Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Avante contra a Liberdade...

por Robinson Kanes, em 14.05.20

mao-communist-1024x586.jpg

Créditos: https://rdldn.co.uk/elgin-maida-vale/mao-communist-1024x586/

 

Lenine dizia que a Liberdade era um bem tão precioso que tinha de ser controlado... Será por isso que um dos últimos países onde um certo comunismo ainda dita as regras faz aplicar esta regra com total impunidade.

 

Depois do 1º de Maio e da cedência ao sindicalismo naftalinoso eis que chegamos ao Avante. O Partido Comunista Português (PCP) não abdica de fazer a festa, como não abdicou com os seus tentáculos de fazer o 1º de Maio, doa a quem doer, como dizia um Chefe de Estado no tempo dos fogos (até agora ainda ninguém sentiu dores...).

 

O que nos coloca a pensar é a inquietação provocada por uma minoria que consegue todos os anos realizar festas privadas/partidárias que alegadamente utilizam fundos e meios públicos, fogem aparentemente aos impostos e cujos promotores se dão luxo de contornar a lei em pleno Estado de Emergência contrariando tudo e todos e fazendo valer a sua vontade. Que poder é este para escarrar na cara de todos os portugueses que trabalham e cumprem a lei? Que poder é este que domina o Estado Democrático e o funcionalismo público? Questionamos tanto as opções e das ideias de André Ventura (que enfim...) mas continuamos há mais de 45 anos a suportar autênticas ditaduras de uma minoria poderosa que defende regimes sanguinários. Não hesitamos em citar Hitler (o mais popular, logo mais fácil para os mentecaptos) mas aplaudimos os servos de Kim Jong Un, Maduro, Estaline, Pol Pot e por aí adiante... Não é uma questão de esquerda e de direita, é de terror!

 

Continuamos também a permitir que os intentos de uma Constituição claramente comunista e com uma exagerada protecção da máquina do Estado e de todos aqueles que vivem na sua sombra, impedindo, não em raras ocasiões, o desenvolvimento do país e a reforma do Estado - a ausência de coragem para fazer esta reforma tem sido um dos nossos maiores atrasos crónicos - e assim promete continuar a ser, pelo menos tambem enquanto continuarmos numa dicotomia esquerda/direita.

 

Continuamos a deixar que tudo isto aconteça, mesmo que enquanto um grupo de gente de bem, democrática e que vive na miséria a ajudar o próximo (ou não) faça o que bem entende... Fazendo o que bem entende enquanto ficamos confinados nas nossas casas, enquanto não poderemos celebrar festas populares de cariz religioso e profano com origens em tempos que nem o comunismo sonhava existir. Teremos de ficar em casa, muitos de nós, durante as férias porque não podemos exercer a nossa liberdade e ajudar a economia em nome de um bem maior. Teremos de abdicar de produzir, de exercer muitas actividades... No fim, muitos de nós ainda irão perguntar porquê! Talvez poucos, talvez aqueles que estejam cansados de ver os seus impostos a fugir por túneis sem fim, talvez aqueles que preferem lutar a viver na sombra do paternalismo!

 

Porque é que continuamos a ficar parados e corroídos de ferrugem enquanto o mundo cresce? É a pergunta que se coloca, além de que não é de descartar que talvez gostemos e talvez o atraso civilizacional e económico crónico seja por vontade própria... Basta ver o nosso apetite insaciável por destruir que tem novas ideias para o país, seja a nível público seja a nível privado. 

 

Ainda dizem que o orgulhosamente sós era do tempo da outra senhora... O orgulhosamente sós continua na cabeça da maioria...

Autoria e outros dados (tags, etc)


10 comentários

Imagem de perfil

O ultimo fecha a porta a 14.05.2020

Falar do PCP faz-me lembrar as reações quando escrevi um post sobre as adjudicações manhosas na CM Loures de bernardino soares. Soltaram-me os cães pq estava a atacar ... o PCP. Era um partido honrado que estava a ser perseguido, enfim, comentários que respeitei mas com os quais não me identifiquei e essa mesmo comentador é dos que mais fala em liberdade. Liberdade quando pensas como eu, perseguição quando discordas de mim. Sobre o caso concreto do Avante, também nunca percebi a razão do secretismo das presenças e das receitas. O mesmo secretismo da Queima das Fitas. E quem ousa questionar, é logo censurado e acusado de perseguidor. À semelhança do PSD que cancelou os seus eventos de massas na "rentrée", seria coerente e até "justo" o PCP fazer o mesmo.
Imagem de perfil

Robinson Kanes a 14.05.2020

CM de Loures? Saudosos os tempos em que "cada funcionário" tinha viatura. Saudosos os tempos em que a família de um certo Jerónimo por lá pululava sem saber ler nem escrever. Familiares deste e daqueles que nem atender as pessoas conseguiam tal era a inutilidade...

Como costumo dizer, cada vez mais me assustam os defensores da liberdade. Alguns até dizem que há estudos disto e daquilo mas que nunca citam os mesmos... Devem estar nos arquivos do KGB ou da Stasi.

O Avante é uma coisa daquelas que... como a Queima das Fitas que também falas... São mais duas instituições intocáveis.

Por aqui a perseguição também anda, honestamente não me preocupa, não sigo uma corrente só porque meia-dúzia o faz ou porque atrai "likes".

Obrigado, e falar disto não tem de ser um acto de coragem, mas de realismo. Afinal, os reaccionários estão errados, a Europa está errada, estamos todos errados, só meia-dúzia está certa :-)
Imagem de perfil

cheia a 14.05.2020

Nenhum extremista, seja de direita ou de esquerda, defende a liberdade.

Um abraço
Imagem de perfil

Robinson Kanes a 15.05.2020

Nem oa extremistas da liberdade a defendem...

