Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Jamaica Beat...

por Robinson Kanes, em 24.01.19

1323428.jpgImagem: www.publico.pt

 

Lisboa e arredores puderam, nos últimos dias, ter uma amostra do que é viver em Kingston e até no resto da verdadeira Jamaica: os portugueses acordaram para o facto de, embora a uma pequena escala, se conseguir em horas mobilizar centenas de indivíduos de bairros algo distantes entre si tendo em vista a prática de crimes violentos. Os barris de pólvora por cá também existem e paióis abertos a todos não existem apenas em Tancos.

 

Os portugueses também ficaram a saber que um ataque contra uma academia de futebol é terrorismo mas o ataque a polícias e o incitamente à violência contra as forças de defesa do Estado por parte de indivíduos desocupados, partidos/ajuntamentos políticos (alguns até suportam o actual Governo) e associações "pacíficas" é apenas um delito menor. Como frisam o Presidente da República e o Ministro da Administração Interna, o povo português é sereno... Sereno como se pudesse aceitar tudo e mais alguma coisa, desde que não seja o futebol, tudo é permitido e... Sereno.

 

Quem está à frente de associações como a SOS Racismo e de partidos políticos como o Bloco de Esquerda, entre outros, tem de ter cautela com o que publica e com o que diz, caso contrário, faz-nos pensar se a diferença entre fascimo, populismo, comunismo e uma certa extrema esquerda não é de facto uma semelhança. O ataque gratuito às forças políciais tem sido uma constante, isto talvez porque muitos partidos políticos não tenham a sua própria força policial, uma espécie de Stasi ou Milítsia. Também fico algo pensativo quando escuto o discurso de que todos os extremos são maus, no entanto, alguns ditos moderados começam a assumir um papel demasiado extremista...

 

Também é de estranhar que num país democrático, manifestações como as dos "coletes amarelos" sejam vistas como acontecimentos fascistas e populistas e este tipo de actos seja encarado como algo isolado e que não merecem tanta atenção. Se por um lado temos manifestações com um intuito claro de lutar contra um certo estado de coisas que nem sempre é o melhor, por outro temos violência gratuita. Mais grave é quando o mencionado Presidente da República, já em campanha eleitoral, adquire também a atitude de repudiar os primeiros e aceitar como normal os segundos. 

Também pergunto onde andavam os telemóveis dos membros de partidos do Partido Comunista e o Bloco quando a Polícia carrega sobre aqueles que defendem um país mais justo e menos corrupto? 

 

Mais uma vez, a polícia, em Portugal é um alvo a abater por determinados quadrantes políticos e sociais, a mesma polícia que nem sempre pode executar as suas funções porque presta serviço a esses mesmo quadrantes e aos "ópios" do povo - no entanto, pode ser que um dia a polícia seja tão pacífica e tão neutra que não actue sob pena de ser acusada de violência. Afinal, como refere  dirigente da SOS Racismo e assesor do Bloco de Esquerda, a Polícia é uma bosta... Que chatice zelar pelo bem público... A Polícia, essa sim, parece ser cada vez mais deixada à mercê de uma certa bandidagem e altamente solicitada quando alguém decide dizer que esta Democracia já teve (se é que alguma vez teve) dias melhores.

 

Cabe também apurar responsabilidades em termos sociais - afinal, que têm feito as instituições estatais, autárquicas e sociais no sentido de empoderar muitos dos habitantes destes bairros para que arranjem um emprego (muitos já o têm e são cidadãos exemplares) e possam comprar/arrendar as suas casas e assim acabar com estes guetos? Continua a preferir-se o assistencialismo e as recolhas dos bancos alimentares com direito a câmeras de televisão, permitindo assim que a taxa de empowerment seja maior - até porque cidadãos com mais empowerment questionam o status quo e exigem mais da política, algo mais que subsídios, exigem uma política séria.

 

No entanto, para mal de muitos, Portugal é um país que ainda respeita os seus polícias e não será uma minoria com assento parlamentar e uma ou outra instituição que conseguirá abalar este sentimento. Entretanto, os dias de violência continuam e o povo está sereno, isto até um polícia agredir um hooligan num estádio de futebol, aí é que vamos ter a revolta nacional ou bando de desocupados invadir um centro de treinos. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


19 comentários

Imagem de perfil

Cecília a 24.01.2019

em bom português: a grande parte do povo português é MANSO...

(felizmente para os políticos e eles sabem disso)

(infelizmente para a pequena parte do povo que não nasceu ou se tornou castrado)
Imagem de perfil

Robinson Kanes a 24.01.2019

É um termo interessante... :-)

Eu penso que o povo gosta de um certo assistencialismo, um pouco a lógica do "se eu não pagar não há stress, alguém me safa" , e mal ou bem, num país como o nosso as coisas acabam sempre por correr bem, até um dia... Prova disso é a loucura pós-crise se é que a crise chegou mesmo a passar - aguardam-se novos desenvolvimentos para breve e o resultado não vai ser bom.

Quem não se torna castrado tem uma tarefa ingrata: ou fica e luta pela vida ou cansa-se e sai.
Imagem de perfil

Cecília a 24.01.2019

sair é cansar e desistir e passar a ser castrado noutro sítio.

a crise nunca passa neste país. e agora que vem aí os reembolsos dos 2020... hehehehe... a sorte é que as notícias não vão revelar logo tudo porque estamos em anos de eleições...
deixam o assunto para o pós eleições...
Imagem de perfil

Robinson Kanes a 24.01.2019

Dependo do sítio... Não existe um local perfeito, mas sol, mar e bom clima não fazem uma vida, pelo menos para alguns.

