Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


SOS EMIGRAGOSTO

por Robinson Kanes, em 10.08.17

NaDvD.jpg

 Fonte da Imagem:http://minhoemfesta.pt/história/dedicado-todos-os-emigrantes-que-estão-de-partida-o-minho-em-festa-deseja-boa-viagem

 

Num país onde dizer que um cigano (sublinho, um) não pagou impostos ou cometeu um crime é considerado racismo e extensívo a toda a uma comunidade! Num país onde dizer que um imigrante (volto a sublinhar um) não quer trabalhar é considerado xenofobia e ódio a todos os imigrantes! E quem é que protege os emigrantes que cometeram o pecado de serem portugueses e regressam em Agosto e até Julho?

 

Comecemos com uma banda sonora que está lá em baixo para vos acompanhar na leitura deste texto.

 

As redes sociais, os media, associações, que não sei bem do que vivem e o que fazem, e alguns "partidos" políticos agitam-se contra comentários isolados, muitas vezes fundamentados e confirmados por toda uma comunidade mas não defendem os emigrantes, vulgo "emigras" ou "avecs", que nos visitam em Agosto! Aliás, defendem desde que tenham adquirido "papel comercial" do BES!

 

Foi por isso que decidi criar a SOS EMIGRAGOSTO, uma associação que defende todos os emigrantes que regressam à sua terra natal no Verão! Defendemos o direito a falar um "francês de Alcochete"; a vestir roupas novas compradas em Salamanca, Ciudad Rodrigo, Vilar Formoso, Badajoz ou Elvas; a utilizar vernáculo nacional intercalado com um francês de Île-de-France e a utilizar carros carregados de presuntos, bacalhau e chouriços! Defendemos também o tuning german style, ou os vidros escurecidos à Lausanne nas viaturas automóveis com matrículas estrangeiras! Defendemos o direito aos churrascos carregados de entremeadas, sardinhas e entrecosto bem regados com vinho Cachinhos ou Almocreve! Defendemos a gasosa, o Joy e o Frutol! Defendemos a "música pimba"! Defendemos os tradicionais "eile na arretou toute suite ele tinha era que arretar", "vien ici Maria, vien a ton pére sua mula dum..." ou então o "un pain prá moi e outro aqui pó me colega".

 

Muitos dirão: essa raça emigra vem para cá exibir carros novos, muitos até são alugados, e vem também mostrar que está bem na vida com roupas novas e a pagar jantares a torto e a direito mas depois, na casa da porteira, é só sopinha! Digam-me lá, o que é que fazem os portugueses que vivem no nosso país o ano inteiro? Estes ao menos fazem-no em Agosto e estão no seu direito, começo a pensar que muitos sentem que o protagonismo lhes está a ser retirado. E não vão a Espanha fazer perguntas, pois aquilo que vocês dizem dos emigrantes é o mesmo que os espanhóis pensam de nós.

 

Para o mal ou para o bem, os emigrantes trazem vida a muitas aldeias e até cidades, essa é a realidade. Trazem vida e jovens para as ruas, animam as aldeias e acima de tudo animam também a economia local. Não se esqueçam que muitos deles ainda fazem investimentos na terras que os viram partir e outros continuam a enviar remessas de dinheiro. Também não tratemos mal os que partiram porque não os soubemos acolher no seu próprio país, porque quer queiramos quer não, a vontade de muitos é voltar. Temos o discurso (com o qual concordo) de sermos muito receptivos com os imigrantes, mas somos os primeiros a expulsar os portugueses lá para fora... E em muitos casos, mesmo lá fora, não peçam ajuda a um português sob pena de ficarem com a impressão que são mais bem acolhidos pelos nacionais desse país...

