Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




1.jpgCréditos: http://coveteur.com/2018/06/24/best-looks-new-york-gay-pride-parade-2018/

 

Em tempos, por aqui, assumi a minha sexualidade. Não foi fácil e até me valeu uma valente discussão e a fuga de uns 6 seguidores. Consultando esse artigo, penso que terão uma clara noção de como vejo as coisas. Se me quiserem chamar homofóbico, sintam-se livres para tal, todos os homossexuais e lésbicas que no dia-a-dia comigo convivem dirão imediatamente o contrário. Será mais fácil assim, e sempre se é mais sério do que aqueles que hoje em dia comentam e fazem humor fugindo a estas questões, mas um dos trunfos do sucesso, há bem poucos anos, foi, passo a expressão, descascar na homossexualidade e até nas raças... Não é Ricardo Araújo Pereira e outros tantos? Mudam-se os budgets, mudam-se as convicções...

 

Tudo o que é em excesso, nomeadamente a busca da igualdade, tende a cair no ridículo a criar uma diferença ainda maior, vejamos um exemplo: em quantas cidades não temos guetos destinados a indivíduos que não se identificam com aquilo a que chamam "norma" (está entre aspas)? Na verdade, o hype veio para ficar o que tem levado a que a igualdade se torne cada vez mais a diferença! Experimentem fazer uma parada de "machos" desnudos na rua e vão ver as dificuldades que terão, já o contrário! Lembrem-se que andamos a proibir o piropo...

 

Imaginem que a vossa personalidade e forma de estar é sempre a de que são "machos" (ou mulheres daquelas assim bem frias) e preparem-se para a censura social - façam, contudo, toda a vossa vida girar em torno do facto de que se é gay e vão ver os resultados. É óbvio que tal também só acontece em determinados meios, nomeadamente urbanos... Reconheço também que noutras localiações ainda é algo que merece uma reflexão.

 

Outra das questões está relacionada com o efeito hype que já chegou a muitas empresas, inclusive multinacionais que aderiram à moda e até alteraram logótipos para que as "cores gay" possam estar presentes.

 

Não deixa de ser interessante, pois são muitas dessas organizações que, em algumas situações fazem discriminação de género (masculino/feminino), estrato social e até idade... Não deixa de ser interessante que, numa sociedade onde alguém com mais de 30/35 anos já tem dificuldade em conseguir um emprego porque é velho, este tema seja um autêntico tabu e os hypes coloridos uma prioridade! Em termos de recrutamento, mais do que ser preto, cigano, amarelo ou gay, o importante é ser profissional... Em algumas situações nem entendo tanto alarido porque a entrada é directa (cunha).

 

Chegamos ao cúmulo de organizar "gay parades" e "obrigar" todos os colaboradores a estarem presentes! Portanto, aquilo que é uma orientação sexual minoritária, passa a ser uma imposição à maioria que tem de estar presente numa festa em que se faz a apologia de determinada orientação sexual! Não estamos a falar de um ano de vendas, ou da celebração do Verão... De facto, em muitas situações, é puro brand awareness e a cúpula nem partilha de tais ideais, no entanto, as coisas estão a acontecer. Raramente vejo festas africanas para as senhoras da limpeza! Raramente vejo festas dos balcãs ou de leste para as empregadas de housekeeping nos hotéis... Raramente vejo festas para os "velhos"! Lembro-me em tempos, de ter visitado uma organização empresarial portuguesa, daquelas que estão na moda, e onde a directora de marketing exaltava a responsabilidade social da mesma dizendo que faziam muito pelo bairro social que ficava ao lado do "business park" ("business park", só pinta) - não faltava oferta nas limpezas para as senhoras daquele bairro! 

 

Temo que, no longo-prazo, a euforia se transforme em ódio quando, nos tempos actuais, e sobretudo no ocidente, um cidadão homossexual, por exemplo, não é mais nem menos que um outro qualquer cidadão! Quando chegarmos a essa conclusão, finalmente, teremos chegado àquilo que é a perfeição em termos de "integração" se assim quiserem entender... Ninguém dá pela diferença, no entanto, para isso, é preciso mais cidadania e menos euforia e... em alguns casos conter a tentação de querer ser diferente para que as redes sociais possam reagir.

 

Importa recordar, e a título de exemplo, que em Inglaterra, um aluno foi expulso de uma sala de aula e depois da escola, porque defendeu perante o professor que só existem dois sexos: masculino e feminino... 

