Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A Falta de Nível de um Consultor de RH...

por Robinson Kanes, em 13.07.17

 

facepalm-1.png

 Fonte da Imagem: https://onepeterfive.com/francis-references-the-dubia-some-see-only-black-white/ 

 

Ontem, enquanto celebrava o novo emprego de um amigo, eis que sou confrontado com a seguinte história e que dispensa quaisquer comentários da minha parte a não ser que existem pessoas que deveriam ser proíbidas de trabalhar com pessoas e, para além disso, o perigo que as "cunhas" e a falta de soft skills de um ou mais colaboradores podem ter numa organização e, sobretudo neste caso, nas organizações a quem prestam serviços.

 

Escritório de uma multinacional, o Frederico (nome fictício) recebe uma chamada:

 

-Estou, daqui é o Andrade da Mike & Recruitment (nome fictício, e os Andrades que não me levem a mal por ter escolhido este nome para tal personagem), queria falar consigo porque ainda não me pagou o valor da sua substituição.

 

Vejamos: o Frederico (que trabalha nas compras) foi contactado pelo consultor responsável pela sua contratação há oito meses. Esse mesmo consultor, que agora tem em mãos o recrutamento do novo indivíduo contacta a pessoa que vai ser substituída e solicita-lhe o pagamento de um serviço que ainda não foi concretizado. Começamos bem... 

 

O Frederico responde:

-Ouça lá Andrade, então mas você está-me a pedir o valor de um serviço que só é pago após a realização do mesmo? Além disso, dentro dos candidatos que você tem mandado nenhum se aproveita, alguns nem habiliações nem experiência têm e não foi isso que nós pedimos. Até já coloquei um anúncio num website de empregos e os candidatos são bem melhores.

 

O Andrade, um pouco atrapalhado mas sempre no estilo irritante-gingão muito característico de algumas personagens do corporate nacional, diz:

 

-Pois, tem razão. Pois é eh eh eh.... Olhe lá Frederico então e vai trabalhar para onde?

 

Vou trabalhar para a Carrega Paletes (nome fictício) - Responde o Frederico.

 

E num momento de magia, de toda e qualquer importância e... Ressabiamento, o Andrade atira com esta.

 

-Xiiiiii, epá para a Carrega Paletes? Eu sei que você vai para lá, mas aquilo é muito mau, eles são nossos clientes e não são nada bons pagadores. Xiiiiiiiii para onde você vai.

 

O resto da conversa pouco interessa, no entanto, penso que o Andrade ao invés de dar prioridade aos amigos no recrutamento, deveria ter em conta que NUNCA se diz mal de um cliente, sobretudo quando estamos perante dois clientes que talvez sejam dos que mais recrutam em Portugal (falta de nível, falta de profissionalismo ou falta de sentido de vendas?). Além disso, sendo que o Frederico trabalha e vai trabalhar na área das compras (como chefia), quer-me parecer que Mike & Recruitment vai ter um grande problema em voltar a ter a Carrega Paletes como cliente e, até com sorte, a actual organização do Frederico. Mas do Andrade existem mais histórias... Sobretudo no conluio que tem com um dos seus colegas de trabalho na contratação de uma rede de amigos que tem total prioridade, independentemente das habilitações e experiêcia, face a candidatos bem mais merecedores de uma oportunidade. Mas para isso estará lá o Frederico...

 

Boa sorte "Frederico" e obrigado pela permissão que me deste para partilhar esta história.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