Eleições? Já se faz campanha eleitoral aqui: https://24.sapo.pt/atualidade/artigos/ha-tres-anos-que-marcelo-mudou-portugal

Imagem de perfil

Cecília a 24.01.2019

eu migrei para perto do mar... reencontrei-me com o meu "eu" (seja lá o que isso for, por vezes, )

ando completamente OUT de coisas como cinema, teatro e certas "informações noticiosas" e pelos visto nem dei por ela que o País tivesse mudado... mas eu também não vejo a SIC e a TVI... logo, fico sempre atrasada em relação a mudanças...
Imagem de perfil

Robinson Kanes a 24.01.2019

Estar perto do mar é sempre bom ;-)

Esta foi-me enviada via skype por alguém que partilha de certas opiniões como eu. Ainda vou colocar isto num "artigo" :-))))

Televisão não tenho nem vejo... Ouvia as notícias na TSF, mas deixei-me disso esta semana. Além da parcialidade e tendencialismo, já me cansa colocar o futebol à frente de reais interesses nacionais e internacionais - com compatriotas mortos, violência nas cidades, não se pode abrir um espaço notícioso com, "o mais importante agora é saber os 11 do Porto e do Benfica para o jogo desta noite"...
Imagem de perfil

Cecília a 24.01.2019

bem... esse jogo deixou certos compatriotas mortos...

deixei de ouvir rádio há muito... tendenciosos, repetitivos ou então grupos de 4 ou 5 que mais parecem saídos dos corredores de uma C+S

Imagem de perfil

Cecília a 24.01.2019

P.S. às vezes quando me esqueço da "minha música" abro exceção para a Antena 2.
Imagem de perfil

Robinson Kanes a 24.01.2019

Antena 2 está lá... Embora sinta que é demasiado pedante. É uma rádio pública que passa a imagem de que é paga por todos nós para um público muito específico... Por vezes chega a parecer um desfile de intelectuais que falam de algo que só eles conseguem perceber - dito isto face a outros interlocutores.

Também digo isto, sabendo-se por aqui que sou apaixonado por música clássica e certos debates.
Imagem de perfil

Cecília a 24.01.2019

é preciso usar de compreensão. A Antena 2 em certas alturas parece-se com aquelas famílias de bem / velhotinhas que assistem aos concertos, recitais, óperas, etc., na primeira fila, com os seus casaquinhos de malha e perfumes "estridentes".

há que ter paciência com o meio tendo em conta o fim.
Imagem de perfil

Terminatora a 24.01.2019

Não acompanho notícias na televisão ou rádio. Mas tenho acompanhado algumas coisas através das páginas que sigo e que leio. Não sei se diria diários, porque já me parece revistas cor de rosa... Enfim!

Quando soube deste acontecimento fiquei tão, mas tão revolta pela atitude geral das pessoas. Não entendi o que tem o racismo a ver com o que aconteceu.
E políticos se aproveitarem destas situações para campanhas então é que me ferve tudo. Apetecia lhes agarrar pelos cabelinhos e pô-los aos "beijinhos".

Estou solidária com a polícia, mas tenho consciência que não é suficiente. Tenho a sensação que as pessoas estão a cegar e a perder o raciocínio e assusta-me pensar que os extremos possam vir a prevalecer.

Excelente artigo e a forma como expuseste o assunto. Que mais pessoas pudessem ler!
Imagem de perfil

Robinson Kanes a 24.01.2019

Hoje não se pode dizer nem fazer nada. Tudo serve para iniciar ataques a este e a outro. Com tanta igualdade nunca se criou ma desigualdade tão grande...

Espero que possam ler, concordar, discordar e discutir, embora tenha noção que não sou propriamente a pessoa que quem manda por aqui deseje ver divulgada, isto sem qualquer sentido depreciativo - tenho noção que sou eu que posso estar mal :-)

Obrigado :-)
Imagem de perfil

Terminatora a 24.01.2019

Como diz o outro: quem não deve, não teme.
Quando alguém se sente ameaçado tentará "esmagar" os outros para poder ficar por cima. Acontece em todo o lado, por isso não me admira que assim fosse aqui :)
Imagem de perfil

Mamã Gansa a 24.01.2019

Só para dar um exemplo. Numa das escoals onde trabalhei uma professora foi violentamente espancada por uma aluna. caso real e a professora em causa era minha colega em várias turmas. Não foi notícia de abertura dos jornais. Mas se a professora tivesse batido na aluna provavelmente era noticia de abertura com um qualquer "lead" como "professora racista agride aluna em sala de aula". Não vi os desacatos. Mas sei muito bem como se pode manipular uma imagem e uma opinião num meio de comunicação social.
Imagem de perfil

Robinson Kanes a 25.01.2019

Também eu sei, e muito... Muita gente na actualidade deve ter lido a cartilha de muitos regimes do passado...

Imagem de perfil

Maria Araújo a 25.01.2019

A polícia está na corda bamba, portanto.

Comentar



Mais sobre mim

foto do autor





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Pesquisar

  Pesquisar no Blog





Mensagens

Copyrighted.com Registered & Protected 
CRD7-BFJD-IWHB-ZXDB