Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Nitidamente Nulo à Chuva...

Conformado com Lehár e Bertolucci...

por Robinson Kanes, em 18.10.19

Giuditta.jpg

Imagens: Robinson Kanes

 

Lá fora a chuva cai... Devia ficar melancólico, tantas frentes. Não o faço, não é saudável e não deixa de ser uma perfeita perda de tempo. Pelo contrário, penso que é importante continuar, nunca baixando a cabeça, mas não dando azo ao que não importa, mesmo que também isso, numa cultura provinciana, nem sempre seja bem visto. É assim, não se pode ter tudo.

 

Talvez por isso, me recorde da fogosa "Giuditta", que na sua alma inquieta não se deixa abalar pelo presente. Alguém que se move e agita e não se perde em devaneios nem em discursos e simplesmente é mulher, dona de si. "Giuditta" de Franz Lehár, uma operetta que contagia desde o princípio mas onde não poderei deixar escapar "Meine Lippen sie kussen so heiss" - aqui com toque da soprano portuguesa, Dora Rodrigues.

Este tempo, esta época, convida também a leituras que podem ser mais introspectivas ou mais densas. Lembro-me particularmente de "Nítido Nulo" de Vergílio Ferreira. Para mim, um dos melhores da obra do autor. Acredito também que uma das melhores formas de descrever este livro cabe a Jorge Costa Lopes e que aqui cito:

 

“[Nítido Nulo] coloca-nos perante um (…) dilema: que mais poderemos admirar? O naturalismo das recoleções do passado, com a recriação das figuras rigorosamente reais de Tia Matilde e Dolores; as memórias da infância e as páginas em que o narrador recorda a partida do pai; o estudo da figura de Lucinho; passado e futuro, infância e morte da infância; o espetralismo de Marta; o convencionalismo de Teófilo; o arcaísmo dos discursos políticos do poder; a saturação de anedotas extraídas do real quotidiano; a rápida descrição de ambientes e paisagens? Ou, pelo contrário, a naturalização do absurdo e do fantástico, a prisão, os banhistas, o ‘filho’, o guarda, os diversos Messias; as frases que nos fazem regressar a momentos fundamentais da história das ideologias mas que surgem num contexto dominado pelo irreal; o cinismo; a miséria moral; a decadência; a velhice; os relâmpagos do passado que irrompem no fluxo das cogitações e lhes insinuam novas descobertas; a interpelação a Vergílio Ferreira, ele próprio, remetendo-nos para a consciência súbita do jogo literário?”

nitido_nulo.jpg

Para ver, não poderia pensar num outro filme que poderá ser um retrato do que temos hoje, embora o fascismo, este fascismo como aqui é demonstrado por Bernardo Bertolucci num tardio modernismo, seja algo que já "não exista". É a cobardia do homem, é o conformismo perante a necessidade de pertencer a algo. "The Conformist" é isso tudo, e é uma obra dos anos 70 (baseado no romance de Alberto Moravia) que talvez nos ensine como não ser nos dias de hoje - não é a história repetida, mas talvez o declínio da mesma que tende a não se reinventar, mesmo em tempos contemporâneos. Jean-Louis Trintignant, no papel de Marcelo, é um actor que não nos deixará indiferentes.

E para pensarmos em coisas boas durante o fim de semana, algumas palavras de Álvaro Santos Pereira proferidas esta semana na Fundação Serralves - um português que não gosta de ser tratado por Dr. (é raro, por isso digno de apontamento):

 

As corporações são demasiado fortes em Portugal. Não gostam da concorrência e quem paga somos todos nós, os contribuintes.

...

Uma cultura de impunidade como temos em Portugal – de deixarmos os processos arrastar-se anos a fio, de recurso em recurso, sem as pessoas serem condenadas e irem para a prisão – é uma pouca vergonha para a nossa Justiça.

...

Se crescemos 1%, só vamos duplicar o rendimento em 70 anos. Não é aceitável que isso aconteça.

 

E como nada disto se faz a seco, nada como uma bela surpresa chegada do Redondo, um Porta de Santa Catarina Tinto, de 2015. Verdadeira maravilha!

vinho_porta_de_santa_catarina.jpg

 

Bom fim de semana,

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


19 comentários

Imagem de perfil

MJP a 18.10.2019

Olá, R.! :-)

Excelente partilha! :-)

Já agora, se mandasses para cá um pedacito de chuva... a minha horta ficaria grata (e eu, também)! ;-)

Bom fim-de-semana!

Beijo
Imagem de perfil

Robinson Kanes a 18.10.2019

Hi MJ,

Vou empurrar as nuvens aí para baixo :-)

Beijo e bom fim de semana,
Imagem de perfil

Folhasdeluar a 18.10.2019

Já temos duas coisas em comum. estou a ler Vergílio Ferreira - Rápida a Sombra - também das obras completas. E o vinho ...como bom alentejano aprecio vinho...mas de todas as regiões do país...este Santa Catarina, alentejano parece-me boa escolha...seleccionada..;)))abraço e bom fim-de-semana...
Imagem de perfil

Robinson Kanes a 18.10.2019

E que tal está a ser? Não é fácil encontrar apaixonados pela obra de Ferreira e dentro desses, alguns só se ficaram pela "Apariçao" e "Manhã Submersa".

O vinho é obra da minha mãe que me trouxe esta jóia. Pouco conhecido mas de não deixar a garrafa vazia.

Abraço e bom fim de semana,
Imagem de perfil

Folhasdeluar a 18.10.2019

Terei que inventar uma palavra para descrever a beleza que é ler V.F. simplesmente...fantasistástico...
Imagem de perfil

Robinson Kanes a 18.10.2019

"A leitura de um romance não se tornou mais difícil pelo tempo que se perde, mas pelo tempo que não se ganha".

Vergílio Ferreira, in "Do Mundo Original"

:-)
Imagem de perfil

Folhasdeluar a 21.10.2019

Verdade...perder tempo é...não ler o Vergílio...:)))
Imagem de perfil

Luísa de Sousa a 18.10.2019

Bom Fim de Semana Robinson.
Excelentes sugestões!!!
Imagem de perfil

HD a 18.10.2019

Que Santa Catarina atenda os nossos pedidos... ;-)
Imagem de perfil

Robinson Kanes a 19.10.2019

Olha que dá vontade de lhe fazer muitos pedidos... :-))
Imagem de perfil

cheia a 18.10.2019

70 anos é obra! Mas, a justiça ainda é mais lenta.
Bom fim-de-semana
Imagem de perfil

Robinson Kanes a 19.10.2019

Isso é um problema de séculos...
Bom fim de semana,
Imagem de perfil

José da Xã a 20.10.2019

Melhor ainda que o antigo Ministro é outro ex-ministro de nome António Barreto que creio já aqui ter falado nele.
Ambos falam de um país que os políticos não conhecem ou não querem conhecer.
Forte abraço.
Imagem de perfil

Robinson Kanes a 20.10.2019

O segundo vê um país mais moldado pela ideologia... Deve ser por nos dar a impressão que é o único sociólogo do país ;-)
Imagem de perfil

Maria Araújo a 20.10.2019

Uma boa semana.

Comentar



Mais sobre mim

foto do autor





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Pesquisar

  Pesquisar no Blog





Mensagens

Copyrighted.com Registered & Protected 
CRD7-BFJD-IWHB-ZXDB