Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




tejo_lisboa_1.jpg

Imagens: Robinson Kanes

 

Esta é talvez uma das bandeiras deste espaço, quem já o vem seguindo vai percebendo a afinidade que por aqui se tem com o mesmo e a forma como se tem lutado para que o novo aeroporto de Lisboa não destrua um dos mais belos santuários naturais do Mundo.

tejo_lisboa-2.jpg

O Tejo é, cada vez mais, um rio em vias de extinção: em Espanha soam os alarmes (ver o Tejo em Toledo  mete dó) e em Portugal ignora-se, e até se fomenta (não punir é o mesmo que aceitar) a sua poluição que vem desde Ródão e Fratel e segue por todo o rio até às descargas, já em Lisboa - sem esquecer toda a movimentação de navios que agora ganha novo ritmo com o terminal de cruzeiros - é sempre a poluir.

tejo_rodao.jpg

O Tejo é um dos nossos maiores bens, o Estuário ainda mais, mas insistimos em obras faraónicas, em investir mais dinheiro e continuar a alimentar interesses de meia-dúzia em prol da destruição de outros. Andamos tão tristes com a Amazónia (e o que aí vem não vai ser agradável, de facto) mas andamos a esquecer os nossos incêndios e um dos estuários mais belos do Mundo. 

tejo_alcochete.jpg

É triste perceber que a grande maioria dos lisboetas não conhece este Estuário! Ainda recentemente me desloquei com um "alfacinha" ao Seixal (nascido, criado e ainda com casa bem no coração da cidade) que, ao chegar, perto da Câmara Municipal e num ponto mais alto, ficou deslumbrado com aquela baía e parecia um tonto a tirar fotografias: "mas isto é lindo, não conhecia... Isto é lindo!".

tejo.jpg

Enquanto pensamos no novo aerporto, numa das mais belas praias da região de Lisboa, em Alcochete, os avisos desaconselham os banhos... O que se fez para reverter esta situação ao longo dos anos? Nada! O que se tem feito para combater a pesca ilegal de bivalves e a existência de autênticas máfias no rio? Tudo acontece sob o olhar da GNR e da Polícia Marítima que parecem estar de mão atadas. Nada se faz ou ficamo-nos por escassas intervenções - apreende-se uma embarcação, surgem logo duas ou três! Entretanto, a autarquia continua a investir em touradas, com o consentimento dos seus habitantes, é preciso ter isso em conta.

tejo_lisboa.jpg

Ainda recentemente se falou de um problema com aves no aeroporto de Sá Carneiro, que obrigou a uma aterragem de emergência, foi em Portugal. No entanto, pouco se falou do voo da Ural Airlines que saiu de Moscovo e que, após a descolagem, viu os reactores serem destruídos por aves obrigando a uma aterragem num campo de milho! Não utilizarei a palvra milagre, porque é dar os louros ao que não existe e esquecer o trabalho dos pilotos! Aterrar um avião acabado de descolar, carregado de combustível, num campo de milho e sem incendiar ou provocar mortos é uma proeza daquelas! Não terão os holofotes dos pilotos do Rio Hudson, Hollywood e a CNN não ficam em Moscovo.

 

Uma nota final para a Amazónia: a Amazónia é um património do mundo, a Amazónia tem vindo a ser destruída ao longo de décadas e só agora o mundo acordou para esta realidade! Porquê? Dá "likes"? O efeito rebanho afinal é mesmo uma realidade? Porque todos querem seguir as celebridades? Quando é que nos lembramos que, embora influenciando pela positiva, não raras vezes estamos perante um "show off" que se esgota em horas e os resultados serão nulos! Quando é que agiremos por nós? Quando é que o mundo viola pela "primeira vez" uma lei internacional em prol do bem e faz questão de dizer que a Amazónia é de todos?

 

Deixo este gráfico e uma ligação com mais informações para percebermos que toda esta calamidade não é só "obra de Bolsonaro" (embora também este esteja a falhar redondamente), como parece ser o pensamento geral! Um olhar mais atento vai descobrir que os anos anteriores à eleição deste foram negros para a floresta! No entanto, a culpa maior é de todos nós que consumimos produtos oriundos desta floresta e que nada fazemos para mudar o estado das coisas! Além disso, a floresta amazónica não compreende só o Brasil!

amazon_deforestation_aggregate_by_year_768x427.jpg

Fonte: https://rainforests.mongabay.com/amazon/amazon_destruction.html

Até lá, fiquemos sentados a assistir e a aguardar pelos voos baratos que nos levarão de Lisboa para outros destinos igualmente com voos baratos a troco de um investimento que nos vai sair muito caro!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


55 comentários

Imagem de perfil

Robinson Kanes a 22.08.2019

Como lhe disse, para uma base militar :-)

Têm sido feitos testes com o Boeing 767-300 e com Airbus 330-300 (estes não posso garantir mas já vi um andar a rondar os céus do Tejo) mas são apenas aproximações à pista... Faz parte da formação dos pilotos para poderem começar a pilotar as aeronaves.

