Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




E Quem Serás Tu?

por Robinson Kanes, em 19.10.17

WP_20170201_13_26_54_Pro.jpg

Fonte da Imagem: Própria. 

 

Esta é a pergunta que te coloco! Esta talvez seja a pergunta que me prende na esperança de mais 365 dias de vida contigo. Também é o dilema que me atormenta se, daqui a 365 dias, ainda sentirei a tua presença pela casa, pelo carro e até nos meus pensamentos... Nesses malditos pensamentos onde entraste e eliminaste toda e qualquer memória, onde foste rainha e ninguém escapou à tirania da tua sedução...

 

Mas o amor não dura para sempre... O amor, esse maldito subterfúgio da sociedade para nos tornar mais moles ou para colocar em nós algo surreal que, no fundo, não passa de uma característica física que, não tendo forma, passaria despercebida e desse modo perderia todo o nosso interesse. Vergílio Ferreira, no seu "Conta-Corrente", debruçava-se sobre o facto de "se não há amor como o primeiro, porque é que ele não é o último?". Será pois o amor algo que morre com a primeira decepção, com o primeiro fim... Com a primeira separação. Talvez só amemos por momentos e nunca mais voltaremos a amar, talvez a nossa capacidade de memória seja absorvida nesse primeiro amor, no entanto, a natureza é mais forte e faz-nos deixá-lo... 

 

Encontro-me contigo quando dizes que "as pessoas não foram feitas para estarem juntas toda a vida" e tento, apesar da minha frieza, destruir o teu argumento, mesmo que equacione se é mesmo nisso que acredito. Recorro à premissa de que existem casais que vivem juntos para sempre mas... Escamoteando a realidade, ou percebemos que foi a habituação,  ou a pressão dos pares, a pressão da estabilidade e até uma educação ainda alicerçada em muitos ditames religiosos que até o mais profundo ateu absorve. 

 

Será que me amas? Será que para ti não existiu amor como o primeiro e agora vives rendida à vida até que a morte te retire deste marasmo em que o amor já não existe? Questiono-me sempre pensando em quem serás tu daqui a 365 dias... Se serás mais uma experiência do amor, se uma experiência da crua realidade que insistes em inscrever na tua bandeira de que um homem e uma mulher jamais se amarão para sempre. Talvez projecte os meus pensamentos em ti, ou talvez os mesmos se encontrem e só reconheçam, efectivamente, que o amor eterno é uma obra literária para quem não consegue aceitar as relações humanas como elas são.

 

Talvez sejas a face de uma desilusão que por intermédio de mim não desfez a utopia em que ainda acreditava... Quem serás tu daqui a 365 dias ou o que será o amor daqui a 365 dias? Será que já amámos por 365 dias?

Autoria e outros dados (tags, etc)


53 comentários

Imagem de perfil

De Maria a 19.10.2017 às 09:40

Oh meu Robinson...
Sabes, hoje, aos 40 tenho a certeza que sim... só amamos por momentos.

Força bichinho bom
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 19.10.2017 às 10:11

Malditas inquietações... Vou tirar o meu cérebro por uns dias para a cabeça arejar.

Eu luto por ter uma visão diferente, mas...

Ora essa, ânimo :-)
Imagem de perfil

De Maria a 19.10.2017 às 13:39

Fazes bem fofito. Parar para reaprender a respirar fundo sem que doa.
Imagem de perfil

De The Daily Miacis a 19.10.2017 às 11:12

O amor não é algo que nos torna moles. É algo que nos mostra que como humanos, não somos todos poderosos e temos algo que nos derrota. E não é mau, o amor traz esperança. Esperança é talvez o melhor sentimento que podemos. Talvez seja uma romântica, mas não sou lamechas, e por isso acho que o amor, primeiro, no meio, ultimo, a começar ou a acabar, só nos traz riquezas a nós como humanos.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 19.10.2017 às 11:52

A alguns torna, tende a que se deixem dominar pelas emoções... Aliás, ninguém está imune a isso.

Eu confesso que a esperança me diz pouco, pelo menos o conceito. Acho que a esperança acaba por ser um instrumento para nos fazer acreditar na vida e não cair no absurdo. Quando me dizem "enquanto há vida há esperança", de facto é verdade, mas é assim mesmo, aceitando a vida, não precisamos de falar em esperança.

