Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Programas de Televisão, Tragédias e o Presidente!

por Robinson Kanes, em 22.01.18

gagreel_full.jpg

 Fonte da Imagem: https://www.reddit.com/r/startrek/comments/1cry2q/finally_an_hd_picard_facepalm_image_from_the_tng/

 

 

Pois é... Chego sempre atrasado a tudo, e aqui só me posso basear no que fui ouvindo aqui e acolá e durante escassas olhadelas para os monitores do ginásio.

 

Marcelo Rebelo de Sousa não deve estar nada contente com a SIC, depois da tragédia de um certo Sábado em Tondela, onde mais uma vez, o mais importante não foram a tragédia nem as vítimas, mas sim o Presidente da República - os momentos de glória de Marcelo junto dos media sofreram um revés. Marcelo a acordar para ir a Tondela... Marcelo a tomar o pequeno-almoço antes de ir a Tondela... Marcelo decerto já sabe o que provocou o incêndio em Tondela... Marcelo a abastecer o carro da presidência na área de serviço de Aveiras... Marcelo dentro do carro presidencial a sorrir... Marcelo dentro do carro presidencial a escabichar os dentes, depois de ter comido um pão com carne assada, e enquanto pensa nas vítimas de Tondela. Marcelo no WC a aproveitar para ler mesmo quando se desloca a cenários de catástrofe... Tinhamos tema para uma semana, no entanto...

 

Quando este, no seu lado de "pseudo-papi da nação" já julgava ser tema para mais umas semanas a explorar uma tragédia, eis que a SIC decide lançar um programa importado dos Estados Unidos e que nos remete uma coisa para a qual os portugueses não perdoam: os filhos! Quantos não conhecemos que são capazes de dizimar a população inteira do planeta só para que o filho realize o desejo de ir à Eurodisney? Ou então, quantos não conhecemos que são capazes de manter um prédio anos a fio em guerra só para que o filho grite, corra e seja mal educado? Quantos não conhecemos que utilizam os filhos, com o discurso do "ai são as crianças" para camuflarem outras vontades mais egoístas?

 

A grande revolta dos portugueses a seguir à interrupção do jogo entre o Estoril e o Futebol Clube do Porto e às guerras futebolísticas, focou-se agora num programa de televisão, altamente montado para as audiências e com muito que se lhe diga em termos de fidedignidade. Incêndios? Quedas de árvores que matam às dúzias? Corrupção? Financiamento dos partidos? Tancos? Mais corrupção? Reformas estruturais da administração pública? Não! Um programa de televisão! Voltando a Marcelo, começo a chegar à conclusão que, a televisão que o criou um presidente é a mesma que ainda vai apagar um presidente - ainda vamos ver um concorrente de algum reality show chegar a presidente... Não é difícil, basta achar que tem opinião de tudo, não se comprometer com nada, dizer que lê muito e que aos Domingos até vai à Igreja.

 

Com tantos maus-tratos a crianças, com tantos crimes de sangue contra crianças, contra tantas crianças com fome, com tantos pais que não hesitam em destruir e desrepeitar quem os rodeia e tanto silêncio nesta matéria, acabo por estranhar como é que de repente a ira nacional se voltou para estas bandas... 

 

Soubesse o que sabe hoje, aquando dos incêndios, por certo António Costa tinha tratado de garantir que ainda teríamos um programa cuja temática seria a educação de árbitros e presidentes de clubes futebol em termos de português e economia paralela - era sucesso garantido e ninguém tinha falado no caos que se abateu em Portugal.

