Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Não Vou Falar de Mulheres!

por Robinson Kanes, em 08.03.17

IMG_7881.jpg

 Cartaz Alusivo à Mobilização na Segunda Guerra Mundial, London Imperial War Museum

Fonte da Imagem: Própria

Não vou falar de mulheres! 

 

Mas como não falar de mulheres? Na verdade, mais de metade dos meus seguidores são... mulheres.

 

Hoje é um dia especial para as senhoras e poupem-me aqueles jantares e euforias de emancipação em que vale tudo desde andar aos gritos num restaurante até apanhar uma valente "carraspana" só... porque é "Dia da Mulher". Tal não é celebrar a mulher, quando muito é celebrar a parvoíce que é comum a homens e mulheres.

 

Anda por aí o mote de uma greve, confesso que não acompanhei esse assunto, mas... greve de? Porque se é mulher? Eu diria que é mais uma espécie de jantar com comida, vinho e gritaria à mistura e com poucos efeitos práticos.

 

Não posso falar sobre o que é o "ser mulher", não o sou, quando muito sou um espectador. Lembro-me agora de uma iniciativa que está a ser feita numa fábrica deste país, em que uma mulher, contra o status quo do oferecer flores e afins, desenvolveu um projecto, baseado numa iniciativa das Nações Unidas, que visa a mobilização de todas as mulheres tendo em vista a melhoria da fábrica e para isso avançou com um conjunto de iniciativas que vão desde o debate de ideias até implementação das mesmas. E o foco, não assenta somente em cargos de chefia, mas em linhas de montagem, segurança e limpeza. Infelizmente, ou felizmente, essa mulher não é uma networker nem se expõe em redes sociais, diz a mesma que, o seu lugar  é com as suas pessoas e não tem tempo para trocar o trabalho e a responsabilidade por uma passerelle vazia de conteúdo. Aqui lhe deixo a minha homenagem!

 

Por fim, uma nota a propósito do "Dia da Mulher": tenho assistido a anúncios de iniciativas que visam a valorização e homenagem à mulher, no entanto, numa óptica de que as únicas mulheres de valor são aquelas que ocupam cargos de relevância, muitos deles atingidos sem qualquer mérito. Entre muitos casos, infelizmente, destaco o de um folheto de uma Câmara Municipal, a do Montijo, em que serão homenageadas somente as mulheres com cargos de direcção na respectiva instituição e também com cargos de coordenação em agrupamentos escolares... isto é pensar nas mulheres do concelho. 

 

Se é para homeagear, vamos homenagear todas as mulheres, desde a senhora da  limpeza que limpa a lama que as rodas da minha bicicleta deixa no chão - e ainda me sorri - até à senhora que lidera uma grande organização. No fundo... lá bem no fundo... as diferenças até são poucas. Pode ser que, no "Dia da Mulher", mulheres e homens, mais que seres distintos no sexo (sim, género é para palavras) sejam mais iguais no respeito, humanidade, trabalho e educação. Nós homens, sem elas, nesse campo, também não seremos nada.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Imagem de perfil

De Rita PN a 08.03.2017 às 11:09

Nem outra postura esperaria da tua parte, querido Robinson.

Metade dos teus seguidores são mulheres. Fantástico. Prova de que nós, mulheres, não somos menos inteligentes que vós, homens, como afirmou uma certa e determinada personalidade detentora de um alto cargo político.
Se hoje, no Montijo, se homenageiam mulheres com carreiras de topo, como explicar a existência de irracionais desumanos que também lá chegam?

Enfim.
A respeito da senhora da fábrica, dez vénias minhas! Haja alguém que nos encha de orgulho, mesmo sem conhecermos.

Por último, é triste, para mim, a existência deste dia internacional. Não comemoro (muito menos em jantares cheios de esterismo e de chamadas de atenção, vestidas ou nem tanto, das mais diferentes formas) , presto somente homenagem à minha maneira, a quem tanto lutou para o que o mesmo se assinalasse.
Se este dia existe, à discrepância entre ser-se homem e mulher se deve. Não estivesse escrito na história, não se continuasse a escrever no presente (já com enormes vitórias e mudanças) e não se prevesse no futuro, e este dia não se assinalaria.

Tal como o homem precisa da mulher, a mulher também precisa do homem. Caso contrário, a própria seleção natural se teria encarregue de eliminar um dos dois. Se ambos existem, é porque assim tem que ser. E se assim é, então talvez estejemos ambos, no mesmo patamar de existência, não?

Obrigada, mais uma vez!

Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Mensagens

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Pesquisar

  Pesquisar no Blog



subscrever feeds




Copyrighted.com Registered & Protected 
CRD7-BFJD-IWHB-ZXDB