Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




IMG_6147.jpgImagens: Robinson Kanes e GC

 

 

Se São Miguel é a ilha da Lagoa das Sete Cidades, as Flores são a ilha das sete lagoas... Visitar estas lagoas pode ser uma verdadeira aventura, não na dificuldade, são próximas, mas sim pelas mudanças bruscas de tempo. Foram as lagoas onde me apercebi que as mudanças são mais rápidas, apenas em segundos podemos ver, deixar de ver, voltar a ver e por aí adiante.

 

O ideal passa por ir de carro até perto de uma das lagoas e depois descobrir este mundo a caminhar. O mau tempo  (a não ser que esteja mesmo tempestuoso) não deve assustar, não é nada que uma roupa apropriada não resolva. As imagens com que nos deparamos rapidamente nos aquecem.

IMG_6094.jpg

Mas as lagoas, sim, as sete lagoas, são elas a Lagoa Negra, a Lagoa Branca, a Lagoa Comprida, a Lagoa Rasa, a Lagoa da Lomba, a Lagoa Funda e a Lagoa Seca

IMG_6118.JPG

Deixamos o carro na Estrada dos Ferros Velhos e começamos o percurso pela Lagoa Comprida e aquela cascata a debitar o precioso liquido - apaixonamo-nos. Pensamos em que mundo vivemos e questionamos muitas coisas, chegamos ao ponto de ter um cuidado extremo com o que pisamos sob pena de estragarmos algo único - e de facto é verdade! Pensamos na brevidade dos bons momentos, pois tanto temos uma panorâmica única como uma neblina cerrada que nada nos deixa ver.

IMG_6124.jpg

Continuamos acima dos 600 metros e vamos até à Lagoa Negra que deve o nome à cor, não fosse, em alguns pontos atingir a profundidade de mais de 100 metros! Começamos logo por uma das mais belas. Sentados no alto, enquanto pingos de chuva nos caem no corta-vento ficamos num misto de "medo" e paixão - o respeito imposto é enorme, não só pela profundidade mas também pela tonalidade e pelo facto de não haver ninguém por perto! 

IMG_6155.jpg

Segue-se uma caminhada até à Lagoa Seca e à Lagoa Branca e de repente percebemos que já estamos num contexto geológico totalmente diferente, menos escarpadas, estas duas lagoas fazem-nos indagar se estamos na mesma ilha. Na primeira vez tivemos má sorte com a ausência de aves mas, na segunda, já foi possível avistar algumas.

IMG_6134.jpg

O facto de serem menos acidentadas, torna-as apetecíveis para a "passarada". Apreciar a paleta de cores destas duas lagoas é também uma oportunidade única! Também não nos deixamos enganar pelo termo "seca", a água por lá também existe e cria um efeito singular e contrastante com as demais caldeiras.

IMG_6117.jpg

Segue-se a Lagoa da Lomba, calma e serena, de fácil acesso é o local ideal para um lanche e para repor energias - estranhamente o vento que vai e vem já não se sente... Estamos embriagados com tanta beleza, tanta cor, tanto verde e tanta pureza. O caminho até às últimas duas lagoas promete e as botas já pesam - com tantas botas mais recentes, continuamos a preferir as "clássicas" da Timberland, que nem à prova de água são - embora, primeiro que entre...

IMG_6171.jpg

Próximas paragens? A Lagoa Funda e a Lagoa Rasa! A Lagoa Funda é simplesmente bela e oferece uma panorâmica singular que se estende bem para lá da caldeira em si... Entre a Lagoa Negra e a Lagoa Funda, não é fácil escolher aquela que é mais "breathtaking"! As suas altas margens e a queda de água dão-lhe um encanto singular e sim, conseguimos avistar a famosa gaivota-de-patas amarelas (larus michahellis atlantis) e a garça-real (Ardea cinerea), esta última tem sempre uma especial simpatia para nós! Ficamos, mais uma vez, apaixonados e siderados com tamanha beleza! Não queremos partir, queremos ficar e... ficamos. Ficamos até a vista não aguentar mais, até o cérebro não conseguir processar mais a miríade de emoções! 

IMG_6089.jpg

A Lagoa Rasa fica para o final, bem perto e totalmente diferente, as margens são baixas mas nem por isso perde o encanto, é simplesmente diferente! À semelhança de todas as outras, para degustar...

IMG_6104.jpg

É hora de regressar, é preciso ir a Santa Cruz e passar o final da tarde com os nossos amigos no Porto Velho e fazer umas compras no supermercado do proprietário do café - os viveres já não são muitos porque o barco não tem vindo devido ao mau tempo. Amanhã, na nossa exploração, subiremos ainda mais alto e teremos outra panorâmica interessante da ilha, nomeadamente da Lagoa Branca.

IMG_6129.jpg

 

Continua...

Flores, Parte 1: A Chegada, as Lajes e o Porto Velho!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Pesquisar

  Pesquisar no Blog



subscrever feeds



Mensagens

Copyrighted.com Registered & Protected 
CRD7-BFJD-IWHB-ZXDB