Autoria e outros dados (tags, etc)


52 comentários

Imagem de perfil

De Psicogata a 22.01.2018 às 12:15

Tenho lido e visto tanta falta de bom senso de tanta hipocrisia, tantos assuntos importantes, mesmo relacionados com crianças e vão apostar todas as fichas num programa de televisão. Enfim, mais um fiel retratado das prioridades da nossa sociedade.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 22.01.2018 às 13:08

O importante é o que dá na TV... O importante é o folclore... Gostava tanto que as mentalidades acompanhassem as tecnologias...
Imagem de perfil

De Psicogata a 22.01.2018 às 14:07

Isso seria fantástico, mas estamos muito longe disso.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 22.01.2018 às 14:27

Demasiado :-)
Imagem de perfil

De Maria a 22.01.2018 às 15:44

AHAHAHAHAH, este programa (que ainda não vi e me faz confusão que estejam tão furiosos com a exposição das criancinhas quando na realidade as "pespegam" diariamente em facebooks e instagrams) podia alternar: uma semana - criancinha, outra semana - árbitro, outra(s) semana(s) - politico corrupto, outra semana...
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 22.01.2018 às 15:48

Só paradoxos inúteis... Por vezes acho que é uma forma de se lembrarem que existem como cidadãos ou mostrar que o são com assuntos que não interessam a ninguém... Quando o que realmente interessa fica por "decifrar"...
Imagem de perfil

De Rita PN a 22.01.2018 às 17:56

Eu não sei que programa é esse e na verdade nem me interessa muito saber. Contudo, creio que já atingiu o seu objectivo, que é por o povo a falar dele. Ora, para falar é preciso ter visto qualquer coisinha, mesmo que não tenha visto por inteiro, o telespectador viu uns minutinhos, para se inteirar da situação. Logo, deu audiência.
Só não entendo o espanto perante mais um bocadinho de lixo televisivo num país onde os 4 canais generalistas estão recheados de telenovelas, programas de companhia, reality shows, publicidade consumista e telejornais criminais, ou sem notícias. Espantada ficarei eu no dia em que começar a ver bons documentários, conteúdo educativo para crianças e adultos, programas sobre empreendedorismo, sobre finanças pessoais (espera, aqui houve outra polémica na sic, o Contas Poupança da semana passada onde o jornalista fez uma clara afronta ao ramo imobiliário), conteúdo cultutral diverso, bons filmes (não são apenas filmes), etc...

Quanto ao tema crianças, são a janela para o mundo dos pais... hoje em dia, mostra-se o filho por exibicionismo, na ânsia de se ser coroado bom pai ou boa mãe nas redes. Porque tudo o que acontece cá fora, no mundo real, e que não aparece nos ecrãs, não é válido. A sentança só é válida quando o juíz, os advogados de defesa e os réus se encontram virtualmente. Anda tudo às avessas... E isto dava aqui muita conversa, mas...
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 22.01.2018 às 21:32

Estás a escrever um livro utópico? Pelo teu primeiro parágrafo diria que sim :-)

Quando o virtual substitui o real (e nem falo do digital), a vida humana e todas as relações (boas e más) que a tornam admirável são levadas para um campo de detritos onde nem o maior engenheiro ambiental consegue desenvolver um método de reciclagem.
Imagem de perfil

De Rita PN a 22.01.2018 às 21:37

ahahaha por vezes preciso de mergulhar na utupia... Já Eduardo Galeano citava o Fernando Birri numa palestra, "A utopia está lá no horizonte. Me aproximo dois passos, ela se afasta dois passos. Caminho dez passos e o horizonte corre dez passos. Por mais que eu caminhe, jamais alcançarei. Para que serve a utopia? Serve para isso: para que eu não deixe de caminhar.”
Eu também preciso de continuar a caminhar...

"campo de detritos onde nem o maior engenheiro ambiental consegue desenvolver um método de reciclagem." - nem as minhocas, quanto mais os humanos....
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 22.01.2018 às 21:52

O que não falta são minhocas... E lesmas...

Esperemos que essa utopia não acabe como a ilha do Huxley... Mais uma dica para pegares depois do Admirável e do Regresso ao Admirável.
Imagem de perfil

De Rita PN a 22.01.2018 às 22:00

Moluscos em geral... pragas...

Don't worry, a minha utopia só serve mesmo para descansar do mundo, quando faz falta. Na verdade, é o meu bunker :-P
Acho que vou equacionar ir para um retiro espiritual ler isso no Carnaval :-)
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 22.01.2018 às 22:03

É a altura certa... "A Ilha" é mais contagiante e triste... Um período em que Huxley já perdeu a esperança...