 

Em suma, mais do que uma opinião vincada, procuro criar um ambiente para a reflexão, até porque estou cansado de ver opiniões e actuações de sentido único...

Autoria e outros dados (tags, etc)


71 comentários

Imagem de perfil

De Sofia a 16.07.2019 às 12:25

Oh, Kane!🤣🤣🤣 Agora vou ler.
Imagem de perfil

De Sofia a 16.07.2019 às 12:43

Adorei o título! Hoje quase que parece que ser gay é moda.🤣🤣🤣 Atenção, nada contra.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 16.07.2019 às 12:58

Quanto ao ser-se Homem (no sentido de ser-humano) ou cidadão, parece que é uma moda que tarda...
Imagem de perfil

De Sofia a 16.07.2019 às 13:01

Uma vez apanhei.uma rapariga no autocarro, com um crachá a dizer que era heterossexual.🤣🤣
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 16.07.2019 às 13:12

Essa desconhecia... Só os crachás das grávidas no metro, por exemplo em Londres.
Imagem de perfil

De Sofia a 16.07.2019 às 13:21

No início nem conseguia ler tudo! Pensei, que tinha surgido uma modalidade nova.🤣🤣🤣
Imagem de perfil

De Sofia a 16.07.2019 às 16:37

Já li o texto! É digno de destaque, mas não o devem fazer para não sensiblidades. Suscrevo as tuas palavras. Se há coisa que odeio é o exibicionismo, seja de que tipo for. E a comunidade gay, está a exagerar. Nos heterossexuais, não fazemos marchas. Este tipo de coisas, só apela a outro tipo de racismo.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 16.07.2019 às 16:42

Por vezes o SAPO (página principal, é importante dizer) até destaca umas coisas minhas...

Não fere sensibilidades... É importante falarmos das coisas como elas são, só assim conseguimos evitar males maiores... A verdade é que o discurso exagerado (e o medo de falar) está a alimentar extremismos que no longo prazo podem ter repercurssões graves.

Veja-se o que está acontecer (e com várias frentes) na Hungria, Rússia, Polónia, Estados Unidos, Itália e França... De repente, em vários campos vemos facções a trocar galhardetes sem ninguém perceber muito o porquê...
Imagem de perfil

De Sofia a 16.07.2019 às 16:59

Tu és das pessoas que merecem ser destacadas! A extrema direita está a crescer na Europa, assustadoramente! Um dos motivos é incentivar a diferença por obrigacão e a terem que ter mais " direitos" do que qualquer cidadão...
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 16.07.2019 às 17:03

Obrigado (verdadeiramente).

Vamos ver... Este balanço entre extremas (esquerda e direita) ainda vai dar muito que falar... Uma mais protegida e aceite que a outra... Só lamento uma coisa: que em pleno século XXI ainda falemos de esquerda e direita...
Imagem de perfil

De Sofia a 16.07.2019 às 17:11

Sou muito frontal! Posso nem sempre concordar contigo, mas és uma pessoa séria e com bom senso. Respeito isso! As pessoas esquecem-se da história...
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 16.07.2019 às 17:20

Já deu para ver :-))))

Obrigado, caríssima... Muito obrigado!
Imagem de perfil

De Folhasdeluar a 16.07.2019 às 12:26

A mim não me interessa a sexualidade dos outros. Para mim o lugar comum, "cada um é como é",é o que prevalece. Em pequeno tive uma lição que nunca esqueci e que me serviu para toda a vida. Nessa lição que aprendi, vi um negro a ser ostracizado numa festa de rua, e o meu pai chamou-o para a nossa mesa, foi uma daquelas situações que nos marcam mais que as palavras. No entanto confesso que não percebo estas marchas de orgulho. A mim, que sou um pouco lerdo, parece-me que servem mais para descredibilizar os gays do que para lhes dar seriedade. Um homem pode ser gay. Pode casar com outro homem. Pode fazer uma vida familiar como faz um casal hetero. Acho ridículo que os gays tenham que vir para a rua mostrar a sua sexualidade. Enfim, volto ao lugar comum, "cada um é como é", se eu acho ridículo, eles certamente não acham, por isso, que vivam as marchas gay.
Imagem de perfil

De P. P. a 16.07.2019 às 12:33

Concordo.
Curiosamente recordei algo semelhante, pelos meus 15 anos, com uma família muito pobre. Como se a pobreza fosse doença contagiosa. :/
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 16.07.2019 às 12:56

Ainda é... Ainda existem empresas que têm isso em conta... Normalmente portuguesas, então o pequeno empresário... Paradoxalmente, também existem muitos que preferem os pobres para poderem exercer uma espécie de domínio...
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 16.07.2019 às 12:55

O seu pai era como o meu... Muitos desconhecidos comeram à nossa mesa... Muitos também cuspiram no prato, mas isso é outra história :-)

Retenho e sublinho as suas palavras, cada um é como é... Caso contrário, tem a CRP para fazer valer os seus direitos.

