Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Entre o "Acomisme" e as Cinzas...

por Robinson Kanes, em 18.07.19

asturias.jpgImagem: Robinson Kanes

 

A esperança nada mais é do que uma alegria inconstante que ermege da imagem de qualquer coisa futura ou passada, sobre a qual não é possível ter certezas

António Damásio, in "Ao Encontro de Espinosa"

 

Talvez um dos maiores segredos para uma vida de sucessos esteja de facto relacionada com a capacidade de nos despojarmos de um certo "acomisme", de pensarmos a nossa realidade com aquilo que temos agora e pensar pouco no que há-de vir. Talvez sim, talvez não... Retirando intelectualidade à coisa, será o mesmo que dizer "vive o momento".

 

Será isso que nos torna mais fortes perante a adversidade, perante todos os mal-entendidos que, de um minuto para o outro, podem dinamitar as nossas relações? Dou comigo a pensar em como as coisas mudam ao longo dos tempos, em como na distracção dos dias nos desviamos daquilo que é importante, e talvez... outrem o faça. Porque é que os abraços se perdem, porque é que os beijos e os carinhos se perdem? Será porque vivemos esse "acomisme"? Nós estamos presentes, estamos face a face com numa vivência diária... E porque é que? Porque é que a falta/ausência nos leva a questionar tudo isso? Talvez não esteja apto a responder a essa questão, talvez a minha capacidade de ter ideias esteja reduzida na tristeza e aguarde a ventura para poder ser mais expansiva.

 

De facto, não sei... Custa-me perceber o turbilhão de emoções que de repente se alteram e de um minuto para o outro se transformam. Talvez as palavras de García Márquez tenham razão de ser quando este nos diz que "os seres humanos não nascem para sempre no dia em que as suas mães os dão à luz, mas que a vida os obriga uma e outra vez ainda a parirem-se a si mesmos". Talvez nesse trecho da "Crónica de uma Morte Anunciada" esteja resumido uma componente da nossa vivência! Somos paridos uma vez, mas temos de nos parir uma e outra e outra vez...

 

Talvez tenha nascido novamente por estes dias, ou talvez não... É neste anabolismo que nos podemos bater até o cansaço - correndo o risco de cair na apatia total e no vazio. É neste anabolismo que nos afundamos e percebemos que o mundo é como é, sem utopias... Sem coisas belas que duram para sempre. E assim caminhamos até ao dia em que já não queremos ser fetos, não queremos ser corpos extraídos numa fecundadidade que teima em não cessar. Esse é o dia, ou a escala de dias, em que deixamos cair a toalha ao chão e ficamos abandonados à nossa tristeza, deixando que a vida corra o seu caminho até sermos estrume... Até sermos nós nas lágrimas dos outros, pelo menos até ao momento em que deixam o crematório e depois de um banho, já em casa, sacodem o pouco que ainda resta do que de nós ficou no ar poluído da cidade ou na terra que se renova com a nossa massa...

Autoria e outros dados (tags, etc)


60 comentários

Imagem de perfil

De Folhasdeluar a 18.07.2019 às 11:36

Caro Robinson...o que temos de mais valioso é o tempo...contudo desperdiçamo-lo em vazios e nadas. A organização económica e política da sociedade está apenas voltada para o lucro e não para as pessoas. É essa falta de conexão com a vida que nos leva à agonia, ao tédio e muitas vezes à solidão..
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 18.07.2019 às 12:01

"A organização económica e política da sociedade está apenas voltada para o lucro e não para as pessoas."

Sabe... Eu não sou um anti-sociedade, nomeadamente no modo como ela está montada (às vezes parece, mas não sou). Penso que empresas, governos e não só também se adaptam muito ao nosso comportamento. Dou o exemplo da moda, as redes sociais. As pessoas culpam as redes sociais, no entanto, estas só exploram o nosso comportamento e as nossas motivações para... A verdade é que as pessoas estão pouco interessadas no próximo e isso é uma forma de explorar com bastante lucro, muitos empreendimentos.
Imagem de perfil

De Folhasdeluar a 18.07.2019 às 12:10

Pois é...a filosofia humanista não está sentada nos bancos da escola. O mal não está nas empresas;(era o que faltava), o mal está na conjugação entre tempo de trabalho e tempo de viver.;)
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 18.07.2019 às 12:45

Não está e nem sempre quando está de pé a olhar para os bancos é passada...