5 comentários

Imagem de perfil

Kalila a 13.07.2017

Este mundo dos RHs assusta-me! Tenho ajudado alguém da minha família que tem quase 66 anos e ficou desempregado, porque a empresa rebentou, a mandar 2 candidaturas por semana conforme lhe ordenou o IEFP, enquanto ele não atinge a idade da reforma sem agravamentos. É claro que a pessoa não está a contar, naquela idade, que alguém o contacte, mesmo assim tenho ajudado a seleccionar os anúncios de acordo com o perfil e que me parecem mais sérios. Ele não tem nenhuma conveniência em arranjar um emprego a auferir o ordenado mínimo porque lhe baixaria o valor da reforma, muito provavelmente, mas não põe de parte qualquer hipótese de emprego decente, se houvesse.
Ora bem, há cerca de um mês aconteceu um milagre. Uma conhecida empresa de recrutamentos da nossa praça contactou-o para uma entrevista. Ficámos espantadíssimos mas ele lá foi, todo boneco, engravatadinho e acho que até foi ao barbeiro para ir mais bonito.
Pois meu amigo durante a entrevista foi-lhe perguntado se estaria interessado num outro lugar, não aquele para que se tinha candidatado, mas sim um part-time noturno, e que estaria mais de acordo com a idade dele. Ele reclamou por não lhe terem dito nada ao telefone mas mesmo assim aquiesceu. Telefonou-me meio contente meio assustado porque o trabalho era qualquer coisa que nunca tinha feito na vida e enquanto ele esperou a segunda entrevista eu pus-me a investigar.
O lugar era numa empresa em processo de insolvência, ele iria substituir alguém que não recebia ordenado há 6 meses e, nessa bendita 2ª entrevista, foi-lhe proposto trabalhar à revelia do IEFP com um pequeno ordenado (que não se sabe se receberia) à mercê de vândalos e ladrões porque era um lugar de segurança.
Fizémos uma denúncia ao IEFP por escrito mas que foi entregue em mão e, que eu saiba, não aconteceu nada à empresa de RHs nem à contratante/cliente. Não percebo como é que isto acontece em 2017! Parece que agora já vale mesmo tudo!
Beijinhos, amigo.
Imagem de perfil

Robinson Kanes a 13.07.2017

Há quem diga que o ideal se queremos encontrar emprego é contactar directamente as potenciais chefias, mas isto vale o que vale, e penso que não é preciso ir tão longe, mas…

Chamaram a pessoa para uma posição mas depois ofereceram outra? Que bom começo. Esperemos que seja uma óptima posição…

Quando falaram em "sem conhecimento do IEFP" como assim? Talvez porque não pudessem recrutar? Porque estavam a receber apoios? Para um lugar de segurança e sem certeza se havia salário?

Já aferiram se algo foi feito por parte do IEFP?

Que situação!
Imagem de perfil

Kalila a 13.07.2017

Sugeriram que ele continuasse a receber o subsídio e trabalhasse às escondidas, se calhar não me expliquei bem, foi a correr. Fizemos a denúncia, porque isso é no mínimo crime, e não aconteceu nada, pelo menos até agora. Ele recebeu um mail duma entidade dessas que zela pela legalidade no trabalho, não sei qual, que ele contactou, onde lhe dizem que não podem fazer nada porque a empresa está em insolvência. O IEFP parece que não ligou ao assunto ou então demoram muito tempo, ainda não disseram nada.
Imagem de perfil

Robinson Kanes a 14.07.2017

Não, foi o que eu percebi, só quis clarificar. Isso é ilegal e pode ter consequências nefastas para o colaborador e para a organização, estarão eles ao corrente disso?

Deve ter recebido um email da ACT, no entanto, o facto da organização estar em insolvência não quer dizer que não possa responder perante um "crime"!

Têm de fazer o chamado "follow up". Parece-me que alguém anda a varrer a poeira para debaixo do tapete.
Imagem de perfil

Kalila a 14.07.2017

Fizémos o que achámos melhor dentro do quadro de ele estar a receber subsídio e dependente do IEFP até se conseguir reformar e de a empresa de RHs o poder denunciar por não aceitar um trabalho. Julgo que, oficialmente, a empresa recrutadora desconheça o que se passa e será uma iniciativa do seu colaborador, pelo menos é o que parece. Dizes muito bem da "poeira para debaixo do tapete" mas nós também não podemos levantar muita poeira. Aliás, alguém que ele conhece passou por uma situação idêntica ( só sem empresa de RHs pelo meio) e calou-se muito bem calado para evitar problemas. Não foi a ACT que ele contactou, pelos mesmos motivos, e sim uma entidade particular que não se mete com as comissões de insolvência. Julgo saber que os poderes da ACT se restringem às pessoas empregadas mas mesmo que esteja errada não temos nenhumas provas nem testemunhas e os processos deles obrigam a isso.
Isto é um mundo podre, meu amigo. Muito provavelmente o IEFP até está a fazer alguma coisa mas não diz nada aos otários, que somos nós. Imagina uma pessoa chegar aquela idade, já com alguns problemas de saúde que arranjou precisamente no trabalho, ficar desempregado e ainda andar a passar por coisas destas!

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor



Instagram



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sardinhas em Lata

Todas as Terças, aqui! https://sardinhasemlata.blogs.sapo.pt/

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Pesquisar

  Pesquisar no Blog


subscrever feeds




Mensagens







Copyrighted.com Registered & Protected 
CRD7-BFJD-IWHB-ZXDB