Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




"Playlist" para uma Madrugada...

por Robinson Kanes, em 05.06.18

IMG_2965.JPG

Fonte Imagem: GC 

 

 

Ultimamente a condução noctura e madrugadora tem feito parte da minha vida... As saídas tardias atiram-me para uma necessidade de escape mesmo que entre o asfalto e o conforto dos estofos. Tenho aproveitado, sobretudo, para ouvir algumas músicas que vão compondo a minha playlist ao longo dos anos e assim podendo também partilhar um pouco do que vou sendo por aqui, posto que não é propriamente a minha imagem de marca... 

 

Este Sábado, e já passava das três da manhã, uma marginal junto ao mar e a Lisa Ekdahl a adivinhar o início de um novo dia com o seu "Daybreak". É uma música de amor, mas tem o seu quê de boa disposição, que nos faz mexer no banco do carro, na cadeira ou até de pé no escritório ou seja lá onde for, além disso... Música simples, mas apaixonante e que nos carrega baterias na madrugada rumo a um novo dia ou a um novo beijo ou abraço.

E como estamos numa onda de vozes femininas que podem preencher os bons momentos de uma madrugada não poderia deixar uma descoberta já com o seu tempo... Falo de Sophie Milman e "Something in the Air Between Us". É impossível resistir ao amor e ao romance, mas afinal, é isso que nos pode esperar quando a cacimba nos afronta o vidro do carro e nos obriga a um esforço extra de condução até um destino em que o ar está recheado de sentimentos de paixão.

Uma das minhas músicas de eleição dentro do registo "Oceano Pacífico" teria de ter destaque numa madrugada ao volante: Cutting Crew e "I've Been in Love Before". Não vivi propriamente os anos 80 como o viveram muitos, até porque nasci em meados dessa década, no entanto, tenho de reconhecer que acabaram por fazer parte da minha vida. Foi uma espécie de últimos anos de boa música - a prova disso é o impacte que ainda hoje têm face a "êxitos" actuais que são facilmente esquecidos. No entanto, quando temos irmãs que têm idade para serem nossas mães, acontece que possamos ser muito influenciados pelos gostos das mesmas. Não conheci esta música nos anos 80 e muito menos nos anos 90, no entanto é uma daquelas que nos faz dançar na sala, entre um Rosso e um Bianco ou então enquanto preparamos o jantar com quem gostamos. Presença obrigatória cá por casa.

Outra das músicas que obrigatoriamente devem preencher uma madrugada é "My Valentine" de Paul McCartney. Ouvi esta música pela primeira vez ainda não tinha saído, ouvi-a por acaso perto de Bath e nunca mais me largou e obrigou à compra de um brilhante disco de McCartney, "Kisses on the Bottom". Quando pensamos que este senhor já não nos pode surpreender aí está mais uma grande música! Tenho uma tendência para descobrir sempre os novos lançamentos de McCartney fora do país, um dos últimos foi em Berlim. Mais uma que não deixa de tocar por estas bandas... Influências do amor, quiçá...

Uma madrugada ou até uma noite tranquila, ou onde os pensamentos dominam o nosso espírito, ou onde até um bom momento com quem amamos tem lugar não pode ficar completa sem "Hold On My Heart" dos Genesis! Do albúm "We Can't Dance" é sem dúvida um dos hinos à música! É a sonoridade ideal para acompanhar a luz dos faróis entre curvas e rectas até ao destino que nos acolhe. De deitar na cama ou até de sentar no sofá após o regresso e permitir, ainda com a melodia nos ouvidos, que possamos deixar que a nossa mente ande por aí a vaguear num turbilhão de emoções e pensamentos enquanto o corpo relaxa.

Diana Krall e "The Look of Love", mais um albúm que habita cá em casa. A música, a voz de Diana Krall e tudo o resto dispensam palavras... Desde sempre uma presença obrigatória no carro, em casa e onde quer que esteja! Palavras para quê, simplesmente brilhante.