Tempo de viver... Para isso é necessário que aqueles que passam o seu tempo de trabalho a trabalhar sejam superados por aqueles que trabalham mais horas que os anteriores mas em termos de produtividade deixam a desejar...
Imagem de perfil

De Folhasdeluar a 18.07.2019 às 13:45

O tempo de viver a que me refiro, é aquele que certos países nórdicos respeitam, ou seja, as pessoas saem dos empregos às quatro da tarde, para poderem conviver com os filhos ou fazer o que quer que seja. Em conclusão para terem tempo para viver.
Relativamente à produtividade há dois culpados, primeiro o excesso de horas de trabalho. Sabemos que não são precisas oito horas de trabalho diário. O que é preciso é que se trabalhe. Há um vício em Portugal por parte dos empresários, a maioria gosta que as pessoas fiquem a "fingir" que trabalham para lá do horário. Os empregados por sua vez têm que ir gerindo os afazeres de forma a poderem mostrar que são empenhados e que trabalham para além das horas necessárias. Enfim...idiossincrasias dos portugueses.
Não é por acaso que a maior produtividade é gerada nos países com menor carga horária.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 18.07.2019 às 13:59

Certos países nórdicos e bons exemplos a sul, que também os há.

A produtividade tem muito mais que dois culpados (agora era texto para nos entretermos muitas horas). Pegando nos dois que referiu... Concordo.

E aqueles que têm colaboradores a mais só para dar a ideia de que tem uma grande empresa?

Mas atenção... Existem óptimos empresários, como também existem não empresários que são chefias que adoram esse comportamento, é uma forma de segurar a posição... Mas olhe que também são os colaboradores na competição do salário para pagar as hipotecas que se digladiam diariamente... Acredite que, por norma, isso acontece por culpa dos colaboradores e não por culpa das chefias :-)

Tende a ser uma falsa ideia de que todos os males das organizações são da administração... Não são raras as vezes em que esses males estão nos colaboradores, ou melhor, na forma em como impulsionam a prática. Depois já podemos falar de cultura organizacional, mas isso é outra história (que por sinal, muitos falam, mas poucos acertam).
Imagem de perfil

De Luísa de Sousa a 18.07.2019 às 11:59

Oh Robinson, há pouco tempo descobri o seu blog e fiquei apaixonada pelo que escreve e este post tocou-me imenso!
Acrescento à citação de Garcia Marquez, - vamos-nos parindo diariamente.
Somos muito inconstantes e insatisfeitos, queremos sempre mais e mais, não se satisfazendo com o pouco. E nesta procura do mais, batemos de frente com o impossível, porque aquilo que nos faz realmente feliz está dentro de nós!
Simples momentos podem ser de uma grande felicidade.
É tão simples e complicamos muito!
Feliz Dia!
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 18.07.2019 às 12:49

Obrigado Luísa... Por vezes não temos a noção disso quando escrevemos, sabe...

Sim... Num ambiente perfeito, sim. A questão é quando o mais, ou o menos... Ou até o equilíbrio desaparecem... No ambiente/mundo perfeito é assim, mas nem sempre é fácil sermos simples ou livres e muito menos sermos capazes de controlar o comportamento alheio.

Complicamos, somos complicados por natureza.

Feliz dia e obrigado, mais uma vez.
Imagem de perfil

De Lady a 18.07.2019 às 12:15

Até parece que estás a descrever o meu estado de espírito :(, dei-me conta que tenho de "me parir" novamente.

Não interpretes o meu comentário pela negativa, deste-me um impulso positivo ;).
Obrigada
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 18.07.2019 às 12:51

Ainda bem que fixaste a primeira parte, porque a segunda é mais pessimista :-)

Vamos lá!

P.S.: obrigado eu!
Imagem de perfil

De Lady a 18.07.2019 às 18:59

Medo do dia em que desista e deite a toalha ao chão, por enquanto ainda luto 😉
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 18.07.2019 às 23:15

Toalha aos ombros, limpar o suor e siga :-)
Imagem de perfil

De Cecília a 18.07.2019 às 12:15

Sendo assim, compreendi que não pode haver felicidade para o homem a não ser a de alegrar-se e fazer o bem durante toda a sua vida.
Ec 3:12


Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 18.07.2019 às 12:52

Não tinha levado as coisas para esse caminho, mas a Bíblia tende a ser demasiado optimista, aqueles que a lavraram queriam criar um programa eleitoral e ignoraram a realidade :-)
Imagem de perfil

De Cecília a 18.07.2019 às 12:54

se ler o eclesiastes saberá que é um livro anti propaganda.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 18.07.2019 às 13:02

A mensagem estalinista era anti propaganda nazi... :-)
Imagem de perfil

De Cecília a 18.07.2019 às 13:04

nesse caso só mudava a cor.

mas o livro em particular que comentei é mesmo um aparte. esses mais alguns outros. tanto que até são retirados de certas bíblias por certas correntes...
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 18.07.2019 às 13:10

Eu sei... Não nego que existem óptimos textos! Seguisse a Igreja aquilo que lá está escrito e o mundo há muito que seria um lugar bem melhor.