 

Não tenhamos asco de ver os restaurantes cheios de emigrantes ou as lojas cheias de indivíduos sedentos de gastarem o dinheiro ganho durante o ano. Deixemos que as ruas e os bailaricos se encham de gente bem disposta que vem à procura das suas raízes. Alguns são parvos? Alguns comem com as mãos mesmo que estejam no "Darwin"? E então, quem é que em casa não come o franguinho com as mãos? Quem é que quando abre a boca não mostra o bolo alimentar qual almôndega gigante? Quem é que não fica com os queixos besuntados com o molho das sardinhas? Nos Santos Populares não vejo outra coisa e não são emigrantes...

 

Deixem-nos andar por aí que  ao menos a economia mexe e algumas terras também. Deixemos que invadam o nosso espaço e que dinamizem as nossas praias fluviais enquanto vamos todos mendigar um lugar nos areais do Algarve... Deixemos que o direito a não ter cara de atum seja uma realidade! Não há mal nenhum em invadirem o nosso pequenino mundo, não abram só as fronteiras territoriais, abram também as fronteiras da vossa cabeça...

 

A SOS EMIGRAGOSTO está cá para defender todos os emigrantes que queiram entupir as fronteiras do Caia e de Vilar Formoso, de Tui a Vila Real de Santo António estamos cá para vos apoiar! Mesmo nos voos low-cost em Charlles de Gaulle, Lyon, Basileia ou Dusseldorf estamos lá para vos apoiar! Não são só os estrangeiros que recebemos de "braços abertos".

 

Emigrante que escutas Graciano Saga ou Alizée na tua viagem de regresso à Pátria, a SOS EMIGRAGOSTO está contigo! 

 

P.S: só agora é que reparei que escrevi extensível ao invés de extensivo.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


39 comentários

Sem imagem de perfil

De Luis Costa a 10.08.2017 às 12:21

eheheheheh espetaaaaaculo
Abraço
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 10.08.2017 às 14:30

Por momentos pensei que este espaço andava a ser comentado pelo Fernando Mendes :-)

Abraço Luís :-)
Sem imagem de perfil

De Luis Costa a 10.08.2017 às 23:08

ehehehehehhe
Imagem de perfil

De Maria a 10.08.2017 às 18:52

És brilhante.
E atenção, não estou com isto a ser hipócrita porque também eu, por vezes, me queixo de ALGUNS avecs.

(Ontem a Mula lembrou me do Frissumo e hoje lembras me do Frutol. Obrigada)
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 10.08.2017 às 20:24

Tu é que interpretas todos os alertas de luz vermelha e sou eu o brilhante?

Sim, eu também brinco com os emigrantes, tenho de assumir, mas o balanço final é sempre positivo.

O Frutol é um clássico de qualquer piquenique no Verão. E já nem falo na gasosa Areeiro...

Obrigado eu,
Imagem de perfil

De Marta Elle a 10.08.2017 às 18:58

Os emigrantes trazem mais benefícios que malefícios, parece-me. Vêm para cá gastar dinheiro, ensinam umas palavras novas ao pessoal e, como dizes, enchem as aldeias que costumam estar vazias.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 10.08.2017 às 20:22

E trazem animação e vida a esses espaços que vivem completamente apagados durante o resto do ano... Confesso que é uma diferença abismal.
Imagem de perfil

De HD a 10.08.2017 às 20:33

Nem sei o que dizer... :D

Que grande iniciativa ;p

Graciano Saga: o meu youtube nem me queria autorizar a passar as malhas dele ahahahha
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 10.08.2017 às 20:43

Não digas nada e bebe uma gasosa Areeiro uma La Casera!

Junta-te também à luta! Pelo direito a pisar o território que o viu nascer sem levar com os sisudos dos costume.

O Graciano Saga é um clássico, então a música do "Vem Devagar Emigrante" é um verdadeiro hino a quem vai iniciar uma viagem de milhares de quilómetros.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 10.08.2017 às 20:46

"ou uma La Casera"...
Imagem de perfil

De HD a 10.08.2017 às 20:55

Essa música atormentou-me durante anos ahahaha

Podes contar comigo nesta demanda sem preconceitos :D
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 10.08.2017 às 21:03


A mim nem por isso... Tenho um sonho que é sair disparado do topo da Senhora da Graça a ouvi-la!