Regresso aos anos 80 para mais um albúm que tem presença cá em casa, sobretudo com a música "Everybody Wants to Rule The World". Conhecida sobretudo pelo seu ritmo e sonoridade, a letra desta música dos Tears For Fears permite-nos retirar um pouco mais de sumo daquilo que nos é apresentado.

It's my own desire
It's my own remorse
Help me to decide
Help me make the most Of freedom and of pleasure
Nothing ever lasts forever
Everybody wants to rule the world

É uma daquelas músicas que nos atira para a frente, que nos fazer erguer a cabeça e nos acompanha em qualquer viagem... Seja nesta madrugada ao volante ou então nessa viagem bem mais curta... Sim, bem mais curta que é a vida.

Outro dos meus cantores e músicos preferidos, aliás, com todos os albúns presentes na sala, é Peter Cincotti. Devo esta descoberta à "alemã" que trouxe até mim este senhor. Foi sem dúvida uma das melhores descobertas no mundo da música, pelo menos para mim. Optei por escolher uma que também me acompanhou esta madrugada, embora possa enumerar um sem número de músicas que me apaixonam - "Madeline" do albúm "Metropolis". Poucos hoje em dia conseguem conjugar a autoria, composição, interpretação instrumental e vocal como Cincotti. Sem dúvida um músico a acompanhar.

Não sou propriamente o maior simpatizante dos The Cult, mas não me é permitido não gostar de "Painted On My Heart". Foi banda sonora do filme "Gone in 60 Seconds" e embora o filme não seja propriamente brilhante, a música é qualquer coisa. Mais uma daquelas que se gosta e, talvez nesta madrugada, apesar da cacimba, convidasse a apertar um pouco mais o acelerador. Eu sei que não é o melhor conselho, mas quem nunca prevaricou que atire a primeira pedra...

Finalmente, e já com o lar bem perto, seleccionei Dave Matthews Band. É talvez daquelas bandas que é giro gostar-se, no entanto existem aqueles que, como eu, e perdoem-me a sobranceria, gostam, apaixonam-se e não mais conseguem largar este contágio. Conheci a banda com a música que apresento aqui: "The Space Between". Dave Matthews Band surgiu numa fase algo estranha da minha vida - não posso dizer que foi boa ou má, foi estranha e não terá sido no mau sentido, deduzo... São épocas em que conhecemos tantas pessoas, sobretudo mais velhas que nós, e que aprendemos tanto que chega a ser complexo fazer uma gestão de toda essa carga de vida que existe à nossa volta... Uma espécie de retalhos de diferentes vidas que observamos - quando ainda nós não temos a nossa vida propriamente definida, se é que algum dia a temos. Chamem-lhe maturidade, vivência, experiência ou simplesmente palermice... Mas é assim...

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


37 comentários

Imagem de perfil

De Chic'Ana a 05.06.2018 às 09:27

E boa para uma manhã de trabalho! =)
Já as ouvi e gostei muito.
Beijinhos
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 05.06.2018 às 15:23

Também... Embora pela manhã os sons sejam outros, pelo menos por este lado - já me deste uma ideia :-)

Obrigado por gostares :-)

Beijinhos,
Imagem de perfil

De C.S. a 05.06.2018 às 14:04

Que bela seleção!
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 05.06.2018 às 15:23

:-)

Obrigado!
Imagem de perfil

De HD a 05.06.2018 às 20:36

Há sempre um Martini pelas tuas histórias... ;-p

Não deve ser nada fácil ter de conduzir nesses horários... :s
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 06.06.2018 às 09:43

ahahahah, nem sempre! :-)

Por vezes, com o cansaço, não é mesmo...
Imagem de perfil

De cheia a 05.06.2018 às 22:19

A musica é uma companheira indispensável.
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 05.06.2018 às 23:08

Obrigado pela seleção :)

Não gosto de conduzir à noite por vários motivos:
- como sou míope, vejo pior. Então ler placas da autoestrada em sítios que não conheço ...
Uma vez, eram 4h da manha. Vinha de um inventário da Azambuja e o hotel ficava em VF Xira. Ao entrar na A1, no Carregado, quando me apercebi estava na faixa errada. Ainda pensei fazer marcha atrás. mm n vindo ng, joguei pelo seguro, não viesse um ganzado qq e não me ver, além de que não é permitido. Fiz mais 60 km (30 para cada lado), atravessando o rio tejo até à primeira saida que encontrei. Além do tempo que perdi, as portagens que gastei, tudo pq não li a placa em distância de segurança
- cansaço
- e sobretudo medo de ser assaltado ou ser vítima de carjacking.
Ponto positivo: não há transito.
Mas quando tem de ser, tem de ser.

