opinião,lifestyle,vida,sociedade,lazer,viagens,turismo,sociedade,recursos humanos,emprego,humor,gestão,

Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


IMG_2309.JPG

Peter Paul Rubens - Guerra nos Céus/Pormenor (Alte  Pinakothek)

Fonte da Imagem: Própria

 

Os lugares mais sombrios do inferno são reservados àqueles que se mantêm neutros em tempos de crise moral.

Dante Alghieri in “A Divina Comédia” (Inferno)

 

Um dos traços que marca a postura de Trump é louvável: cumpre o que promete! Trump prometeu tomar uma atítude em relação ao "Acordo de Paris" e fê-lo! Mas Trump não o fez sozinho. Trump penas deu azo ao cumprimento de uma promessa eleitoral. Os americanos, e Trump é só mais um, votaram a saída do Acordo de Paris.

 

Não vou perder o meu tempo com análises políticas e geo-estratégicas, teremos quem o faça, mesmo sem dominar o tema. Também espero que percebam que muito desta política se deve à perda de hegemonia por parte dos Estados Unidos no cenário internacional, num cenário internacional onde o peso do petróleo é cada vez menor. Não é por acaso que a Europa se vira para a China e para a Rússia com olhar atento...

 

No entanto, aqui no bairro, aqui no bairro não vivemos de comentadores nem de discursos vazios... Aqui no bairro olhamos uns para os outros e juntamos mais uma preocupação ao nosso quotidiano e ao futuro de todos nós... Ou talvez não... Ou talvez estejamos mais preocupados com quem quer comprar casa em Lisboa e quem é que está à espera de um filho, em quem é que disse um sem número de trapalhadas nas redes sociais... Porque aqui no bairro, aqui no bairro até nos ensinaram algumas coisas, mas nem sempre nos permitiram pensar. E os que pensaram... Os que pensaram nem ouvimos falar deles.

 

Aqui no bairro olhamos para Manila, muitos de nós nem sabe onde fica... Amanhã estará esquecido, como já está esquecido que as Filipinas há muito que são um barril de pólvora no sudoeste asiático. Aqui no bairro olhamos para as alterações climáticas como um problema dos Estados Unidos. Ou talvez não... Talvez sintamos o sofrimento de quem morre lá ao longe bem perto de nós... Porque aqui no bairro muitos fugiram da guerra.

 

Ou então, no bairro, o nosso nível de inteligência é tal que perdemos a esperança na cidadania e em mudar o mundo. E é nesse momento... Nesse momento, aqui no bairro, que percebemos que a Democracia é a forma mais perfeita de Ditadura.

 

Tinha planeado um artigo bem mais simpático, mas no bairro... No bairro também nada é previsível.

Autoria e outros dados (tags, etc)


26 comentários

Imagem de perfil

De Kalila a 01.06.2017 às 23:02

"Não é que não houvesse" "Guerra nos Céus" ou "Divina Comédia" no "Bairro" mas "Acordo de Paris" só mesmo na Disneyland. ( desculpa, não resisti)
Tal como grandes cabeças inventaram outras teorias políticas que na prática não funcionam também já se viu que a democracia é linda mas defeituosa.
Diz-me tu, querido amigo, o que poderá ser feito. Uma nova teoria política fundamentada em sonhos lindos que também poderão cair por terra em pouco tempo ou apostar na exploração galática e arranjar onde começar tudo de novo?
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 01.06.2017 às 23:13

Que as portas da Disneyland se abram… Pode ser que aquilo que julgamos ser fantasia possa ser mais real do que pensamos.

As teorias políticas pecam por não aprenderem umas com as outras. Pecam por não absorverem o que de bom umas e outras têm e partirem na criação de projectos eficientes…

Sou pragmático, retiraria o sonho da equação, no entanto… Acredito que o poder está em cada um de nós e em conjunto pode dar azo a muitos sonhos tornados realidade. E se cair por terra? Pelo menos não nos podem acusar de não ter tentado.

Apostar na exploração galáctica é exportar o problema :-)
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 01.06.2017 às 23:05

" Ou então, no bairro, o nosso nível de inteligência é tal que perdemos a esperança na cidadania e em mudar o mundo. E é nesse momento... Nesse momento, aqui no bairro, que percebemos que a Democracia é a forma mais perfeita de Ditadura."

Perfeito, Robinson.
Nunca pensara nisto.
Há que pensar e agir em mudar o mundo.


Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 01.06.2017 às 23:09

Pensar… Hoje não paramos para pensar… Vejo muita gente desencantada e que desistiu…
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 01.06.2017 às 23:46



Apesar de não ser bem a mesma coisa, na Venezuela, luta-se.
Nós, portugueses, acomodamo-nos.
Recebemos o nosso dinheiro no final do mês, chega para as cervejas, para encher o depósito do BMW ou do Mercedes, a vida dos outros não nos perturba... até um dia.
Para mudar mentalidades e começar tudo de novo, e apesar de temer, só uma guerra, que eu não gostaria de ver os meus sobrinhos netos vivê-la, nem quero, de modo algum.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 02.06.2017 às 10:55

É uma das coisas que, por exemplo, os espanhóis dizem de nós. Que somos demasiado pacíficos, pacíficos em demasia :-)

Mal ou bem, não nos podemos queixar e mal ou bem, temos um Estado que assegura todas as necessidades e talvez seja esse o grande problema…

As guerras têm trazido mudanças, no entanto, as guerras do futuro prometem limpar tudo de vez...
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 02.06.2017 às 14:08


Esse "limpar tudo de vez" é demasiado forte, mas pode acontecer.
Homem está um bicho mau, e intolerante.
E as crianças crescem nesta intolerância.
Quem me dera estarmos errados.

Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 02.06.2017 às 19:11

Quem me dera que assumíssemos que precisamos de tomar medidas :-) O mundo!
Imagem de perfil

De Maria a 01.06.2017 às 23:45

Preocupamo—nos com o "Bairro" porque é mais confortável alhear—mo—nos do que está "longe" e "não nos toca". Afinal de contas "não podemos fazer nada"' não é?...
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 02.06.2017 às 10:53

"Não podemos fazer nada", uma espécie de "não queremos fazer nada" :-)
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 01.06.2017 às 23:58

Como dizes somos um "bairro". Pequenino, sem influência, mas com o Ronaldo do Ecofin eheheh
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 02.06.2017 às 10:56

Um bairro muito focado na imagem projectada lá fora a esquecer-se do trabalho cá dentro...
Imagem de perfil

De MJ a 02.06.2017 às 00:32

Há homens que deixam de o ser para se metamorfesearem em perigos reais, e esta criatura é um deles. Rasgar o acordo de Paris é tudo menos sensato, e também não vou gastar o meu "latim" a dissertar sobre esse assunto, por demais óbvio.

Esquecer Manila? Aqui no bairro, ou melhor, na generalidade dos bairros, a memória tende a ser curta. Vive-se o agora, o momento, amanhã? Amanhã é outro dia e o bairro parte para outra.

É o mundo que temos, e que a continuar nesta rota só pode acabar em desastre.

Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 02.06.2017 às 10:56

Manila, o que aconteceu em Manila? :-))))))

Imagem de perfil

De MJ a 02.06.2017 às 15:53

Ah, pois, logo vi que não sabias!
Passo a ensinar-te, que uma pessoa não pode saber tudo.
Manila é uma terreola insignificante, algures por esse mundo.
Nessa dita terreola, entre muitas outras coisas jeitosas, há um casino.
Ora bem, chegado que foi à terreola um senhor, sim, um senhor, lembrou-se de fazer um churrasco com umas coisitas chamadas fichas. O que são fichas? São umas insignificancias que podem valer uma fortuna.
Depois?
Bem, depois o dito senhor, criativo como poucos, decidiu dar beijinhos e abraços a uma centena de alminhas que, muito provavelmente, nunca tinham feito grandes malfeitorias a ninguém.
Aqui? Bem, aqui surgiu um pequeno problema: o senhor tinha muita força e...? E a maioria finou-se.
Ora depois de todo este esforço, o senhor, cheio de frio, deitou-se e...?!

E, olha, vou-me embora!
Espero que tenhas compreendido a explicação.
Ai, Deus me dê paciência!
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 02.06.2017 às 19:16

ahahahahha
Que forma de encarar as coisas. Muito bom!
Imagem de perfil

De Rita PN a 02.06.2017 às 01:16

É um facto que Donald Trump está a cumprir o que disse, aquando da sua eleição: abandonar a política de redução de energias poluentes e regressar às perfurações de petróleo e gás de xisto.
Tal confirmação foi feita hoje pela Casa Branca nas seguintes palavras: "recuperar a independência energética e abandonar políticas que ponham a economia em risco".

Pois bem... é um rasgar do mundo, isto a que assistimos aqui no bairro. E assistimos sem atuar, porque aqui no bairro somos demasiado humanos para enfrentar tamanha barbárie de decisões de um ser todo poderoso, que a todos arrasta para a destruição. Aqui no bairro, já assistimos a diversas formas de tortura humana, mas gora, o campo de concentração é o mundo, cujas muralhas fronteiriças começam a cair por terra, soterrando políticas ineficazes e abrindo portas à aceitação daquilo que, aqui no bairro, já nós sabiamos que aconteceria, porque "o nosso nível de inteligência é tal que percebemos que a Democracia é a forma mais perfeita de Ditadura."

Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 02.06.2017 às 10:58

Que pensamento perfeito para dar continuidade ao meu "desafio". Parabéns!
Imagem de perfil

De Rita PN a 02.06.2017 às 11:18

Às vezes tenho destes momentos... sempre que me pões a pensar, através dos teus pontos de vista!
Imagem de perfil

De Chic'Ana a 02.06.2017 às 10:45

Preocupamo-nos muito com coisas simples, com cusquices, com detalhes, enquanto extistem tantas coisas grandiosas que requerem a nossa atenção. Pensamos que estamos protegidos e que nunca iremos sofrer com as consequências de algo supostamente de "fora" - puro engano!
Beijinhos
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 02.06.2017 às 10:57

Já estamos a sofrer. As alterações climáticas são parte da evolução do planeta, no entanto, a aceleração das mesmas não. E quer queiramos, quer não… Mesmo por cá já sofremos um pouco isso nas zonas costeiras e mesmo no interior com áreas completamente desertificadas.
Imagem de perfil

De Mamã Silvestre a 02.06.2017 às 14:29

Devíamos todos deixar de olhar para os nossos umbigos e pensar um bocadinho mais no que se passa fora do "bairro".
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 02.06.2017 às 14:37

E isso dá tanto trabalho…:-)
Imagem de perfil

De Rita a 06.06.2017 às 14:35

Infelizmente é muito isso :(

Comentar



Mais sobre mim

foto do autor



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Mensagens

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Pesquisar

  Pesquisar no Blog






Copyrighted.com Registered & Protected 
CRD7-BFJD-IWHB-ZXDB