Abraço, José,
Imagem de perfil

José da Xã a 15.05.2020

Robinson,

o problema não é de agora... Está na génese lusa.
Quando o jornal Diário fechou e foram uma série de jornalistas para o desemprego, o PCP fechou-se em copas... Pudera...~
Tal como no tempo do PREC eu vi e li um slogan em que dizia "Não à greve pela greve!"., Percebe-se porquê!
A chantagem da paz social tão desejada pelos governos tem os seus custos e contrapartidas.
Assertiva análise.
Imagem de perfil

Robinson Kanes a 15.05.2020

Não vivi no tempo do PREC mas já tive uns cheirinhos... ;-)

Obrigado, José...
Perfil Facebook

Rão Arques a 16.05.2020



A PARTIR DE BELÉM CIDADÃOS À MARGEM ESTREITA

Junto se envia ofício nº 5205
Com os melhores cumprimentos,
DSDA - Correspondência
Secretaria-Geral da Presidência da República
De: Aarmar@sapo.pt [mailto:Aarmar@sapo.pt]
Enviada: 15 de abril de 2020 07:26
Para: Belem <belem@presidencia.pt>

Assunto: SISTEMA ELEITORAL
Tomo a liberdade de solicitar que esta exposição seja distribuída por todos os Exmos. Conselheiros de Estado, para no caso de esta questão ser considerada apropriada e útil possa ser abordada numa próxima oportunidade em conselho a efetuar.
Nestes termos começo por fazer referência ao Artigo 2.º da Constituição da Republica:
"Estado de direito democrático
A República Portuguesa é um Estado de direito democrático, baseado na soberania popular, no pluralismo de expressão e organização política democráticas, no respeito e na garantia de efetivação dos direitos e liberdades fundamentais e na separação e interdependência de poderes, visando a realização da democracia económica, social e cultural e o aprofundamento da democracia participativa".
Agora o que se me oferece dizer sobre o tema em titulo::
Um sistema eleitoral ao permitir que os Deputados da Nação sejam burilados nos meandros partidários, para que representantes do povo sejam escolhidos por obediência a gosto das direcções partidárias, não parece ser nem constitucional nem tolerável.
Fica ferido de morte pela base o preceito mais importante da participação cívica, em que é negada aos eleitores uma responsável e individualizada escolha no ato mais importante de cidadania em que lhes é permitido participar.
Será não só justa mas também obrigatória a exigência da sociedade no seu conjunto, para que sejam definidas regras imparciais, respeitáveis e transparentes que não obriguem a aceitar por declarada imposição interesses de acantonamentos, por via de tutelas tão paternalistas como abusivas.
Muito obrigado pela atenção que possa ser dispensada.
Atentamente,
Aarão Marques
BI 1795908

O que diz o oficio nº 5205 oriundo do Conselho de Estado:
“Exmo. Senhor, encarrega-me Sua Excelência o Presidente da Republica de acusar a receção da mensagem de correio electrónico de V.Exa., que mereceu a melhor atenção desta casa civil.
Mais informamos que a competência do Conselho de Estado se encontra estabelecida no artigo nº 145 da Constituição da Republica Portuguesa, pelo que nos termos constitucionais os cidadãos não podem dirigir-se ao Conselho de Estado. Assinado..

Meu comentário sobre esta resposta:
Com o devido respeito, é meu entendimento dever sublinhar que a intenção não foi a de me dirigi diretamente ao Conselho de Estado.
A exposição enviada para os serviços da presidência tinha por objetivo deixar à consideração de Sua Excelência o Presidente da Republica, se o assunto considerados os argumentos aduzidos, poderia conter suficiente interesse para justificar convocação do órgão citado para eventual avaliação de Sua Excelência
Respeitosamente,

Em raciocínio posterior fora do texto, consultado o tal artigo 145, não vi nada que possa impedir a convocação do conselho de estado para além das situações extremas nele referidas.
Se as altas esferas acham que os preceitos constitucionais estão a ser cumpridos no que respeita a um Estado de direito democrático, nomeadamente o que se refere ao aprofundamento da democracia participativa, então digo-lhes frontalmente, que em vez de respeito pelo povo, temem a sua participação critica que lhes possa morder os calcanhares, em obscuros, eticamente reprováveis e ilegítimos interesses pessoais e de casulo.
Dizer finalmente que não recordo quais os assuntos que já mereceram a convocação do Conselho de Estado, mas se por essa via houvesse impedimento para avaliar o interesse da exposição apresentado, outras iniciativas estariam à disposição de Sua Excelência, pelo que poderá concluir-se que foi considerado um caso não merecedor de qualquer atenção. .
Imagem de perfil

Robinson Kanes a 17.05.2020

Obrigado pela partilha e por não ter tido pejo em dar a cara e até dados de cariz mais privado!
Independentemente de se concordar ou não, só por isso, tal já é bastante louvável.

Obrigado.
Perfil Facebook

Rão Arques a 17.05.2020

Muito obrigado pela atenção. Tratando-se de uma exposição pessoal enviada à presidência da republica, e porque nunca gostei de participar em coros acusatórios de anónimos, achei de bom tom manter publicamente a própria identidade inscrita no original.
Imagem de perfil

Robinson Kanes a 18.05.2020

Fez muito bem e pelo facto de ter feito isso aqui, muito me honra.

Comentar



Mais sobre mim

foto do autor



Instagram



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sardinhas em Lata

Todas as Terças, aqui! https://sardinhasemlata.blogs.sapo.pt/

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Pesquisar

  Pesquisar no Blog





Mensagens







Copyrighted.com Registered & Protected 
CRD7-BFJD-IWHB-ZXDB