invés de estarem a apreciar a natureza estão a contribuir para a sua destruição!

 

E a verdade é que quem tem binóculos vê mais ao longe do que quem não os tem e está perto. A surpresa acabou por chegar e está bem representada na imagem abaixo.

IMG_3347.JPG

 É nestes momentos que percebemos que o melhor da vida não tem preço e que as coisas mais espectaculares que podemos observar, por vezes, estão mesmo ali ao virar da esquina. Admito que me considerei um privilegiado, e como eu outros, mas de facto, esta imagem fez-me ficar por ali mais tempo do que esperava.

IMG_3350.JPG

 Simplesmente maravilhoso. Mais uns minutos a apreciar e eis que é chegada a hora em que o relógio nos diz que temos de voltar. E, mais uma vez, levo comigo a imagem destas grandes e belíssimas aves e, ao invés de voltar à auto-estrada, sigo pelas planícies do Alentejo onde pequenas elevações já anunciam as curvas do Caldeirão.

IMG_3335.JPG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Pesquisar

  Pesquisar no Blog





Mensagens

Copyrighted.com Registered & Protected 
CRD7-BFJD-IWHB-ZXDB