Imagem de perfil

De Cecília a 18.07.2019 às 13:13

nem digo a igreja... bastava a clientela querer ouvir o muito de bom que ainda se vai dizendo (e refiro-me a todas as igrejas).

como dizia o Mahatma Ghandi:

De fato, não há nada de errado no cristianismo.

O problema são vocês, cristãos.

Nem começaram a viver segundo os seus próprios ensinamentos.

Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 18.07.2019 às 13:21

Sem dúvida! Mas depois a clientela começa a pensar e era uma chatice.

Já Ghandi, tem muito que se lhe diga... Também não apedrejaria um cristão se este pedisse àqueles que nunca pecaram que lançassem a primeira pedra.

Imagem de perfil

De Cecília a 18.07.2019 às 13:06

mas se quiser ponha-se a coisa em modo flor de lótus...
se uma flor desabrocha e vence a merda que a rodeia porque o ser humano não será capaz de fazer o mesmo ( nem entende que passa pela sua natureza fazer o mesmo)?
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 18.07.2019 às 13:14

É uma batalha que nem sempre vence, sobretudo se vier um ser-humano e "pimba" :-)

Mais a sério, ou mais espiritual, claro que sim... Aliás, o ser-humano, no seu antropocentrismo esqueceu-se de que é parte da Natureza e com isso esqueceu-se de aprender com ela - chegamos à conclusão de que de espiritual tem pouco, é biológico e prático! Isto hoje está bonito...
Imagem de perfil

De Cecília a 18.07.2019 às 13:15

que seria do bonito sem o feio?
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 18.07.2019 às 13:22

Ora aí está uma coisa onde o "free market" é garante de felicidade, sobretudo para o primeiro...
Imagem de perfil

De Alice Alfazema a 18.07.2019 às 14:20

É verdade, "temos que nos parir", por vezes só o fazemos quando estamos completamente podres, para mim esse é o mal, arrastamo-nos até à exaustão e só depois o fazemos, a vida é como placas em cima umas das outras, apenas com a idade chegamos ao equilíbrio, é a experiência que nos caleja e nos torna outros, em diversas fases da nossa vida sentimos vontade de mudar, eu já senti isso tanta vez, umas vezes acobardei-me, outras pensei demais, não me pari, gostei da expressão, já li livro, mas tinha-me esquecido, estou numa fase que tenho de me parir ou expludo. É nascer ou morrer.

Ficarmos abandonados à nossa tristeza não é necessariamente mau, pode ser um acto de grande reflexão, abandonamos o nosso exoesqueleto emocional e nos renovamos, para enfrentar outros desafios. É a coragem da expectativa zero.

Gostei muito deste teu texto, por vezes temos dificuldade em explicar o que sentimos, e mais ainda em que nos compreendam, é isso: temos que nos parir.


Beijinhos
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 18.07.2019 às 14:50

Adiar aquilo que, mais tarde ou mais cedo temos de fazer nunca me parece ser o melhor caminho, isso e deixar arrastar um situação que sabemos que não vai mudar...

A tristeza também nos ajuda a colocar o pés na terra - importa é saber se não é demasiado tarde.

Obrigado! E vamos todos parir! Belo mote... ahahahah

Beijo,
Imagem de perfil

De MJP a 18.07.2019 às 15:03

Olá, R.! :-)

Bem!!!... deixaste-me (quase) sem palavras (e com uma lágrima no canto do olho)...

Um dia escreveste ("por lá")... "Não sou de me comover mas..."
(já há muito havia percebido que não eras nenhum "calhau"...) ;-)

Não te "conhecia" neste "registo"... mas... gostei muito de te ler! :-)
(também gostei muito da foto!)

Dia Feliz!

Beijo
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 18.07.2019 às 15:22

Hi MJ,

Bem, convenhamos que o texto não é propriamente lamechas :-)

Obrigado, de vez em quando... Bem, de vez em quando...

A foto foi um "despertar" único... A Natureza tratou de lhe dar o toque, eu só toquei no botão.

Beijo,
Imagem de perfil

De MJP a 18.07.2019 às 15:28

Eu não "disse" (escrevi) que o texto era lamechas! ;-)
(e... se fosse?!... não viria, daí mal ao mundo!...)

