Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




"Jorge Miguel" e Eu.

por Robinson Kanes, em 26.12.16

 

IMG_4919.JPG

 

Acabei de receber um telefonema e, do outro lado, perguntam:

 

-Sabes quem morreu?

-O Mário Soares? – Perguntei eu.

Do outro lado, a resposta crua e dura:

-Não! O George Michael!

 

Confesso que não procurei notícias, para mim basta-me a notícia da morte e... não fosse ter escrito recentemente um texto sobre Bowie, provavelmente não estaria a escrever este... confesso que abomino os escritos imediatos que surgem após a morte de alguém... desconfio, muito seriamente, que existem pessoas que já têm textos escritos para a morte deste e daquele indivíduo e contam ansiosamente o tempo para os publicar, tal como os "humoristas". Por vezes, ainda o indivíduo está a “fechar os olhos” e já estão a sair artigos e opiniões...

 

Hoje, e durante os próximos dias, George Michael vai ter mais fãs do que alguma vez teve, chega a hora de todos, especialmente as pseudo-celebridades, dizerem que adoravam o senhor.

 

Conheci o “Jorge Miguel” tarde... a minha irmã era altamente viciada no senhor, sobretudo durante os anos 80. Mas... durante os anos 80, era eu um miúdo sem qualquer sensibilidade para essas coisas, aliás, não poderia mesmo e a Rua Sésamo era o meu passatempo (graças a Deus que em Portugal não existiam Telteubbies).

 

Foi, efectivamente, em meados dos anos 90, que ouvindo os discos dos Wham (todos temos as nossas pedras no sapato e... quem nunca fez figuras tristes a dançar o “Wake Me Up Before You Gogo” que atire a primeira pedra”) lá fui entrando no universo deste senhor.

 

O apogeu deu-se quando ouvi “Jesus to a Child” e especialmente o “You Have Been Loved”. Numa época de miúdo armado em galã, ouvir esta última e passear pela escola de “peito feito” com a mais desejada da turma... a mistura não poderia ter sido melhor. 

 

Songs From The Last Century” e, mais recentemente, “Symphonica” fizeram-me apreciar, não só as músicas deste senhor, mas a voz (lembram-se que foi o único músico que, após a morte de Freddy Mercury, reuniu consenso entre os fãs de Queen, para o substituir?). Ainda hoje, sinto que vou pegar no último e deixar que ecoe pela sala... afinal, estas coisas têm de ser recordadas com alegria.

 

 

People

You can never change the way they feel

Better let them do just what they will

For they will

If you let them

Steal your heart from you

People

Will always make a lover feel a fool

But you knew I loved you

We could have shown them all

We should have seen love through

(Kissing a Fool do álbum “Faith”)

 

Num mundo, onde as referências, sobretudo na música, vão sendo menos, estas perdas fazem-nos pensar... não na morte dos mesmos em si, afinal a morte faz parte da vida, mas em como vão sendo cada vez menos os bons artistas e como o futuro não é propriamente recheado de qualidade no que a esta temática concerne. 

 

O Jorge Miguel vai continuando por aqui... bem vivo, em cada música, em cada disco e cd que vai girar vezes sem fim, fazendo companhia a outros grandes mestres.

 

Fonte da Imagem: Própria.

Autoria e outros dados (tags, etc)


23 comentários

Imagem de perfil

De Maria Mocha a 26.12.2016 às 11:59

Ótimo post!
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 26.12.2016 às 14:33

Muito Obrigado.
Neste texto, onde estava "whake" leia-se wake... a propósito de um certo artigo que li recentemente.
Imagem de perfil

De m-M a 26.12.2016 às 13:06

Obrigada pelo post - acho que temos percursos semelhantes com o Jorginho Miguel :)

Beijinho,
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 26.12.2016 às 14:37

Muito Obrigado... é continuar a ouvir... a ouvir... a ouvir...
Imagem de perfil

De m-M a 27.12.2016 às 10:18

Rejubilemos que ele teve o "direito" a vários Best Ofs - sem "necessitar de morrer, para ser celebrado".
E eu, por acaso, tenho-os todos! ;)
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 27.12.2016 às 10:56

