Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




11dok695.jpg

 Fonte da Imagem: http://www.goethe.de/resources/files/jpg451/11dok695.jpg 

 

"Uma história complexa, comovente e verdadeiramente profissional que tem de ser dividida em capítulos". Montargil Telegraph

 

"Trata-se de um romance sobre o amor, o emprego e a sociedade actual, uma verdadeira viagem ao mundo moderno". New Oeiras Times

 

"A Entrevista de Emprego, Apoios e os Pretos de Angola é uma história digna de ser apresentada no Teatro Romano". in Pensamentos, Marco Aurélio

 

Já vos disse que detesto cunhas e, à semelhança do António Esteves (jornalista da RTP), desprezo quem as pede, quem as dá e quem promove os indivíduos que delas usufruem. Tal postura tem as suas consequências: quando estou bem não tenho propriamente muitos amigos e quando estou mal não os tenho mesmo. Além de que, se quero emprego tenho de o procurar e sujeitar-me às condições que existem no mercado. 

 

Ora... Para quem pensa assim é comum que tenha um historial de entrevistas bem vasto. Recordo-me da última entrevista a que fui e, quando pensamos que já vimos tudo...

 

Sou contactado durante uma tarde soalheira, o telemóvel toca (posso dizer telemóvel? Smartphone, talvez?), do outro lado uma senhora - vou-lhe dar o nome fictício de Cidalina - com uma tremenda voz de bagaço, pergunta-me:

 

-É o Robinson? ("Boa tarde, é o Robinson?", acho que teria ficado melhor).

 

Após ter confirmado quem era, a Cidalina diz que quer conversar comigo no dia seguinte porque gostou do meu currículo. Estaria tudo bem, até eu perguntar:

 

-E a entrevista é para? Está a ligar-me de? Para a posição de?

 

A atrapalhação da mesma foi evidente, mas acabei por ficar esclarecido que era uma dessas empresas de recrutamento com nome no mercado. Despedimo-nos com a promessa de que receberia um email entretanto.

 

Entretanto... Entretanto...

 

Deixei passar para o dia seguinte. Revi o anúncio e a candidatura, aferi quem era a senhora (uma assistente administrativa com o título pomposo de Project Manager - mais uma posição altamente especializada que se tornou banal). Aferi também que já era um anúncio com 3 meses. Às primeiras horas desse mesmo dia contactei novamente a senhora com voz de bagaço para verificar se estava tudo bem, afinal não recebi o email. Como não fui logo atendido, esperei um pouco, mas entretanto a chamada foi devolvida.

 

É interessante quando nos devolvem a chamada, nós atendemos... E a pessoa do outro lado fica muda e calada...

 

Aos meus comentários a resposta  foi, "mas não recebeu o email? Tem de ver bem, veja a sua caixa de spam". Insisti que não tinha recebido mas que estava tudo alinhado da minha parte. A partir daqui seguiu-se um silêncio... Um silêncio que começou a ser incómodo ao que perguntei se estava tudo bem - cidalina estava à procura do email. Procurei deixar claro que podiamos passar essa fase, mas Cidalina perguntou, com ar de superioridade, "então como é que vem cá ter?".

 

Respondi, com o trabalho de casa feito:

 

-Não é na morada “X” conforme está no vosso website? Também foi por isso que a contactei, para confirmar.

 

-Ah! Então sabe vir cá ter! - Foi a resposta da Cidalina.

 

Despedimo-nos amavelmente e ficámos de ter o nosso date para daí a duas horas.

 

Cerca de 20 minutos depois lá recebi o email da senhora e não vinha como forward, ou seja, com aquele aspecto de quando reencaminhamos um email.

 

Continua...

Autoria e outros dados (tags, etc)


44 comentários

Imagem de perfil

mami a 26.05.2017

a cidalina certamente tem muitos assuntos entre dedos...e nem sempre é fácil ser profissional, simpática e educada!
Imagem de perfil

Robinson Kanes a 26.05.2017

Deve ter, acredito mesmo que sim…
Nem sempre é fácil, mas tem de ser :-)
Imagem de perfil

m-M a 26.05.2017

Também lês o New Oeiras Times? ;)

Esses episódios de pseudo-superioridade em situações de recrutamento são cada vez mais recorrentes. Alimentadas pela disparidade da procura e da oferta...
Imagem de perfil

Robinson Kanes a 26.05.2017

"Always"!