(às vezes, "esse momento" de "tocar no botão", faz toda a diferença!...) ;-)

Beijo
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 18.07.2019 às 16:04

Eu sei... :-)

Sim, mas sem a "imagem" quem toca no botão não é nada... :-)

Beijo
Imagem de perfil

De MJP a 18.07.2019 às 16:08

Ambos são essenciais (para um bom "produto final"! ;-)

Beijo
Imagem de perfil

De José da Xã a 18.07.2019 às 22:28

Caríssimo,

"Carpe diem" é uma máxima que coloco na minha vida. Para quê preocupar-me com algo que não sei que vai acontecer?
O problema é que a nossa sociedade está feita para viver muitos anos em poucos dias.
E portanto chegam ao futuro mais depressa e encontram um vazio.
Pudera já viveram antes de tempo...
Forte abraço.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 18.07.2019 às 23:17

Olá José,

O hoje como prioritário face ao amanhã... Sem dúvida...

A sociedade anda sim a experimentar muito e a viver pouco.

Forte Abraço, meu caro,
Imagem de perfil

De Alala a 18.07.2019 às 22:49

Escreves tão bem Robinson.
Deixaste-me a pensar...
Bjo
Boa noite
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 18.07.2019 às 23:18

Olhe que não... Olhe que não... :-)

Se for a pensar em coisas boas, menos mal :-)

Boa noite e um beijo,
Imagem de perfil

De Alala a 18.07.2019 às 23:23

Então não? Escreves bem sim e sabes bem que sim. Mau seria.
Ora no que toca a pensar... Já de tudo... Coisas boas, outras menos...
De qualquer maneira pensar é sempre bom.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 18.07.2019 às 23:30

Obrigado :-)

As más também fazem parte! Alteremos a frase... Que as conclusões sejam boas, pelo menos isso.

Um beijo e bom descanso, dizem que a almofada também é boa conselheira :-)
Imagem de perfil

De Alala a 19.07.2019 às 00:38

Sem dúvida. Adoro a minha almofada conselheira. He he
Beijinho
Dorme bem
Imagem de perfil

De Sofia a 21.07.2019 às 16:50

Kanes, García Márquez não por favor!🤣 Nós, não renascemos com as dores e cicatrizes da vida, mas sim mudamos. Muda a nossa maneira de ver o mundo, as pessoas, a nossa maneira de ser. Sou resiliente, temos cicatrizes profundas que de vez em quando abrem e sangram. É impossível esquecer o mal que nos fazem! Tornamo-nos desconfiados por natureza, difícilmente confias em alguém, sem ficares de pé atrás. A sociedade, demonstra uma realidade negra e fria. O que fazer? Lutar para sobreviver e encontrar a felicidade...
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 22.07.2019 às 09:07

Então, que te fez o autor? :-)

Reiventar, mudar, viver como na selva, talvez... Ou então ser forte mantendo o carácter, porque não?
Imagem de perfil

De Sofia a 22.07.2019 às 09:09

Apetecia-me mandar o livro contra a parede!🤣 " Cem anos de solidão" é de loucos. Odeio o livro e só li até ao fim por teimosia! Demorei meses...
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 22.07.2019 às 10:38

Não digas isso :-)
O livro é excelente, já leste outros do senhor?

Imagem de perfil

De Sofia a 22.07.2019 às 11:29

É excelente para quem gosta!
Aquela árvore genológica é de loucos. Que falta de imaginação
Só preciso de odiar uma vez, para nunca mais voltar.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 22.07.2019 às 12:29

Achas que é falta de imaginação? Não percebeste a história :-)
São gostos, pronto :-)
Imagem de perfil

De Sofia a 22.07.2019 às 12:34

Pronto, imaginação esquizofrénica! Gostos não se descontem.
Imagem de perfil

De Sofia a 22.07.2019 às 12:38

Já lido com demasiados malucos.
Imagem de perfil

De Sofia a 22.07.2019 às 12:42

Quis dizer discutem! Ahahaha
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 22.07.2019 às 12:49

Eu percebi ahahahahah
Imagem de perfil

De Sofia a 22.07.2019 às 12:50

A culpa é tua!
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 22.07.2019 às 12:56

Disse alguma coisa? :-)))
Imagem de perfil

De Sofia a 22.07.2019 às 13:01

Insinuaste!
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 22.07.2019 às 13:04

Eu? Nah... :-)
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 22.07.2019 às 21:51

Não podemos permitir-nos que sejamos as lágrimas dos outros, as permitir-nos que sejamos o sorriso dos outros.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 22.07.2019 às 22:49

Bom ponto de vista! Não fui por aí! Bom registo :-)

Comentar


Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Mensagens

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Pesquisar

  Pesquisar no Blog






Copyrighted.com Registered & Protected 
CRD7-BFJD-IWHB-ZXDB