Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mais Letal que um Comando!

por Robinson Kanes, em 22.11.16

COMANDOS-2.jpg

 

O que é que pode ser mais letal que um Comando (e não é de televisão)? Os media e um coro de indivíduos que usa e abusa da liberdade para achincalhar aqueles que estão na mó de baixo.

 

Seria interessante perceber porque se tem dado tanta importância a duas mortes nos Comandos, ocorridas no Verão e já nem se aborda a corrupção que grassa na Força Aérea e outras instituições... ou por exemplo, de dois Secretários de Estado que vendem a alma ao diabo a troco de bilhetes para o futebol e, depois de descobertos (depois de... descobertos), declaram ter a intenção pagar os custos de tamanho regabofe.  A integridade é reposta como se essa mesma integridade estivesse nos custos e não nos actos.

 

Será que se eu assaltar uma ourivesaria, for capturado e depois prometer o reembolso das peças escapo à justiça ou ao julgamento das populações?

 

Se existiu crime, mesmo que por negligência, deverá ser investigado e punido. Incluo a questão relacionada com o Regimento de Comandos.

 

É raro o dia que não circule uma notícia que permita o mau julgamento por parte dos cidadãos... a "última moda" é ir contado os recrutas que desistem dos cursos... é uma tropa de elite, as desistências são muitas vezes a regra, não a excepção. O desconhecimento dos factos é assustador...

 

No entanto, só quem nunca entrou no quartel da Carregueira é que pode afirmar que os Comandos não se respeitam como camaradas. Estamos a falar de uma força de elite e operacional - activa para a defesa do país e das populações a qualquer momento. Estamos a falar de homens que não hesitarão em dar a vida por nós, mesmo que debaixo do nosso achincalhamento.

 

Onde estavam os críticos quando os nossos Comandos estavam e continuam a estar, por exemplo, no Afeganistão como força de paz? E os louvores desse trabalho? Visitem o quartel da Carregueira e vejam os louvores que as instituições internacionais e até forças armadas congéneres concederam a estes homens... estão patentes nas paredes... bem como a “memória” pelos camaradas que se perdem...

 

Onde estão os cidadãos que não hesitam uma boa pancadaria virtual para defender uma Cristina Ferreira (nada tenho contra a senhora) ou um Pedro Dias mas protelam esta destruição pública daqueles que morrem a lutar por esses mesmos cidadãos? Ou porque é que os cidadãos não se questionam do porquê dos monumentos nacionais serem guardados por empresas de segurança privada e não por militares?

 

Os criminosos devem ser punidos, mas nunca se confunda uma instituição com um ou mais comportamentos, até porque muitas vezes determinadas falhas ocorrem devido a problemas estruturais.

Autoria e outros dados (tags, etc)


4 comentários

Imagem de perfil

De Nay a 23.11.2016 às 15:34

Há claramente uma troca de valores na sociedade quando vozes se levantam em defesa de coisas dão "supérfluas" e calam-se perante injustiças berrantes.

Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 23.11.2016 às 18:03

É uma discussão interessante... os valores...
Imagem de perfil

De Nay a 23.11.2016 às 19:04

Acho melhor nem começarmos. :D
Iria concerteza ser muito mais longa do que a última que tivemos.
Mas não consigo evitar... em tempos, num outro blogue, fiz um post por causa de uma notícia em que dizia algo como "Foi detido até ser presente em tribunal, por roubo, indivíduo apanhado em flagrante" os detalhes eram: valor não excedia os 15€ eram bens alimentícios. Réu justificou como acto de desespero por se encontrar desempregado.
Ou seja, fiquei feliz por a justiça em Portugal estar a ser tão rápida e eficaz...mas não, no mesmo jornal falavam de outros crimes com valores inimagináveis, para mim, em que os acusados continuavam a exercer. Ou outro que estava em parte incerta.
Os debates ridiculos sobre futebol ou talkshows e a abstenção nas urnas, o consumismo desenfreado e os idosos cada vez mais sós ...contradições ...tantas
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 24.11.2016 às 09:52

Não evites, tens trazido discussões deveras interessantes e mesmo em desacordo muitas vezes conseguimos abordar situações importantes e até chegar a conclusões apreciáveis. Um blog também é para isso...

As contradições acontecem porque os cidadãos não reagem, distraem-se digamos assim com aquilo que referes... os talk shows, o futebol... não digo que não faça parte, faz... mas utilizo uma velha máxima do Leonardo da Vinci, muitas vezes mesmo, que costuma dizer: "quem não condena o mal, ordena que ele se faça". Penso que é isso que acabamos por fazer...

E não é preciso ir para a rua largar petardos, basta simplesmente exercer a cidadania...

Passamos por um fase complicada nas sociedades ocidentais, onde mais que uma crise económica, estamos perante uma crise de valores.

Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Mensagens

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Pesquisar

  Pesquisar no Blog



subscrever feeds




Copyrighted.com Registered & Protected 
CRD7-BFJD-IWHB-ZXDB