Obrigado pela partilha...
Imagem de perfil

De Sofia a 16.07.2019 às 17:03

Concordo! Acho ridículo.
Imagem de perfil

De P. P. a 16.07.2019 às 12:27

A aceitação não é mais do que uma aparência. Apesar de divergirmos neste tema, também não defendo os desfiles realizados. A aceitação conquista-se e adquire-se, mostrando a normalidade da diferença (quem não tem diferenças?) dentro da comunidade, do grupo de amigos...
Defendo a integração de diferentes orientações sexuais num mesmo espaço, sem qualquer rótulo. Trabalho há tantos anos com diferenças, ainda que na sua maioria, de ordem mental.
Importam-me as práticas, os valores, os contributos. Não concordo com a teoria dos "machos", que me faz lembrar alguns dos nossos ancestrais. Idem, no atinente às fêmeas.
Não sou a favor de uma sigla que há pouco tempo aprendi ter um "+": LGBTI+ Um transexual, por exemplo, debate-se com realidades bem mais dolorosas do que G e L (para mim, ambos homossexuais).O aspeto mais ou menos efeminado pouco ou nada me diz. Relativamente a este aspeto, quantos doentes oncológicos não adquirem contornos bem diferentes dos que tinham? Ainda que ligeiramente, a minha mãe é exemplo disso: a boca está ligeiramente inclinada, não pode usar prótese, tem marcas da enxertia realizada e... pêlos na boca, na zona da bochecha.
Olhemos e caminhemos na luta por denominadores comuns, entre eles, a paz, a democracia, a saúde, educação, ambiente, ...
Imagem de perfil

De Folhasdeluar a 16.07.2019 às 12:48

Também concordo e digo, em vez de marchas gay, marchem pelo respeito mútuo, sem complexos nem discriminações.
Imagem de perfil

De P. P. a 16.07.2019 às 12:49

Exatamente!!!!
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 16.07.2019 às 12:57

Caríssimo! Palavras para quê! Belo texto!
Imagem de perfil

De P. P. a 16.07.2019 às 13:03

Consegui escrever um texto?
Só agora me apercebi que nem o li, ao publicar. Além de uma fase altamente stressante, a minha deceção com o Sapo Blogs tem aumentado significativamente.
Abraço
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 16.07.2019 às 13:16

Sim, um bocado longo, vá... Esticaste-te à grande... vá... ahahahahahahahah

Estou a brincar... Foi muito importante, sobretudo para percebermos muita coisa e para que, quem nos lê, também nos comentários possa encontrar muitas respostas. Quando são bons comentários, não raras vezes, tornam-se muito melhores que o texto.

Então, mas ainda dura? Pensa assim... Tens a malta que te segue, outros que o virão a fazer... E além disso, nunca saber verdadeiramente quem te lê. Olha que entre meia dúzia que nos acompanha e que até tira alguma coisa da cabeça e meio milhão de tolos, prefiro os primeiros... Além disso, é mais interessante em termos de debate e aprendizagem (para mim, porque esta malta ensina-me muito...).

Abraço
Imagem de perfil

De P. P. a 16.07.2019 às 15:48

Debater, partilhar e aprender sempre foram pontos fortes da blogosfera. Mas tenho de ponderar meu velho WordPress ou Blogspot.
Embora esteja cansado (muito). Não sei se 2a ronda de vigilâncias começa amanhã ou a 17 e até agora, sem saber qual o serviço distribuído. Uns são professores de 1a, outros de 2a ou até 3a. Não fosse doença da minha mãe e estaria na minha (de quadro). Neste ano, uma vez mais, constatei a podridão do ambiente entre professores. Para quem escolheu sê-lo por vocação, o repúdio é inevitável. Assim como a vergonha
Abraço
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 16.07.2019 às 15:58

Entendo...

