Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Na Vanguarda da Indústria 4.0

por Robinson Kanes, em 16.08.17

 

Captura de ecrã 2017-07-25 às 185840-2.jpg

 

Fonte da Imagem: indeed.pt

Captura e Edição da Imagem: Própria

 

 

Perante a entrada na "4ª Revolução Industrial" ou  "Indústria 4.0" (agora convecionou-se chamar as novidades ou as mudanças sociais desta forma como se toda e qualquer alteração ou evolução fosse uma nova versão de software) existem organizações que já se assumem como seguidoras do novo modelo. Algumas até já procuram autênticas máquinas e cyborgs, contudo, ainda 100% humanos... O futuro está aí e existem organizações que já estão na vanguarda.

 

P.S: não sei se foi uma máquina que escreveu, eu sugeriria "admitem-se máquinas".

Autoria e outros dados (tags, etc)


32 comentários

Imagem de perfil

Robinson Kanes a 16.08.2017

Também gosto de pensar assim e não sou anti-máquinas, longe disso... No entanto, o futuro não se avizinha muito fácil nesse contexto, aliás, são os próprios responsáveis pelo desenvolvimento destes sistemas que fazem o alerta... Já existem máquinas autónomas :-) - emocionais e racionais, isso é uma outra discussão que deixo para um futuro artigo...
Imagem de perfil

Rita PN a 16.08.2017

http://www.dn.pt/sociedade/interior/a-revolucao-tecnologica-pode-destruir-50-dos-empregos-8683337.html

Muito de encontro ao futuro.

Aguardando esse artigo. Embora um pouco ausente vou sempre espreitando o que tens escrito. Tenho uns comentários em atraso que tenho que por em dia. Porém, não está fácil. (As máquinas ainda não o fazem por mim ahahaha)
Imagem de perfil

Robinson Kanes a 16.08.2017

Estive a ler... A minha opinião, e vale o que vale, pois o senhor "só" é o Presidente do IST.

A discussão em torno de Gates e Jobs em minha opinião é ridículo, isso é para amadores, um especialista não entra nesse registo. Também não concordo quando coloca "Deus" fora da equação cientifica. Temos de pensar "Deus", sobretudo para responder à questão de que "ele" provavelmente nem existe. Em investigação temos de contar com todas as variáveis, mesmo aquelas que "negamos".

Deitar abaixo António Damásio? Revela uma pequenez total, não é só nas artes que existe a "dor de cotovelo"!, também na ciência, se existe. Só dá razão a Damásio quando este deixou o nosso país e foi para os EUA, tendo aí o seu trabalho visto o reconhecimento. Mas até percebo porque é que António Damásio sai desvalorizado, sobretudo quando logo a seguir se percebe que este senhor que explorar o campo das "emoções", pelo que é bom afastar a concorrência...

Detecto aqui uma contradição:

"Quem acha que um dia vai saber o funcionamento de cada parte do cérebro, que haverá um mapa, está errado porque aquilo é uma confusão enorme. Mas um computador moderno também o é e ninguém é capaz de dizer quais são os bits que são responsáveis por isto e por aquilo.".

vs

"A forma como o ser humano evoluiu é tão complexa e demorada que levaremos anos ou séculos para chegar àquilo que os cientistas querem?

Acho que não. (...) Mas não vejo razão para esperar tanto tempo porque esse processo de evolução foi um processo não dirigido, enquanto um processo dirigido será muito mais rápido. Uma das ideias mais recorrentes é arranjar um computador tão poderoso que se consiga reproduzir um processo evolutivo mais rápido do que o processo real, portanto não vejo razão para acreditar que demore dezenas ou centenas de milhares de anos. "

Encontro aqui outra questão à qual um especialista devia ter ido mais longe e questionado mais:

"A formatação digital não vai contra a vontade de ser livre do homem?

Vai contra um desejo natural que é a privacidade - já perdi a minha -, mas a minha liberdade não. Temos de estar habituados e, desde que façam coisas legais, a liberdade não é muito cortada."

Legalidade, Liberdade e Privacidade são temas muito voláteis e com uma abrangência e interpretação bastante vastas... Temos de ter cuidado quando dizemos que a liberdade não é cortada se só fizermos coisas legais.


"Perguntou-me sobre o futuro distante... Sobre o futuro próximo tenho uma ideia mais clara, mas sou da opinião de que a inteligência artificial e a tecnologia em geral vão eliminar muito mais empregos do que os que vão criar. Não tenho grandes dúvidas sobre isso, porque se os economistas dizem que a Revolução Industrial destruiu muitos empregos mas criou mais, tal como as tecnologias sucessivas, a verdade é que nenhuma destas revoluções tecnológicas criou sistemas com a capacidade do ser humano. "

Totalmente de acordo... Resta saber é como vamos gerir...

Apenas a minha opinião em relação a este artigo, pois a IA preocupa-me apenas do ponto de vista da segurança e dos impactes na sociedade. Existirão os especialistas no desenvolvimento da mesma que podem dar um contributo bem mais interessante que o meu.

Há sempre tempo para passar por aqui e eu próprio sou um exemplo de IA desenvolvido num laboratório ultra-secreto situado por debaixo da vila do Samouco :-)

Comentar



Mais sobre mim

foto do autor



Instagram



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sardinhas em Lata

Todas as Terças, aqui! https://sardinhasemlata.blogs.sapo.pt/

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Pesquisar

  Pesquisar no Blog





Mensagens







Copyrighted.com Registered & Protected 
CRD7-BFJD-IWHB-ZXDB