Tenho de te arranjar uma camisola da selecção e umas jantes 12" prateadas com pneus de baixo perfil para colocares no teu automóvel.

Imagem de perfil

De HD a 10.08.2017 às 21:17

Ahahaha não estou preparado para esse tipo de tunning xD
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 10.08.2017 às 21:23

Se recuperar a minha "árvore mágica" com cheiro a baunilha prometo que te dou para decorares o carro. Isso e uma mantinha alentejana e um daqueles cães que abanam a cabeça.
Imagem de perfil

De HD a 10.08.2017 às 21:25

Assim já me identifico :D
Mas tenho de manter o CD do Tony Carreira no carro, é a minha única exigência :)
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 10.08.2017 às 21:32

O do Clemente também não seria má ideia... "Vais partir, naquela estrada...".
Imagem de perfil

De HD a 10.08.2017 às 21:35

Com estas pérolas musicais... tu é que estás a partir a loiça toda ahahaha
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 10.08.2017 às 21:39

Serão os hinos da associação aos quais se terá de juntar o "Voltei, Voltei, Voltei de lá... Ainda ontem estava em França e agora já estou cá...".
Imagem de perfil

De HD a 10.08.2017 às 21:42

Não posso xD
O que mais te falta lembrar de citar ???? :O
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 10.08.2017 às 21:52

Linda de Suza?
Imagem de perfil

De HD a 10.08.2017 às 21:55

Essa é da mala de cartão, não é? ... :s
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 10.08.2017 às 21:59

Confirma!

Vamos colocar um pouco de intelectualidade nisto, até já coloquei os óculos e vesti umas calças mais largas para parecer um pseudo-intelectual de esquerda: "Canção do Desterro", Zeca Afonso...
Imagem de perfil

De HD a 10.08.2017 às 22:08

Se eu conseguisse adivinhar o resto da tua playlist neste momento... ganharia o Euro Milhões amanhã :D
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 10.08.2017 às 22:14

Agora fizeste-me lembrar uma "playlist" que eu e uns tantos conservávamos na minha primeira passagem pela faculdade... Só não digo aqui porque estamos num local de culto e respeito.

Para finalizar, vou atirar-me aos CV, em algumas regiões do mundo o dia está a nascer e é sempre uma boa oportunidade....

Fica lá com mais uma para começares a pensar num artigo sobre músicas de emigrantes: "Adeus Paris, até Lisboa" do Dino Meira (esta foi um emigrante que me deu a conhecer, essa e a "Matança do Porco" (ou do Porquinho).

Imagem de perfil

De HD a 10.08.2017 às 22:29

Vai lá, bom trabalho e boa sorte (emigrante!) ;p

Estou a tomar nota delas todas, que maravilha de playlist ;p
Imagem de perfil

De PP a 10.08.2017 às 20:52

É bem verdade quando dizes que trazem vida nova a algumas aldeias, e sobretudo ao interior do país.
Lojas e restaurantes cheios em nada me afetam. O que não gosto mesmo é de ouvir aqueles berros em francês ou alemão, seguidos de um "Car**o" ou qualquer outra palavra portuguesa, em pleno exercício de exibição.
Agora ser contra as festividades deles? Haja alegria em todos nós, muito convívio e sempre, aquela tantas vezes esquecida, saúde.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 10.08.2017 às 20:58

Também tens razão, mas também vejo cada vez mais portugueses a viverem no nosso país com o mesmo comportamento... Aliás, nem precisas de sair dos blogs :-)

Sem saúde é que não há nada... Espero que por aí esteja tudo bem, ou pelo menos um pouco melhor.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 10.08.2017 às 22:32

Só queria dizer que adorei o seu nome de perfil (creio que é bastante literário e ficava muito jeitoso num livrinho).