Sabes como é o sector público... Sempre muito democrático :-)

Entendo o que é gostares de fazer algo e reparares quão podre pode ser, como entendo...

Grande Abraço,
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 16.07.2019 às 15:51

Faço minhas as suas palavras neste seu comentário.
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 16.07.2019 às 15:50

Muito bem!
Percebo que, à medida que o tempo passa, mais valor dou a quem passa por situações difíceis, e as doenças deixam marcas que magoam quem por elas passa, e esqueça a "perfeição" que queremos impor-nos e ara que a sociedade não nos despreze.
Imagem de perfil

De P. P. a 16.07.2019 às 16:28

👍❤️
Imagem de perfil

De MJP a 16.07.2019 às 15:05

Olá, R.! :-)

"Em termos de recrutamento, mais do que ser preto, cigano, amarelo ou gay, o importante é ser profissional"

Plenamente de acordo!

Se cada um de nós assumir a responsabilidade de lutar contra a injustiça e discriminação (sobretudo, quanto afecta o outro e não, o nosso "umbigo"), construiremos, certamente, um futuro mais solidário e Humano (onde eu gostaria de viver)... em que as Pessoas não tenham rótulos... que sejam AMADAS, "simplesmente", por existirem (com as suas maravilhosas diferenças)!!!...

Dia Feliz!

Beijo
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 16.07.2019 às 15:09

Hi MJ,

Basta lutar pelos direitos dos cidadãos independentemente de tudo o resto... Um homem ou uma mulher são cidadãos, são seres-humanos, basta!

No entanto, a sociedade ocidental, actualmente, vive de rótulos, todos procuram ser diferentes mesmo que essa diferença passe por estar num grupo de milhões... Estranho ;-)

Beijo,
Imagem de perfil

De MJP a 16.07.2019 às 15:14

Olá, R.! :)

Exactamente!!!... "isso" basta... aliás, "isso" é Tudo! :-)

Não me revejo nas "aparências" do(s) mundo(s)... enfim... ;-)

Beijo
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 16.07.2019 às 15:43

Mundos, é o que não falta...

Beijo,
Imagem de perfil

De Cecília a 16.07.2019 às 15:31

«a directora de marketing exaltava a responsabilidade social da mesma dizendo que faziam muito pelo bairro social que ficava ao lado do "business park" ("business park", só pinta) - não faltava oferta nas limpezas para as senhoras daquele bairro!»



como eu adoro estas "fofas"... entre elas e as dótoras à la assistance social, venha o diabo e leve todas (estas piquenas só conseguem ter orgasmos a pensar na palavra "pobrezinhos").


hoje li (duas horas de espera para ser atendida tem os seus benefícios) um verso deveras interessante que irá dar post no nariz mas que já aqui fica em jeito de comentário ao inteligentíssimo texto apresentado pelo R. - e quem quiser perceber onde quero chegar, em relação a tudo e a todos, que perceba:


"É na rua que as pessoas se conhecem"

(Paulo da Costa Domingos in "Encantamento")
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 16.07.2019 às 15:45

Então Cecília, sabe que sem alguém mais pobre que nós, além de ficarmos sem salário também nos sentimos pobres... Olhe que foi bem perto de Lisboa, numa terra que agora tem um nome todo pomposo a armar ao "Silicon Valley".

Não tenha dúvidas... Não tenha dúvidas... Na rua e mais que isso, no dia-a-dia e no convívio. Porque existe muita gente na rua que também não é o que parece :-)
Imagem de perfil

De P. P. a 16.07.2019 às 15:50

Adorei o comentário, Cecilia.
Quanta (mas quanta) verdade.
Imagem de perfil

De Cecília a 16.07.2019 às 15:59

já tenho saudades de comentar no teu espaço.

mas percebo que andes a precisar de espaço.
Imagem de perfil

De P. P. a 16.07.2019 às 16:23

Podes comentar.
Não tenho escrito nada por aí além. No 3 período estive a substituir uma colega, num ciclo que não o meu, e trabalhei muito no projeto da Missão UP da Galp (ficámos nos 5 primeiros a nível nacional). No fim, e ao ter conhecimento do indeferimento do meu pedido de MPD (poder ficar numa escola mais próxima de casa para) constatei ter sido usado... Só ontem consegui apresentar recurso. Do projeto, que lavrei em 1h, não quis a luz de nenhum holofote. Dei-o à professora titular. Mesmo assim, senti a inveja de um núcleo exclusivamente feminino, que envergonha as mulheres com M.
Não tem sido fácil. Apoiar a minha mãe também não.
Quase de férias, preciso... de baixa. Mto provavelmente só em novembro terei conhecimento do meu recurso (como pode indeferir-se um pedido de mobilidade, por lapso num X, quando relatório médico, da JF e morada fiscal coincidem?)
Bjs
Imagem de perfil

