Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mínimo... Muito Mínimo...

por Robinson Kanes, em 05.02.19

vieira-da-silva.jpg

Créditos: https://jornaleconomico.sapo.pt/noticias/vieira-da-silva-garante-que-vai-resolver-atrasos-nas-pensoes-no-primeiro-semestre-404764

 

Poderia abordar o porquê do salário mínimo em Portugal ser baixo mas também não poder ser mais elevado devido a outros factores como a produtividade e a má organização do trabalho em Portugal - também temos de ter em conta que se o salário mínimo em Portugal não é mais alto se deve ao facto da cultura do querer o mais barato (excepto se gadgets e automóveis) ou até da aquisição título gratuito.

 

Mas, mais que o salário, existem indivíduos que são mínimos e, entre os pingos da chuva, vitórias do Benfica, populismos dos anti-populistas, lá passam sem ninguém dar por eles. Um deles é o ministro Vieira da Silva, um herdeiro do período socrático (mais um daqueles que desconhecia um sem número de irregularidades) e que acha perfeitamente normal a existência de portugueses de segunda e portugueses de primeira - pelo menos, nesse aspecto, é fiel à Constituição, outro marasmo que tem travado o desenvolvimento do país com revisões ténues e nada profundas. 

 

Estabelecer um salário mínimo para a função pública e outro para o sector privado é, no mínimo, uma afronta a todos os que trabalham no sector privado. Mais ainda é o argumento de que no sector privado também existem diferentes patamares salariais. Existem, como existem na função pública mas são em mercado livre e sem interferência estatal e negociados entre empresários e o colaboradores - além disso, mais uma vez, estão sempre sujeitos a um patamar... mínimo.

 

Em ano de eleições o Governo voltou aos tiros no pé, no entanto, por incrível que pareça, os portugueses deixaram passar mais este atentado à sua cidadania - o Governo sabe, Vieira da Silva também sabe, os partidos que suportam o Governo sabem... Sabem que o funcionário público é um votante fiel, que não é dos que mais se abstem e que ainda é uma das grandes massas da população sob o jugo de sindicatos e influências partidárias e isso pode mudar uma votação por completo.

 

Entretanto, as reformas estruturais do Estado vão ficando na gaveta e as políticas de desenvolvimento a longo prazo no papel... Entretanto, os mesmos dinossauros (e não são nada raríssimos) vão ocupando um espaço que, quais eucaliptos, não hesitam em secar, não só em termos económicos mas em termos de ideias e modernidade! Entretanto... Temendo que o futuro fique nas mãos de outros lá vão deixando os seus tentáculos... Mariana Vieira da Silva e Sónia Fertuzinhos são dois exemplos...

 

É motivo para dizer, mínimo... muito mínimo...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


21 comentários

Imagem de perfil

Ana a 05.02.2019

Entretanto o Zé Povinho (leia-se EU) tenta fazer milagres com o salário mínimo nacional !
Imagem de perfil

Ana a 05.02.2019

O meu , tristemente €600 (aumentou este mês)
Nem sei se ria ou se chore...
Vou rir
Imagem de perfil

Ana a 05.02.2019

E trabalho 40 horas .... Vou rir mais um bocadinho , para não chorar ...
Imagem de perfil

J.B. a 05.02.2019

E a estratégia de ir pondo uns trabalhadores contra os outros e enquanto isso ir cometendo mais uns "atentados" ao trabalho com direitos e ir passando entre os pingos da chuva... faz-me lembrar a história das 35 horas, em que andava meio mundo a criticar outro meio, exigindo que trabalhassem tantas horas quanto eles. Já eu dava muito para ver o meu dia de trabalho com menos uma hora.
Imagem de perfil

Robinson Kanes a 05.02.2019

Enquanto existirem dois pesos e duas medidas as coisas não vão mudar.

Andamos muito agarrados a práticas laborais completamente arcaícas e as políticas acompanham e promovem tal facto...

No entanto, o futuro promete agitar as águas quer para o bem quer para o mal...