Não sei se é pela disparidade da procura e da oferta ou se é pela falta de nível e de competências de quem recruta… Acredito que seja mais por aí. Muitas vezes a imagem de uma organização tende a ficar manchada pelo falhanço no recrutamento do recrutador, passo a redundância.
Imagem de perfil

m-M a 29.05.2017

Também já me aconteceu o oposto... ser o recrutador a ludibriar-me (positivamente, quando não era o caso...) :P
Imagem de perfil

Robinson Kanes a 29.05.2017

Ui… Acho que todos os que já foram a entrevistas têm histórias óptimas para contar… Pena serem cada vez menos :-)
Imagem de perfil

Maria a 26.05.2017

Estou enervadissima...

Agora não me aparecem os teus posts nas "Leituras". É por aí que tento seguir as publicações dos MEUS subscritos (que bem que soa) e já é o 2º ou 3º post teu que não encontro à primeira!!!

Detesto sentir sentimentos!!

fico à espera de algo que se avizinha assustador...
Imagem de perfil

Robinson Kanes a 26.05.2017

É o SAPO, meti-me com eles, agora olha! :-) Estou a brincar…
Deve ser algum antivírus que tens instalado ahahahahh
Imagem de perfil

Maria a 27.05.2017

Eheh, é possível :D
Sem imagem de perfil

Ana a 01.06.2017

Já começou bem, mas se a senhora tem um posto com nome inglês é porque é alguém importante e eficiente .
Se me "atirassem": "É a Ana", sem bom dia, nem boa tarde, já me começava a passar.
Imagem de perfil

Robinson Kanes a 01.06.2017

è chique…. "Project Manager"…

ahahahah Não tenho dúvidas...
Imagem de perfil

Maria Araújo a 01.06.2017


Há muitos anos, na empresa do meu pai, era chique usar-se estrangeirismos da língua francesa.
Esta língua passou a ser uma língua ( desculpa a repetição) morta, passou o inglês a ser a língua " quase materna" e a ser usada por quem dá cá aquela palha: nas camisolas, na linguagem falada, na publicidade, nos produtos, e como não podia deixar de ser, e porque é mais bonito, no vocabulário empresarial.
Gosto de inglês.
Defendo com unhas e dentes a nossa língua. Se há vocabulário para tudo, por que razão vou usar o inglês? Para mostrar que é moderno? Que tem mais classe? Que soa melhor naquele contexto?
Vejo muitos blogs que frequentemente dão títulos aos seus post em inglês. Fico triste.
Não quero dizer que de quando em vez não use uma palavra inglesa. Uso, esporadicamente.
Quanto à Cidalina, um belo nome que arranjaste, estou curiosa com o que vem a seguir.
Uma excelente tarde para ti.


Imagem de perfil

Robinson Kanes a 01.06.2017

Sim, o francês até há bem pouco tempo era a língua internacional, sobretudo em termos de diplomacia.

Em relação ao inglês, estou como tu. Não é por acaso que coloco sempre essas palavras em itálico, ou seja, dizendo que estão lá mas não são a minha língua.

Eu já trabalhei num ambiente onde a língua oficial era o inglês. E até percebo, o problema é quando entramos nos exageros e chegamos a ser ridículos no modo como o fazemos. E… doa a quem doar, muitos de nós fazemos isso para impressionar…

Defendo também que deveria existir uma língua universal e a sê-lo o inglês poderia ser essa escolha na medida em que é uma língua fácil de aprender e mal ou bem, já está disseminada. No entanto, não posso permitir que o mesmo substitua a minha língua. Quando digo universal, falo, obviamente num modo de que a comunicação entre diferentes povos se tornasse mais fácil e com menos entropia.

Títulos de blogs em inglês… Isso daria uma outra discussão. Sobretudo quando os mesmos são revestidos de inutilidades. Mas aí não são apenas os blogs.
Imagem de perfil

Rita a 05.06.2017

Não resisti ler os posts todos antes de comentar porque estava a adorar tudo neles e tinha de saber como acabava esta história :D

Também já me deparei com recrutadores estranhos, mas nada do gabarito da Cidalina :p
Imagem de perfil

Robinson Kanes a 05.06.2017

A Cidalina é um espanto…
Obrigado por perderes o teu tempo com todos estes capítulos :-)

Comentar


Pág. 2/2



Mais sobre mim

foto do autor





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Pesquisar

  Pesquisar no Blog





Mensagens

Copyrighted.com Registered & Protected 
CRD7-BFJD-IWHB-ZXDB