De Cecília a 16.07.2019 às 16:27

lembras o que eu comentei, lá muito atrás, quando nos "conhecemos"? desisti do ensino sobretudo pelos "colegas"?. há-os assim em todos os lugares, bem sei, mas, no ensino, é dementemente crónico....

acredita que virá o dia em que a justiça divina - do universo, da vida, o que quiseres - se fará. se há coisa que não falha na terra é isso: plantio e colheita - colhe-se o que se semeia (e tu tens plantado coisa boa).
Imagem de perfil

De P. P. a 16.07.2019 às 16:32

Concordo a 100% com "dementemente crónico".
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 16.07.2019 às 16:00

A Cecília anda sempre com duas Desert Eagle, qual Lara Croft, atravessas-te no caminho... :-))))
Imagem de perfil

De Cecília a 16.07.2019 às 16:32

pode crer - e além de fazer uso até lhes atribuo nomes:

* hemisfério cerebral esquerdo
* hemisfério cerebral direito

Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 16.07.2019 às 16:36

Desde que não chateie muito a AK47, vulgo amígdala, está tudo bem...

ahahahahah

P.S.: esteve bem...
Imagem de perfil

De Cecília a 16.07.2019 às 16:40

com a amígdala sou uma verdadeira sniper...
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 16.07.2019 às 16:48

"Black Hawk Down"... "Black Hawk Down"... "Mayday"... "Mayday"...
Imagem de perfil

De Cecília a 16.07.2019 às 16:52

é uma questão de EGPWS

(TERRAIN PULL UP) ;)
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 16.07.2019 às 17:13

Diga isso à Boeing :-))))
Imagem de perfil

De Cecília a 16.07.2019 às 17:19

aquela que pôs o super Max no solo embora acredite piamente nele?
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 16.07.2019 às 17:31

Esse, ou então o gelado (realmente, que conversa, agora lembrei-me do Super Maxi... :-)))))

100 000 euros por cada um, e o caso fica fechado.
Imagem de perfil

De Cecília a 16.07.2019 às 17:32

meu caro, a ideia foi precisamente essa: pôr a lembrar do super maxi ;)

bullseye ;)
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 16.07.2019 às 22:01

"Man Down" :-)
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 16.07.2019 às 16:01

A brigada do chocalho... Como são conhecidas, em alguns meios, as assistentes sociais... E não é com chocalho de ferro...
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 16.07.2019 às 15:55

Não gosto de exibicionismo de grupos sejam eles gays ou heterossexuais, em exagero.
Tenho amigos gays, admiro-os muito, sobretudo, pela sua discrição.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 16.07.2019 às 15:59

Já somos dois... Alguns, e até de longa data, só fiquei a saber quando me apresentaram a cara-metade...
Imagem de perfil

De P. P. a 16.07.2019 às 16:26

Como bom exemplo, temos o blogue do CC, O Avesso de Mim
Ele fala de um casal normal, como é, sem bandeiras nem exibicionismos . E assim se conquista o respeito.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 16.07.2019 às 16:38

Não conheço, mas vou lá dar um salto...
Imagem de perfil

De Sofia a 16.07.2019 às 16:54

É isso mesmo! Eu gosto muito do Carlos, porque tem bom senso e fala da sua vida com normalidade. Não é exibicionista, nem ordinário. Detesto as chamadas" bichas histéricas". Só querem ser o centro das atenções...
Imagem de perfil