O "Regresso ao Admirável Mundo Novo", idem...
Imagem de perfil

De Rita PN a 22.01.2018 às 22:14

Eu "A Ilha" li, já faz tempo e recordo que me tocou bastante... acredito que se reler, me vai tocar ainda mais.
Gosto de ler esse tipo de livros quando tenho tempo de qualidade. Não consigo passar sem ler, nem que seja poesia on-line ou crónicas, mas admito que durante a semana leio livros mais leves, que não exigiram demasiada entrega.
Esses guardo para alturas específicas, quando me posso envolver totalmente.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 22.01.2018 às 22:17

É um livro fantástico mas que nos deixa desencantados... Mas já sabes do que falo...

Entendo-te... Eu confesso que quando não estou para coisas pesadas me refugio em livros técnicos... Enfim...

Imagem de perfil

De Rita PN a 22.01.2018 às 22:23

Sim... deixou um tanto de desencantamento em mim, mas também me levou a bons momentos de reflexão construtivos... E quando li era bem mais novinha (de velha não tenho muito, mas... o meu cérebro às vezes parece que já cá andou antes de mim).

Sim, há momentos em que não apetece de todo leitura pesada, mas também não dá para ficar sem refúgio num qualquer pedaço de leitura...
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 22.01.2018 às 22:31

"o meu cérebro às vezes parece que já cá andou antes de mim"

:-)
Imagem de perfil

De Rita PN a 22.01.2018 às 22:49

É uma verdade...
Imagem de perfil

De HD a 22.01.2018 às 21:07

Claramente, estar a par da nossa atualidade é como fazeres passadeira em slow motion... ;-p
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 22.01.2018 às 21:29

ahahahahah muito bem visto... Isto precisa é de um golpe de Muay Thai :-)
Imagem de perfil

De HD a 22.01.2018 às 21:37

Não... chega de reality shows! xD
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 22.01.2018 às 21:51

ahahahah, pronto... Pilates... Fui a uma aula de Pilates a pensar que era para meninos saí de lá todo partido com as "velhotas" a fazerem uma espécie de cara como aquela que está a colorir o artigo de hoje...
Imagem de perfil

De HD a 22.01.2018 às 21:59

Pois pois... já experimentei sim e aquilo não é para meninos O:-)
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 22.01.2018 às 21:59

Não te imagino a fazer Pilates...

Mas enfim... Pior era se andasses armado em Pilatos.
Imagem de perfil

De HD a 22.01.2018 às 22:01

Não sabia para o que ia ahahaha
(sim, fui obrigado por uma amiga...)
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 22.01.2018 às 22:02

ahahahahahah

Já te estou a imaginar apoiado só numa perna e num braço e a tremeres por todos os lados :-)))))
Imagem de perfil

De HD a 22.01.2018 às 22:06

Tive dores em sítios que não sabia que faziam parte do corpo ahahhaa
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 22.01.2018 às 22:07

Eu saí de lá com as omoplatas e com os ombros completamente arruinados...
Imagem de perfil

De HD a 22.01.2018 às 22:09

Faço ideia... que sova! Bam! :-)
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 22.01.2018 às 22:11

Uma sova parado... Pobre omoplata esquerda e direita, "parado paradinho" fiquei feito num oito...

Mas olha que até me faz bem...
Imagem de perfil

De HD a 22.01.2018 às 22:13

Sim, quando se recupera... é um bem estar que compensa o esforço! :-)
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 22.01.2018 às 22:14

Pensei no Muay Thai, mas depois de ver o professor e alguns dos alunos achei melhor o Pilates...
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 22.01.2018 às 22:27

Precisa de fazer antigravity, fazer extensões com braços e pernas, ficar uns bons minutos de cabeça para baixo, descomprimir coluna e tudo o mais que precisamos, inclusive, as ideias, ahahahah!
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 22.01.2018 às 22:32

Sim, até nos esticarem a perna e sentirmos que a arrancaram :-)
Imagem de perfil

De HD a 23.01.2018 às 20:43

Tudo a seu tempo... :-)
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 22.01.2018 às 22:25

Ahahahahahah!
Julgava que era o quê?
Dançar slow?
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 22.01.2018 às 22:31

Já me tinham dito, mas só experimentando... E que experiência, mas fiquei adepto :-)
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 22.01.2018 às 22:38

Quanto ao programa da SIC, não vi o 1º, decidi não ver o 2º, vi hoje, no final das notícias, o debate.
Que dizer?