Não sou daqui do sapo, sou do blogspot, mas estive cá.

L.L.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 11.08.2017 às 08:36

Muito, mas muito obrigado! Para o "livrinho" falta o talento :-)

Obrigado pela visita, espero poder visitar também o seu espaço.

Muito mas muito obrigado :-)
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 10.08.2017 às 23:04

Eu concordo com tudo o que escreveste, mas só acho irritante, aqueles emigrantes que falem alto francês para mostrar que vivem fora e depois dizem palavrões em português no meio da conversa. É exibicionista. Isso irrita porque muitas vezes não é natural.

Tirando isso, acho muito bem que venham ao país visitar as suas gentes, deixar dinheiro na economia e dar vida às aldeias. Muito do preconceito que existe deriva de alguma inveja e ressabianço dos críticos que não conseguem competir com as roupas e nível de vida mostrado (não significa que seja real) dos emigrantes. Isso nota-se nas pessoas mais velhas.

Aliás as vendas da minha empresa disparam nas lojas do interior do país e uma das peças mais vendidas são as t-shirts que têm o nome o nome bem escarrapachado na parte da frente das mesmas. :)
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 11.08.2017 às 08:37

O mundo do marketing, não importa se o produto é bom, desde que a marca tenha nome e venha lá bem "escarrapachado" é imediatamente vendável.

Bem, os portugueses que por cá andam todo o ano também não são os mais bem educados... Até aqui nos blogs o vernáculo é uma mais-valia... (a lembrar-me de um artigo teu) :-)
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 12.08.2017 às 22:50

Eu fico farta de ouvir os avecs, e ontem, na enorme praia ( já foi muito maior, noutros tempos) parece que decidiram assentar toalhas e guarda-sóis perto de mim.
O que me vale é que acabei por me abstrair do franciú, pois estava muito concentrada na leitura.
Acho bem que venham, eu faria o mesmo, porque a nossa terra é e sempre será a mais bonita
Tenho sobrinhos fora do país, Brasil e Irlanda, não deixam de ser emigrantes, também, que adoram vir cá .
Então a que vive no Brasil não passa sem vir no Natal e nas férias de verão para estar com a família e digo, contribui muito para a economia do país.
Porém, o filho mais velho, 5 anos, faz questão de falar português de Portugal, acredite.
Ele diz que é português, não é brasileiro.
Concordo muito com isto, até porque sou fã de festas de aldeia:

"Trazem vida e jovens para as ruas, animam as aldeias e acima de tudo animam também a economia local. Não se esqueçam que muitos deles ainda fazem investimentos na terras que os viram partir e outros continuam a enviar remessas de dinheiro."


Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 13.08.2017 às 10:25

As festas de aldeia são muito animadas também por culpa destas gentes, não haja dúvida...

Neste país de emigração acabamos todos por ter alguém por fora, essa é a realidade. Tenho família que nem conheço em França, Austrália, EUA (aí são aos magotes), Canadá, Reino Unido e muita gente que andou por África e lá ficou. É bom também ver que conservamos as origens. Eu por exemplo, adapto-me a qualquer realidade diferente da minha, mas obviamente, não deixo de ser português.
Imagem de perfil

De Triptofano! a 13.08.2017 às 17:41

Franguinho comido com as mãos contem comigo!
Mas realmente lá na loja nesta altura do ano aparecem-me muitos emigrantes a falar em francês, algo que eu não percebo visto que se estamos em Portugal e eles falam português porque raio não me hão-de facilitar a vida?
Mas gastem o dinheirinho que a gente agradece :)
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 13.08.2017 às 19:54

É um prolongamento do que "nós" fazemos lá fora, que também não falamos português :-)

Nem mais .-)

Comentar



Mais sobre mim

foto do autor



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Mensagens

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Pesquisar

  Pesquisar no Blog






Copyrighted.com Registered & Protected 
CRD7-BFJD-IWHB-ZXDB