Sim, Beja. E olhe que já olhei para Alverca com simpatia, mas era pior ainda.

Tem de ser todo um conjunto de cidadãos a trabalhar em conjunto para mostrar que Beja (ou outra solução) tem melhores resultados - a Democracia Representativa não é uma Ditadura Partidária.
Imagem de perfil

Maria a 22.08.2019

Percebi que se referia às boas condições como base militar.

Alverca, confesso nunca achei viável.

Também se falou muito do campo de tiro de Alcochete, para um aeroporto de raiz. Mas do CTA acho que nem se fez estudo de impacto ambiental. É uma área imensa. Dependendo da orientação das pistas não sei se o impacto não seria menor no estuário do Tejo.
Mas tenho poucas expetativas noutra alternativa que não o Montijo . Espero estar enganada
Democracia representativa, acho que só existe no papel.
A "ellite" por motivos , que presumo obscuros, tem tudo apontado para o Montijo.
Imagem de perfil

Robinson Kanes a 23.08.2019

É uma área imensa, teria os seus impactes e temos de ter em conta a Flora que aí se encontra. E convenhamos, já temos Beja, vale a pena destruir mais?

A "elite" não se quer afastar muito do Montijo, somos um país demasiado centralizado. Não sabe o horror que é para muitas pessoas atravessarem a ponte de Sacavém para a margem sul só porque lhes parece que vão até Marrocos (em distância).
Imagem de perfil

Maria a 23.08.2019

Não defendo o CTA como alternativa. Mas admitindo que Beja é carta fora do baralho e Montijo ser apenas uma solução temporária. Então em vez de gastar dinheiro a rodos, destruir toda a beleza do estuário e tornar infernal a vida de quem vive na zona do corredor aéreo, que se parta para uma alternativa definitiva e se faça um aeroporto de raiz.
Sou uma acérrima defensora de Beja, há que respeitar o dinheiro público gasto numa obra que até ver não teve qualquer utilidade a não ser enriquecer alguns.
Beja tem imensos fatores positivos, que tão bem referiu, e claro terá negativos. Mas quais terão mais peso?
É uma questão a ser resolvida por pessoas idôneas , imparciais e não por um grupo de amigos pagos a peso de ouro e que são meros ecos dos interesses de alguns.
Há que respeitar o dinheiro público. Pensar no país e não nos interesses de meia dúzia.
Em Portugal um governo austero é visto como um travão à veia despesista e não como um governo que gere com parcimónia o dinheiro dos contribuintes.

Imagem de perfil

Robinson Kanes a 23.08.2019

"Sou uma acérrima defensora de Beja, há que respeitar o dinheiro público gasto numa obra que até ver não teve qualquer utilidade"

Totalmente de acordo!

Esta é a velha história das ETAR e dos aterros: "não defendo à minha porta mas se for na porta dos outros". Aqui a questão é ligeiramente diferente e acredito piamente que para Beja e para todo o Alentejo era um factor de desenvolvimento tremendo e com menos impactes negativos, porque esses sempre existirão. Há quem diga que um dos segredos para ajudar o Alentejo a sair de uma certa "apatia" pode estar aí. Além disso, está dado um passo importante para o TGV (que também tem o seu quê).

"Em Portugal um governo austero é visto como um travão à veia despesista e não como um governo que gere com parcimónia o dinheiro dos contribuintes."

Totalmente de acordo. Mas quantos portugueses já olharam para o projecto do novo aeroporto que está a consulta pública? :-)
Imagem de perfil

Maria a 23.08.2019

Relativamente ao projecto. Fiz uma primeira leitura logo no dia que foi disponibilizado. Está guardado para ler no PC, ( que está a ser formatado) os meus olhos ja não aceitam letras muito pequenas.:)

Presumo que poucos terão lido o projeto. Certamente muito menos que os que vão à "bola " ou esperar a chegada de uma qualquer equipa.

