Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Proibir a Entrada de Crianças em Hipermercados!

por Robinson Kanes, em 05.12.16

thinkstock1.jpg

 

 

Fim de semana é, por si só, um dos momentos predilectos dos portugueses para fazerem compras, sejam elas quais forem – aliás, é um dos motivos que me leva a evitar as grandes superfícies comerciais nestes dias.

 

Contudo, nem sempre podemos evitar e lá decidi vaguear pelos corredores de uma superfície alemã à procura de lombinhos de frango e de pão ralado. De facto, é uma superfície que “quer mais para mim” e já por várias vezes me salvou de ficar sem aquele ingrediente fundamental para uma boa “patuscada”.

 

Mas eis que tudo começa no corredor do açúcar e das farinhas... um ditador, com cerca de 10 anos de idade, arremessava pacotes de açúcar (de quilo) uns contra os outros provocando uma neve sazonal em toda aquela área e nem os adoçantes, que estão sempre com aquele ar de quem não entra excessos, escaparam. Escusado será dizer que a banda sonora de gritaria ecoava por toda a superfície.

 

Por norma, e segundo estudos científicos de grandes universidades, dizem que estes ditadores são acompanhados por um pequeno “séquito”... os pais. Mas naquele momento o séquito encontrava-se mais interessado em roupa desportiva low cost . É verdade que nestes supermercados alemães é “tudo ao molho”, mas podem imaginar a distância.

 

Já em direcção às caixas, com os meus lombinhos e o pão ralado (ainda tenho este hábito de levar sempre uma “bucha” quando saio do país, devido ao facto de ter viajado muito de regional na infância) deparo-me de novo com uma revolução junto à “secção” de comida para animais – era um labrador a rebentar com sacas de ração em busca de uns bons croquetes de carne de vaca? Era um siamês à procura de um refeição gourmet de salmão? Não, era o nosso pequeno ditador a rebentar os sacos de “Coshida”!

 

O séquito? Na caixa e a sorrir como se o pequeno ditador estivesse naqueles parques cheios de bolas onde os pais largam os filhos para comprar móveis que a posteriori se montam em casa.

 

Só perante algum repúdio por parte da plebe é que o séquito chamou a atenção do ditador, mas... diplomaticamente nem sempre é fácil demover um ditador dos seus intentos. Os colaboradores da superficie, no seu “pelo cliente e para o cliente” não agiram...

 

Desperdiçar comida ou outros produtos deveria ser crime (se as empresas, perdão, associações... que vivem de recolher comida para os mais carenciados lerem isto...) e no final de contas... não educar também... provavelmente não são as crianças que deveriam ficar à porta... mas os pais que no superior interesse da criança e, especialmente no seu, não têm certificado de educação de filhos e desconhecem as limitações da sua liberdade.

 

Fonte da Imagem: http://thefw.com

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Imagem de perfil

Kikas a 06.12.2016

O teu post mexeu-me com os nervos porque já assisti a mais do que um episódio deste estilo e pergunto-me sempre o mesmo: Onde é que andam os pais destas crianças e onde é que anda a educação supostamente dada pelos mesmos?
Há crianças com idade para já distinguirem o correcto do incorrecto e continuam nesta rebaldaria, com os paizinhos sempre a assistir, depois temos os mais pequenitos que ainda não têm a noção do que fazem, e os paizinhos pouco ou nada fazem. Se são assim em crianças, com esta ausência de limites e educação, temo que se tornem iguais aos "papás babados".
Imagem de perfil

Robinson Kanes a 07.12.2016

Por motivos sociais, por motivos de moda, por motivos de... falta de umas "palmadas" em pequenos penso que se tornou quase imposto que tudo é permitido... são crianças, portanto. O problema, em meu entender, é quando o "são crianças" se torna o "que incómodo e que falta de respeito" para com os demais.

Levei as minhas palmadas, mas desde cedo soube o que poderia e não fazer, desde não gritar onde não devia, choradeiras, correrias e por aí fora...

Tenho andado a "estudar" alguns comportamentos de casais, nomeadamente antes de terem um filho e depois de terem um filho... penso que nessa minha experiência estou a chegar a uma conclusão pouco politicamente correcta. Vamos ver...

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Pesquisar

  Pesquisar no Blog



subscrever feeds



Mensagens

Copyrighted.com Registered & Protected 
CRD7-BFJD-IWHB-ZXDB