Já vi que temos fervorosa seguidora. Boa!
Imagem de perfil

De fashion a 26.12.2016 às 13:37

Concordo. Sinto que os "líderes" em todos os campos estão a desaparecer. Estamos a ficar órfãos de ideologias e de riqueza cultural.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 26.12.2016 às 14:39

Indeed, como dizem os britânicos. Por vezes, temo estar a ser nostálgico e demasiado saudosista mas dou por mim a pensar: "acompanho a inovação, usufruo dela, ainda não estou em idade de dizer... no meu tempo é que era e mesmo assim, há aqui coisas que não batem certo...".
Ainda vou escrever sobre essa temática, sobretudo de líderes... pois, para o bem ou para o mal, as referências já são poucas e aqueles que podem ocupar o lugar escasseiam...
Imagem de perfil

De fashion a 26.12.2016 às 14:58

Partilho as tuas ideias e fico à espera do texto sobre os líderes.
Imagem de perfil

De Sónia Pereira a 26.12.2016 às 14:32

Um verdadeiro artista tarda a morrer. Vive enquanto a sua obra continuar a ser evocada por uma pessoa que seja. Fica a tristeza daquela pessoa nunca mais poder criar algo novo, mas aquilo que criou, o seu legado artístico, temos nós a possibilidade de o perpetuar, incluindo-o na nossa vida.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 26.12.2016 às 14:41

Bem, nesse aspecto tenho algo existencialista em mim... o artista morreu, tanto se lhe dá continuar a ser reconhecido ou não. No entanto, e aí sim... podemos imortalizar o mesmo em nós usufruindo e salvaguardando o seu legado.
Excelente comentário, obrigado!
Imagem de perfil

De HD a 26.12.2016 às 20:47

Ano ingrato este... :(
Ao menos deixou um legado muito bom e não será esquecido. Nunca! :)
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 27.12.2016 às 09:30

Por aqui, continuará a "rolar"...
Sem imagem de perfil

De Carlos a 26.12.2016 às 21:34

Fiquei triste com a noticia e partilho no meu canto a minha opinião!
De todas as perdas deste ano, este é sem dúvida a que mais sinto! Apesar de miúdo nos anos 80, essa foi a música que ficou, sou fã da música que se fez nesses anos d'ouro!
Sinto-me orfão no sentido em que os grandes dessa época estão a partir depressa demais!
Não tarda Tina Turner e depois Elton John e pouco mais restará!
Abraço
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 27.12.2016 às 09:31

Ainda temos Peter Gabriel, Phil Collins, os Stones, os U2, o Sting e outros tantos, mas efectivamente começam a escassear. No panorama recente não vejo grandes indivíduos à altura...
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 27.12.2016 às 09:34

Ah! Bob Dylan, Bruce Springsteen!
Imagem de perfil

De mami a 27.12.2016 às 13:57

a mais valia dos artistas de qualidade é que a sua obra os transcende.
embora a perda, o seu contributo para o mundo musical (e para o mundo emocional de muitos) será eterno.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 27.12.2016 às 16:26

Sim, fica-nos a herança... e é daí que devemos usufruir.
O artista, em si, deixa o legado... embora, ser lembrado... de pouco ou nada lhe vale após a morte.
Imagem de perfil

De mami a 27.12.2016 às 17:08

após a morte, também nada lhe interessa.
este foi um caso de sucesso em vida, mesmo a existência de polêmicas, nunca foi posta em causa a sua qualidade
Imagem de perfil

De Ana a 29.12.2016 às 15:23

Eu sou mais como a tua irmã. A minha paixão pelo Jorge Miguel foi mesmo nos anos 80. Tinha um poster dele na parede, o qual enchia de beijinhos .
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 29.12.2016 às 15:42

Copy Paste... já vi isso em qualquer lado... num guarda-fatos qualquer...
Imagem de perfil

De Ana a 29.12.2016 às 16:21

O meu era mesmo à descarada, logo ao lado da porta de entrada do quarto
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 29.12.2016 às 16:32

ahahhah
Acho que os meus pais não iam gostar... penso que foi esse o motivo para esconder o senhor atrás da porta.

Comentar



Mais sobre mim

foto do autor



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Mensagens

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Pesquisar

  Pesquisar no Blog






Copyrighted.com Registered & Protected 
CRD7-BFJD-IWHB-ZXDB