" Com tantos maus-tratos a crianças, com tantos crimes de sangue contra crianças, contra tantas crianças com fome, com tantos pais que não hesitam em destruir e desrepeitar quem os rodeia e tanto silêncio nesta matéria, acabo por estranhar como é que de repente a ira nacional se voltou para estas bandas... "

A ira nacional é flexível.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 22.01.2018 às 22:42

Eu escreveria hipócrita, mas ainda me censuram...
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 22.01.2018 às 23:14

É isso: hipócrita.
Imagem de perfil

De cheia a 22.01.2018 às 22:52

As televisões conseguem tudo vender! Não admira que elejam presidentes e ponham os pais em polvorosa por causa da educação dos filhos.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 23.01.2018 às 09:42

Grande verdade! Grande verdade!
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 22.01.2018 às 23:41

Ontem vi por curiosidade um pouco do programa e concordo com a tua abordagem. Um exagero, embora não concorde com a exposição das crianças.
Sou completamente contra e assumo os daddy/mummy blogs, que usam os filhos para se promover socialmente e obter ofertas alienando a sua privacidade. Neste caso, é indiferente. Existem problemas reais, que qualquer pai ou mãe pode ter e o programa tem uma certa vertente pedagógica (o caso de ontem acontece com uma ex colega de trabalho, em que o pai a desautoriza em frente à filha). Porém, tenho de ser coerente e criticar a exposição destas crianças. A sua privacidade não fica protegida.
Sobre Marcelo, critico também o excesso de oposição pelos media lambe botas, mas elogio a sua rapidez de resposta em estar presente no dia seguinte a apoiar as famílias afetadas. Era bem mais fácil ficar no quentinho da lareira e pedir a uma assessor que escrevesse um comunicado a lamentar.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 23.01.2018 às 09:42

Estamos totalmente de acordo...
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 25.01.2018 às 23:54

Hoje houve um atentado ambiental no Rio Tejo, mas a nossa nação prefere discutir a Super Nanny, tal como os bastonários. Há uma espécie de silêncio cúmplice entre todos. Quando vejo toda a gente a discutir o programa da SIC, interrogo-me sobre o espírito critico de todos nós, eu incluído.
Ainda não ouvi o PR falar sobre isso, ele que fala sobre tudo...
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 27.01.2018 às 16:18

Vai ver a que grupo pertence a Celtejo... Talvez tenhas resposta para o silêncio. Mas acredito que falará perante a pressão que está a ter lugar... Ou então dirá que não é o momento oportuno. A aguardar...
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 27.01.2018 às 18:27

Conheço bem demais esse grupo e é público quem são os seus accionistas :)
Imagem de perfil

De José da Xã a 24.01.2018 às 16:52

Sei que há para aí uma polémica qualquer que já mete justiça e setecentos mil agentes da autoridade.
Mas como raramente vejo televisão ou quando vejo é "en passant" para ver uma jogatana de futebol num canal da especialidade não sei o que se passou.
Ora bem em Portugal há temas tabus e sobre os quais ninguém gosta de falar e a educação dos filhos é um deles. Ou a não-educação!
E como disse Eça: o resto é paisagem (queimada).
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 25.01.2018 às 10:44

Mas há filhos mas especiais que outros :-)

Comentar



Mais sobre mim

foto do autor



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Mensagens

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Pesquisar

  Pesquisar no Blog






Copyrighted.com Registered & Protected 
CRD7-BFJD-IWHB-ZXDB