"Há quem diga que um dos segredos para ajudar o Alentejo a sair de uma certa "apatia" pode estar aí. Além disso, está dado um passo importante para o TGV (que também tem o seu quê)."
Tb Concordo, seria um excelente "abanão " para o desenvolvimento de uma região tão esquecida e com.tanto potencial.
O TGV também tem muitos mistérios: )

Imagem de perfil

Robinson Kanes a 23.08.2019

E é complexo :-)

Acredito que sim, até porque as pessoas estão mais interessadas em pertencer a algo ou fazer parte do grupo do que se comportarem como um grupo sim, mas de cidadãos com uma visão global do país, mesmo que ténue.

Tem muitos mistérios e impactes. Embora acredite que só temos a ganhar e não passava "apenas" a ser uma linha para Madrid, por exemplo.
Imagem de perfil

Maria a 23.08.2019

O TGV trará vantagens certamente. Não será uma mera linha para Madrid vir a banhos, como alguns dizem.

Será um investimento que sai caro, e só estou a pensar na mudança dos carris.
Mas trará vantagens; reduzindo a dependência do transporte rodoviário, os custos das mercadorias baixarão, será uma verdadeira ligação à Europa. Reduz a poluição, atrairá mais turistas.

A distância de Beja a Lisboa deixará de ser um entrave, estou sempre e a voltar "à vaca fria". :)

A longo prazo, a meu ver, só trará vantagens.

Imagem de perfil

Robinson Kanes a 24.08.2019

Madrid vai a banhos para outras paragens, mais a sul...

Somos da mesma opinião, quantos mais serão?
Imagem de perfil

Maria a 24.08.2019

Em princípio todos os alentejanos!

E mais uns tantos que respeitem o dinheiro dos contribuintes.

Vou mais longe, todos deviam apoiar e contestar o esbanjamento e a destruição de uma das zonas mais bonitas da margem Sul.

Lá estou eu a delirar !
Imagem de perfil

Robinson Kanes a 26.08.2019

Quero acreditar que sim... Embora não seja fácil empreender no Alentejo :-)

Não está a delirar, até porque, se estiver, eu também estou... Na medida em que me revejo no que escreve.
Imagem de perfil

Maria a 26.08.2019

Se não é fácil empreender no Alentejo só pode ser por inércia.
O Alentejo tem imenso potencial, quer na área turística, quer na agricultura.
Não Turismo de “pé descalço”. Apostar no turismo de recreio, Turismo de repouso, Turismo cultural, Turismo de natureza, Turismo de negócios.
A existência de quintas que podem ser aproveitados para alojamento, a barragem do Alqueva, a paisagem,os monumentos históricos, a baixa densidade populacional, que proporciona uma ótima qualidade de vida, pouca poluição.
A barragem do Alqueva fornece água para uma agricultura de qualidade, retomando, por exemplo, a cultura do trigo, oliveiras, pomares.
Com um aeroporto e caminhos-de-ferro para escoar os produtos e transportar visitantes, não há melhor local para investir:)
Haja esperança num volte face !
Imagem de perfil

Robinson Kanes a 27.08.2019

Acho que não me expliquei bem - não é fácil porque é preciso vencer algumas máquinas burocráticas e alguns interesses instalados. Junte-lhe alguma pouca aceitação por parte de quem lá vive e tem aí a minha resposta. Falo em nome de pessoas que investiram por aquelas terras. Uma coisa é o que se vende, o que nós vemos como potencial (e que o tem, concordo consigo em tudo) e a outra é a realidade do dia-a-dia.

Mas concordo, o Alentejo tem tudo para vingar e alguns projectos têm conseguido imenso sucesso. Não defendo o Alentejo como um Turismo só de ricos, como não defendo a destruição da Comporta, a nova Ibiza = destruição.

Tem de ser um turismo sustentável e com capacidade para acolher os diferentes públicos, embora, de facto, o "pé de chinelo" tenha de ser educado e saber comportar-se - Lisboa disso é palco.
Imagem de perfil

Maria a 28.08.2019

Quando falei rm turismo de pé descalço pensava em campismo selvagem sem regras e que poucas receitas geram. Nao defendo um turismo de só de elite. Mas sim que mobilze a região com criação de emprego e infraestrutura de apoio.
Não me alongo. Estou fora e com net quase no limite.
Imagem de perfil

Robinson Kanes a 28.08.2019

Sim, esse...

Está mais que bom...

Obrigado por mesmo assim passar por cá. Poupe :-)

Comentar



Mais sobre mim

foto do autor





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Pesquisar

  Pesquisar no Blog





Mensagens

Copyrighted.com Registered & Protected 
CRD7-BFJD-IWHB-ZXDB