Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Istambul... Minha Princesa...

por Robinson Kanes, em 02.01.17

IMG_5379.jpg

Atravessando o Bósforo até ao Mar de Marmara

 

 As notícias de Istambul, aliás, da própria Turquia não param de chegar. São os Golpes de Estado, são os atentados, é o ódio contra tudo o que é turco. Não se faz um Je suis Istambul, afinal quem é que quer saber da Turquia para alguma coisa? Acham que os meus amigos vão ficar mais meus amigos por isso? Só resulta se for em Cannes, aí sim, Je suis Cannes, é bem mais pomposo.

 

No caso de Istambul (Ankara e Bursa também), só quem nunca lá colocou um pé, ou viveu lá, pode olhar para os turcos como gente "sem rei nem roque", como gente louca e sem qualquer lugar numa sociedade actual.

 

Lembro-me da minha primeira chegada àquela metrópole de 13 milhões de habitantes e de ter perguntado ao motorista que me trazia do aeroporto de Atatürk e ao "assistente" que o acompanhava: "vocês aqui não têm receio dos constantes ataques, por exemplo, do Daesh ou do PKK (Partido dos Trabalhadores do Curdistão)?". Com um sorriso nos lábios, desdenhoso até, numa primeira abordagem, e em tom de risada me responderam tranquilamente que "nunca! nós aqui trabalhamos, temos de alimentar as nossas famílias e não tememos os terroristas, não temos tempo para isso.". 

 

Presumi, pura e simplesmente, que se riam de mim e do meu hipotético medo de tudo e de todos e da paralisia perante a realidade do Mundo - o engomadinho ocidental protegido na sua concha, que se julga muito forte, mas assim que coloca o pé em solo turco se agacha ao primeiro barulho que ouve na rua (sobretudo após uma onda de atentados que havia varrido a cidade dias antes).

 

A conversa prolongou-se - experimentem conduzir em Istambul, todos os locais podem ficar distantes em segundos e a viagem de Atatürk a Sultanahmet pode ser uma aventura de horas - e percebi, mais uma vez, a realidade de um povo que vive para o trabalho, que se organiza e se apoia mutuamente, que acorda cedo e se deita tarde e que não sabe a diferença entre semana e fim-de-semana. Um povo que trabalha arduamente, nem sempre nas melhores condições e que, mesmo assim, consegue, após uns minutos de conversa, ter um sorriso bem rasgado nos lábios... 

 

É esse sentimento de luta diária, de coragem e garra, que me fez, dias após a minha primeira partida, e depois de um atentando à bomba, cujo rebentamento foi exactamente no mesmo sítio onde tinha estado sentado a comer um Kebab (obrigado BBC pelas imagens), engolir em seco e pensar - "aposto que, ao cabo de 2 horas, a cidade já levava a sua vida normal, como se não baixasse os braços perante essa luta que enceta ao longo de anos.".

 

É o dia-a-dia de uma cidade que sempre foi um ponto de encontro de culturas, de convulsões e de uma história, que a tornam hoje, no rosto dos seus habitantes, capaz de enfrentar qualquer desafio. Não há tempo para chorar os mortos e sufocar as redes sociais com lamúrias egoístas... é preciso enterrá-los, homenageá-los e voltar a viver.

 

Fonte da Imagem: Própria (o indivíduo da imagem não sou eu, é bom esclarecer)

Autoria e outros dados (tags, etc)


30 comentários

Imagem de perfil

De Maria Mocha a 02.01.2017 às 12:05

Gostei muito de ler esta tua partilha!
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 02.01.2017 às 12:26

Muito Obrigado!
E eu ainda tenho de ir às nozes!
Imagem de perfil

De fashion a 02.01.2017 às 12:07

Adorei o teu texto e compartilho muitas das tuas ideias. Estive lá durante um tempo e, de facto, é uma pena que não se dê o devido valor ao povo, à cidade e à cultura deles. beijinhos
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 02.01.2017 às 12:28

Falamos do Presidente turco, de geopolítica... mas esquecemos quem faz um país... o povo e a cultura desse mesmo povo.
Imagem de perfil

De Alice Alfazema a 02.01.2017 às 12:07

Bonita imagem, tal como o texto, é um olhar para além daquilo que julgamos perceber.