Obrigado pelo comentário ;-)
Sem imagem de perfil

P. P. a 05.02.2019

Essa diferença entre o público e o privado… Please!
Ah, os interesses de alguém, como sempre.
Enfim :(
Imagem de perfil

Robinson Kanes a 06.02.2019

É preciso ceder e manipular em ano de eleições...
Imagem de perfil

cheia a 05.02.2019

Parece que estamos condenados, não passamos disto. Dão com uma mão, tiram com as duas!
Imagem de perfil

Robinson Kanes a 06.02.2019

Nem damos por ela, dá trabalho...
Imagem de perfil

O ultimo fecha a porta a 06.02.2019

Nem conhecia esta polémica... mas de facto não faz sentido. Até porque o horário no serviço público comum é mais reduzido, existe ADSE, não existe risco de ser despedido e outros benefícios que os privados não têm. No entanto para quem tem ambições profissionais, ou pertence às Jotas ou então o público não é opção.

A família César é outra quem tem ramos e ramos, mas nada lhes acontece. O apelido e o telefonema superam-se ao currículum e competência.
Imagem de perfil

Robinson Kanes a 06.02.2019

As "jotas" são perfeitas para quem não quer ter muito esforço na vida e sempre tem a hipótese de ser um político profissional, alheio da realidade que apregoa querer proteger.

Essa família é outra que governa como quer e usufrui do bem público como bem entende... Mas existem muitas mais que lá vão impunemente "defendendo" os interesses dos cidadãos.
Imagem de perfil

O ultimo fecha a porta a 06.02.2019

Recordo-me que há tempos partilhaste uma experiência que ocorreu ctg numa entrevista que foste para um cargo num serviço do Estado.
Imagem de perfil

Robinson Kanes a 07.02.2019

Foi apenas uma, até que desisti... E acho que foi o melhor.
Imagem de perfil

João Sousa a 07.02.2019

Vieira da Silva desconhecer as irregularidades que se passaram durante o socratismo é natural. Afinal, ele também desconhecia as irregularidades que se passaram durante o seu período na Assembleia Geral da Raríssimas. Vieira da Silva tem um curioso talento para desconhecer o que acontece à frente do seu nariz.

Só acho que qualificares Vieira da Silva como um "herdeiro do período socrático" é encurtar a já longa carreira artística do cavalheiro: ele vem dos tempos ancestrais do guterrismo, durante o qual teve várias secretarias de estado. Aliás, se é verdade que muitos dos que estão agora no e à volta do governo são sobreviventes do socratismo, também é verdade que muitos destes sobreviventes foram postos em palco por Guterres. E sempre me pareceu injusto para este ninguém recordar a sua responsabilidade na criação de tão ilustre grupo de indivíduos.
Imagem de perfil

Robinson Kanes a 07.02.2019

A amnésia tem sido uma constante por terras lusas, já no caso BES ninguém se lembra de nada...

Tens toda a razão e perdoa o meu erro, é que esqueço que a este senhor, o estatuto de "dinossauro" já não lhe assenta sob pena de ser considerado demasiado jovem.

Raríssimas? Esse é mais um caso que já ninguém se lembra, e para os do costume, ainda bem...

Imagem de perfil

Maria Araújo a 08.02.2019

A classe média esquece que ainda estamos em crise, vive como se o dinheiro viesse da uma mina ( banca), este governo veio dar aquilo o que anterior tirou, parece que estamos na república das bananas, quando tal isto estoura, vamos ficar pior que antes.
Bom fim-de-semana.
Imagem de perfil

Robinson Kanes a 08.02.2019

Taxas de juro...

Bom fim de semana...
Imagem de perfil

José da Xã a 10.02.2019

Robinson,

Quando o Professor Cavaco retirou o entrudo como feriado foi a sua queda.
José Sócrates deu aumento de ordenado à FP no ano de eleições.
Pois todos os políticos sabem que a FP é uma força que dá para ganhar e perder... eleições!
A questão do ordenado mínimo mais baixo para os privados é um favor à indústria portuguesa. Digo eu!
Abraço.
Imagem de perfil

Robinson Kanes a 11.02.2019

É um favor a todos, quer no sector público quer no privado... Estar bem com Deus e com o Diabo...

Comentar



Mais sobre mim

foto do autor



Instagram



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sardinhas em Lata

Todas as Terças, aqui! https://sardinhasemlata.blogs.sapo.pt/

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Pesquisar

  Pesquisar no Blog





Mensagens







Copyrighted.com Registered & Protected 
CRD7-BFJD-IWHB-ZXDB