De P. P. a 16.07.2019 às 19:10

👍👍👍👍👍
Imagem de perfil

De cheia a 16.07.2019 às 23:19

O normal seria não ser preciso, não existir exibição!
Imagem de perfil

De Terminatora a 17.07.2019 às 14:57

Cresci com um amigo homossexual e tenho uma irmã que também tem um, e sinceramente eu nunca achei que fosse estranho ou anormal. Não sei explicar o porquê de nunca ter achado que fosse anormal. Sempre aceitei, sempre achei que fosse normal. Mas nunca se falou do assunto. Talvez porque eu gostava imenso deste meu amigo, talvez porque sempre senti um amor incondicional e até protector (ele sofreu imenso bullying e tentei sempre defendê-lo). Mas não se falava abertamente. Havia vergonha ou receio de o magoar e ser rejeitada. Tinha receio de perder este amigo.
Entretanto ele assumiu-se, senti um alívio por ele, até hoje somos grandes amigos e falamos sempre. É uma pessoa que admiro, porque nunca baixou a cabeça e apesar de tudo pelo qual passou, é feliz e faz a sua vida sem medos. E espantem-se, nunca participou numa marcha gay! E já, já tivemos cá perto umas quantas. Talvez porque trabalhe muito, não tem tempo para essas coisas. Tem a sua vida e seus objectivos.


É a nova geração.


A nova geração é mais "desavergonhada", malandra e barulhenta. Sentem-se inferiores, quando não têm motivos nenhuns para tal. Sim, ainda se vê casos de descriminação muito graves, mas têm que ser trabalhados nesses países, nesses sítios. Fazermos manifestações cá pela mudança noutro hemisfério, terá efeito zero! Já não se descrimina como antes, felizmente a educação está a mudar e as pessoas são mais tolerantes, mas tudo o que é demais.. É demais!

Muito bom texto!
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 17.07.2019 às 15:10

Olá Ressuscitada :-)

Obrigado pelo tempo que dedicaste a vir aqui :-)

"Talvez porque trabalhe muito, não tem tempo para essas coisas. Tem a sua vida e seus objectivos. "

Uma boa questão... Aliás, o teu amigo é uma pessoa como eu e tu e sendo realistas, "so what"? É de facto nesse patamar que está a resolução de tantas situações.

" Fazermos manifestações cá pela mudança noutro hemisfério, terá efeito zero! Já não se descrimina como antes, felizmente a educação está a mudar e as pessoas são mais tolerantes, mas tudo o que é demais.. É demais! "

Não diria melhor!

Obrigado, mais uma vez, pela visita :-)

Imagem de perfil

De Terminatora a 17.07.2019 às 15:23

Não consegui evitar uma gargalhada quando li "Ressuscitada"... :)

Meu espírito animal deve ser uma Fénix.. talvez daqui a uns tempos me identifique como tal!

Se houvesse mais maturidade, deixaríamos de perder tempo com palhaçadas. E se não nos importássemos tanto com opiniões alheias, seguiríamos com nossas vidinhas sem querer se afirmar perante os espectadores.
Mas lá está, pertenço a um grupo, e talvez também tu, ao qual meus colegas chamam de "weird". E há muitos anos se chamava "os Renegados" :)

Tal como diria meu compincha... I'll be back! só não sei quando :)
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 17.07.2019 às 16:19

:-)

Parece mesmo que sim... Por aqui, as portas estarão sempre abertas.


Já diz o povo, "essa é que é essa"... Andamos a usar e a abusar do tempo de antena.

Não me chamam, mas às vezes tenho a sensação que pensam isso ou algo bem pior :-))))))

"Please come back soon" :-)
Imagem de perfil

De HD a 17.07.2019 às 20:45

Estou muito à frente desta tendência das cores ahahaha
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 18.07.2019 às 08:58

ahahahahahahahah
Nem me lembrei ahahahahah
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 17.07.2019 às 22:51

O primeiro contacto que tive com a gay parade foi na minha recente ida a Bruxelas. Calhou de estar lá no sábado em que decorria o desfile carnavalesco. Mas é mesmo isso: um carnaval. Muito lixo no chão, barulho, animação, corpinhos à mostra. Se se debate a causa? Não, nem de perto disso.

No meu post penso que referi que que a bandeira gay estava presente nos principais edifícios e na montra das lojas de marcas multinacionais como a H&M. Se achava isto necessário? Não. Uma marca para respeitar as diferentes opções sexuais não tem que colocar bandeiras na montra.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 18.07.2019 às 08:59

É essa a ideia que tenho... Caramba, só eu quando vou a Bruxelas, e ultimamente também muito em França, dou sempre com desfiles mas é de "lixo" e pedras a voar...

Essa das bandeiras é qualquer coisa... Parece uma espécie de governo mundial.

Comentar



Mais sobre mim

foto do autor



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Mensagens

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Pesquisar

  Pesquisar no Blog






Copyrighted.com Registered & Protected 
CRD7-BFJD-IWHB-ZXDB