Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Pelo Port Vell até Drassanes...

por Robinson Kanes, em 14.12.17

IMG_1383.jpg

Fonte das Imagens: Própria 

Já lá vão uns tempos sem recordar a "minha" Barcelona. Recordo-me de Barceloneta, da minha morada em Ausiàs March, do percurso do Passeig Lluís Company até à Torre Agbar sem esquecer a Ciutadella e os momentos bem regados no Port Olímpic. Hoje, e posto que deixei Barceloneta no último artigo, continuo a caminhar junto ao mar percorrendo o Port Vell (Porto Velho)...

 

O Port Vell, para mim, é mais que um espaço comercial, alvo de algumas obras de modernização que levaram à construção do Oceanário e do Maremágnum (centro comercial). Daqui, e enquanto caminhamos junto ao mar, assistimos ao movimento do porto de Barcelona enquanto vislumbramos Montjuic cada vez mais perto. É um óptimo passeio para o fim de tarde e se possível nada como fugir do movimento frenético da Rambla de Mar e seguir até ao fim do molhe.

IMG_1440.jpg 

Todavia, as grandes atracções, para mim, além da paisagem natural, são o antigo edifício neoclássico da alfândega e o Museu Marítimo de Barcelona que ocupa o local onde se encontravam as "Reales Atarazanas" o grande arsenal da coroa de Aragão! Quem aprecia o mar e arquitectura tem aqui um espaço de visita obrigatória e que, no fundo, nos transporta para outras épocas num local calmo e pacíficio longe do sempre espectacular bulício de Barcelona, sobretudo no "Passeig de Colom". É também aqui que Cristovão Colombo, do alto do seu pedestal de 60 metros (construído para a Exposição Universal de 1888 e que celebrava a descoberta da América) contempla a cidade e o mar. Além das figuras históricas, são os leões, na base, que me fascinam...

IMG_1443.jpg

Deixando uma azáfama mais turística, entramos na zona de "Drassanes". Drassanes não é mais que o sinónimo das "Reales Atarazanas" e era o nome catalão para as mesmas: "Drassanes Reials de Barcelona".

 

É por detrás do Museu, num bairro extremamente interessante e onde me aconselhavam a não ir à noite que encontrei mais um dos meus recantos preferidos da cidade. Encontramos por aqui todas as culturas num pequeno bairro nas traseiras do Museu Marítimo... Já estamos no "Raval".

IMG_1406.jpg

Ao percorrermos as ruas percebemos que as influências africanas e do médio-oriente estão presentes, não só nos IMG_1428.jpgrostos mas também no vestuário e, especialmente no aromas e nos mercados... É impossível não nos deixarmos contagiar pelo cheiro a boa comida e seguir o mesmo até encontrarmos um lugar, que nem sempre é o mais atraente, mas que nos faz sentar e apreciar aquele recanto multicultural da cidade... Não foram poucas as vezes que por lá deambulei também durante a noite, e nunca senti receio ou fui alvo de qualquer abordagem mais hostil. 

 

É também caminhando por estas ruas, presas entre a Avinguda del Paral·lel e a Avinguda de les Drassanes, que, em pleno "Raval" iremos encontrar um pequeno, mas peculiar, mosteiro românico beneditino de finais do século IX - o Mosteiro de "Sant Pau del Camp". É um espaço singular, com uma igreja em cruz grega de apenas uma nave. O movimento de culturas nas ruas que ladeiam o mosteiro é apreciável e encantador. 

 

Será pois, aquecendo o meu corpo, pois para lá de Montjuic o sol já se despede, que ficarei por aqui a saborear uma "shorba baidha" (sopa branca) e a apreciar a companhia de um argelino e de um catalão que me vai contando a história do Raval e do seu passado de má fama...

IMG_2678.JPG

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


10 comentários

Imagem de perfil

De Maria Araújo a 14.12.2017 às 14:30

Gostei, e obrigada por me recordar a minha estada nesta bela cidade.
Quase tenho a certeza que na ida para Montjuic, cortamos o percurso e passamos nessa zona que chama de Raval, penso que onde fica o Museu de Arte Contemporânea.
Lembro-me de uma praça cheia de palmeiras, muitos pássaros, era domingo de manhã, passamos e alguns bairros que as minha amigas acharam suspeitos.
Ainda tenho muito para ver, se lá voltar pela 3ª vez, mas desta será para ver igrejas e outros monumentos que não foi possível, porque os mais conhecidos estavam em primeiro lugar.
Uma boa tarde.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 14.12.2017 às 14:46

Obrigado!

Fica mais para cima perto da Praça da Catalunha, mas sim, ainda anda pelo Raval :-)

Não estamos habituados... Lembro-me de ir a primeira vez a Marselha e ter alguns amigos que não queriam circular em algumas áreas... A verdade é que não estamos habituados a tanta multiculturalidade e encaramos quem é diferente como uma ameaça. No caso de Marselha, se andarmos à procura de caucasianos, penso que o ideal é mesmo não visitar ou viver na cidade :-)

As cidades espanholas merecem sempre uma visita, mesmo que não se visitem monumentos, vive-se aquela forma de estar.
Imagem de perfil

De Corvo a 14.12.2017 às 18:42

Ó Kanes.
Desconhecia-lhe esse ímpeto sádico.
Põe-se a descrever todas essas belezas que eu desconheço, e provavelmente a maior parte das pessoas não conhece mais, e a gente, (eu particularmente) fica para aqui a salivar de inveja.
De Espanha só passei duas ou três vezes por Madrid, e em trânsito. O café mais próximo do aeroporto e não conheço mais nada..
Agora, você que se ajeita a valer nessas coisas, honra e mérito lhe seja reconhecido, não quer dizer nada sobre a excelsa demissionária presidente das Raríssimas criar a pasta de directora-geral da dita Instituição (ao domicílio) a qual a si mesma se outorgou? :)))
Decididamente. E ando aqui eu armado em contador de anedotas.


Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 14.12.2017 às 22:13

A salivar de inveja, salivo eu! As suas descrições de África deixam qualquer um com vontade de apanhar o primeiro voo da TAAG! :-)

Escrevi dois artigos sobre a "Raríssimas" esta semana. Não quero explorar mais, mas para a semana quiçá, sobretudo agora que me dá essa informação. Sabe que a sede de poder tem muito que se lhe diga, e perdoe-me o elitismo, mas... Quando se vem de origens mais humildes e esquecemos as mesmas, tal tende a agudizar-se. Admito que a atitude só coloca a dita senhora numa situação mais delicada... Mas ao que tenho percebido, a "raríssimas" é uma espécie de BES da solidariedade... Muito dinheiro e muitas figuras envolvidas...
Imagem de perfil

De HD a 14.12.2017 às 20:51

Assim não dá, se a coisa correr bem... quero ir lá para o próximo Verão :-)
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 14.12.2017 às 22:14

Olha que no Verão a cidade está apinhada e torna-se bastante mais cara... É Barcelona, até durante o Inverno o sol vai estar presente :-)
Imagem de perfil

De HD a 14.12.2017 às 22:41

O lado menos bom do Verão... :\
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 14.12.2017 às 22:53

Sim, no Verão não é a melhor altura... Tens os catalães fartos de turistas e todos os locais inundados de gente...
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 14.12.2017 às 23:16

Bonitos e interessantes percursos!
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 15.12.2017 às 13:38

São mesmo...

Comentar



Mais sobre mim

foto do autor



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Mensagens

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Pesquisar

  Pesquisar no Blog






Copyrighted.com Registered & Protected 
CRD7-BFJD-IWHB-ZXDB