Gosto tb de musicas calmas.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 06.06.2018 às 09:46

Entendo e já estou a ver que para ires parar ao Hotel Lezíria, foste quase até Benavente :-)))

Por acaso, não tenho medo, o "carjacking" também não é assim um crime tão comum...

Não há trânsito e nas curvas ou pontos de pouca visibilidade consegues mais facilmente perceber se vem um veículo.

E se tem que ser :-(
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 07.06.2018 às 23:23

O hotel acho que era esse. Quanto a Benavente é possível :)
Imagem de perfil

De P. P. a 06.06.2018 às 20:27

Alguém como eu!
Eu nem vejo lugares vagos para estacionar, inclusive durante o dia. No meu caso, apesar de ter problemas oculares (hipermetropia, astigmatismo e ceratocone), penso que se deve à minha fantástica... distração.
Vá, mas não culpes as placas de trânsito quando, na verdade, olhaste para umas miúdas ;)
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 07.06.2018 às 23:24

PP eram 4h da manhã, já não via nada a essa hora! :)
Imagem de perfil

De José da Xã a 06.06.2018 às 17:39

Oa anos 80 trouxeram-nos boas músicas. Todavia creio que será nos anos 60 e 70 que se encontramas melhores músicas e bandas.
Abraço.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 07.06.2018 às 09:58

Eu não concordo... Antes tivemos Bach :-))))
Imagem de perfil

De espaço da raquel a 06.06.2018 às 18:32

Sem dúvida, boas escolhas musicais = )

A minha vida não seria a mesma sem música.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 07.06.2018 às 09:59

Obrigado...

Também a minha...
Imagem de perfil

De Marta Elle a 06.06.2018 às 20:10

Parabéns pelo destaque.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 07.06.2018 às 09:59

Obrigado a ti e obrigado ao SAPO :-)
Imagem de perfil

De P. P. a 06.06.2018 às 20:24

Uau, dos The Cult só me lembrava de Ciao Baby. Na verdade, Edie

https://youtu.be/5oRwlSIn918

Adoro Cutting Crew...aquela letra!
Dos Tears for Fears, Woman in Chains, sempre.

(A foto inicial é fantástica!)
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 07.06.2018 às 10:04

Obrigado pelas grandes malhas.

A foto foi numa rede de túneis que nunca mais acabava entre Moneglia e Deiva Marina, em Itália.

"Tears for Fears" são qualquer coisa...
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 06.06.2018 às 20:47

Para mim, é uma playlist de final de dia, visto que só agora li o seu belíssimo post , com músicas tão belas que o acompanharam na sua viagem de uma madrugada.
Lembranças deliciosas de algumas, que conheço, de outros que não conheço, como Liza Ekdahl, Sophie Milman e Peter Cincotti, mas supreendentes.
Contudo, uma apaixonou-me pela letra, pela performance de língua gestual de dois grandes actores, cujo vídeo vou partilhar com quem sei que vai adorar ver e ouvir.
Tudo foi delicioso ( não encontro outras palavras).
Adorei!
Obrigada.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 07.06.2018 às 10:06

Muito obrigado e que boas palavras...

A "My Valentine" estou a ouvir agora enquanto termino uma daquelas coisas que não parece ter fim... E não é passar a ferro, é mesmo trabalho :-)

Muitíssimo obrigado, mais uma vez, pelas palavras - acho que vai gostar muito de ir ouvindo Cincotti :-)

Comentar


Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Mensagens

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Pesquisar

  Pesquisar no Blog






Copyrighted.com Registered & Protected 
CRD7-BFJD-IWHB-ZXDB