Um Bom Ano! :)
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 02.01.2017 às 12:30

Ou não queremos perceber.
Igualmente e com tudo de bom!
Imagem de perfil

De m-M a 02.01.2017 às 12:48

Sonho muito visitar a Turquia - e não são estes momentos, nem a cultura que me assusta ou afasta!

Um dia, um dia! :)
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 02.01.2017 às 14:02

Nem mais! Totalmente de acordo... aliás, quando estamos em Istambul acabamos por esquecer o "medo". A vida é tão intensa, tão dinâmica, cheia de bulício e descoberta que não há tempo nem disposição para se pensar em medo...

Esse dia que seja rápido, até porque não é assim tão longe.
Imagem de perfil

De Ana a 02.01.2017 às 13:53

A Turquia deve ser fabulosa, um país em dois continentes, onde as culturas se conjugam. Adorava visitar. Triste o que se vive, eu nunca sou por ninguém. Infelizmente há sofrimento por todos os lados mas a maior parte, o mundo finge que não vê.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 02.01.2017 às 14:10

A Turquia e as suas gentes... sobretudo se deixarmos as grandes cidades e partirmos para o seu interior. Além disso tem muito para nos ensinar... é uma verdadeira lição de História e Identidade.

Imagem de perfil

De Maria a 02.01.2017 às 16:12

Não conheço a Turquia, mas não se trata de conhecer ou não...
Infelizmente o impacto da noticia de um ataque parece não ser o mesmo consoante o pais onde tenha lugar... Contra mim falo, se algo acontecer em Bagdad ou Cabul encolho os ombros e de forma muito egoísta e muito desumana assumo como sendo normal...
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 02.01.2017 às 16:56

Parabéns pela coragem em reconheceres essa postura... poucos o fazem.
Imagem de perfil

De Maria a 02.01.2017 às 17:03

Envergonha-me na realidade. Mas não sou hipócrita... isso posso garantir ;)
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 02.01.2017 às 18:16

Termos noção e assumirmos determinada postura perante um comportamento é algo bem mais nobre do que a hipocrisia.
Imagem de perfil

De HD a 02.01.2017 às 21:19

Mais um excelente post cheio de pessoalidade :)
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 02.01.2017 às 21:22

Começo a corar...
Obrigado!
Imagem de perfil

De HD a 02.01.2017 às 21:24

De nada colega :)
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 02.01.2017 às 23:01

Não conheço a Turquia e neste momento tenho algum medo de lá ir, por isso não está no top das minhas preferências.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 03.01.2017 às 10:33

Não te deixes vencer pelo medo, vais ver que não te arrependes...
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 03.01.2017 às 22:13

A Turquia está muito insegura. Todos os meses há um atentado...
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 04.01.2017 às 09:21

De facto, mas onde é que estamos seguros?
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 04.01.2017 às 22:25

Há sítios mais seguros que outros. Ainda assim, gostava imenso de ir à Turquia.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 04.01.2017 às 22:58

Não te vais arrepender... se conseguires acho que o deves fazer... vais esquecer rapidamente o medo e o terrorismo quando andares no meio daquele bulício todo.
Sem imagem de perfil

De Carlos a 03.01.2017 às 11:19

Verdade, somos um povo que apenas sente o que se passa pelas redondezas quando todos os dias o mundo sofre um ataque em qualquer canto... Se calhar também sou um pouco assim!
Relativamente ao povo em si, verdade seja dita, eles estão habituados ao terrorismo, não podem viver em constante sobressalto, senão não era vida, mas sim sobrevivência!
Abraço
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 03.01.2017 às 12:23

Estão habituados e não é por isso que não deixam de tentar combater o mesmo... contudo, não paralisam, não ficam a protelar o regresso ao quotidiano e não ficam à espera das lamentações deste e daquele.

Andamos muito focados em nós e... talvez seja esse o problema.
Imagem de perfil

De Chic'Ana a 03.01.2017 às 11:33

Gostei muito deste texto, desta tua bela partilha. Uma realidade que desconhecemos por completo e que nos deste a espreitar através desta descrição =)
Beijinhos
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 03.01.2017 às 12:20

Muito obrigado.
Espero que sim, era esse o objectivo. Istambul e a própria Turquia são algo de muito especial. Conto falar mais desta realidade...

Comentar


Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Mensagens

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Pesquisar

  Pesquisar no Blog






Copyrighted.com Registered & Protected 
CRD7-BFJD-IWHB-ZXDB