Ser romântico(a), isso sim... Um tema interessante e onde cabe o amor. E concordo também contigo, sem amor (acredite-se ou não nele) as coisas são sempre mais complicadas.
Imagem de perfil

De Sofia a 19.10.2017 às 11:46

Ai, Kanes não me fales no Virgílio!
Adorei o post, ninguém sabe o dia de amanhã, mas na minha opinião o amor tem de ser uma luta cúmplice diária dos dois, para funcionar.
E sim, acredito que há amores que duram uma vida, mas nem todos têm a sorte do encontrar...
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 19.10.2017 às 11:53

Aprecias a obra?

Amar dá trabalho, as relações (sobretudo as amorosas) dão um trabalho e obrigam a escolhas muito difíceis. Contudo, estar sempre em estado de alerta nessa matéria também não é fácil.

Imagem de perfil

De Sofia a 19.10.2017 às 12:06

Não, desculpa mas detestei "A Apariação", que fui obrigada a ler.
As coisas boas da vida, dão trabalho, neste caso tem de ser ambos...
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 19.10.2017 às 12:14

ahahahahahahaha

Pronto, aceito. Nem vou dizer que já li mais de 80% da obra do senhor :-))))

Imagem de perfil

De Sofia a 19.10.2017 às 12:16

Tu és um intelectual, eu não!
Podes dizer, cada um lê o que mais gosta. :)
Eu gosto de policiais, trilleres, algo sobre história e mitologia.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 19.10.2017 às 17:21

Intelectual? Não, bastante longe disso, vai por mim. Nem pretendo :-)
A obra de Vergílio é bem mais simples do que supõe, por norma, quem estuda as obras é que torna as coisas complicadas para justificar a remuneração...

Sim, cada um lê o que mais gosta, de facto. Acho que nos tocamos em história e mitologia (dependendo da subtemática).
Imagem de perfil

De Sofia a 19.10.2017 às 12:09

Quando falei em luta, referia-me a uma cumplicidade entre ambos!
Um relação que tenhas que lutar verdadeiramente todos os dias e não te traga felicidade e paz, não vai resultar...
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 19.10.2017 às 12:15

Quando li não avaliei assim.

Mas não é isso que acontece? É óbvio que não pode ser a todos os segundos.... Mas não é uma luta constante, no aspecto "menos pacífico" da situação?
Imagem de perfil

De Sofia a 19.10.2017 às 12:17

Resumindo, dá trabalho para ambas as partes e só resulta se ambos quiseram!
Imagem de perfil

De Sofia a 19.10.2017 às 12:19

Amar, não chega...
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 19.10.2017 às 17:22

Essa é a grande questão... Não é só amor, a vida não se alimenta apenas disso.
Imagem de perfil

De Ladys a 19.10.2017 às 12:34

Só o tempo o dirá... Força aí . Marina
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 19.10.2017 às 17:24

Um balanço que se faz às portas da morte... :-)
Sem imagem de perfil

De LNC a 19.10.2017 às 13:01

Aqui já nada me espanta mas agora a falar de amor nunca imaginei.
Abraço
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 19.10.2017 às 17:25

Nesta taberna admite-se toda a gente, penso que será por isso. Come-se lavagante mas rapidamente alguém chega à mesa e se começam a comer bifanas... Ainda pensei em colocar bifes, mas ainda aparecia aqui uma senhora de uma instituição a dizer que se incentivava a gastos elevados com comida...
Imagem de perfil

De Marta Elle a 19.10.2017 às 14:49

O Amor é tão complicado.
Mas, vendo por outro prisma, o que é fácil muitas vezes acaba por não ter interesse.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 19.10.2017 às 17:26

Aí é que está! Temos de conquistar o outro todos os dias, ou pelo menos, quase todos...
Imagem de perfil

De Ana a 19.10.2017 às 16:14

Ninguém sabe o futuro, não sabemos o amanhã e muito menos o daqui a 365 dias mas que venha sempre pelo melhor, mesmo que às vezes não seja logo compreendido.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 19.10.2017 às 17:28

Verdade... Penso que um dos segredos é viver o agora... Tem sido uma filosofia...
Imagem de perfil

De Corvo a 19.10.2017 às 16:20

Sobre o amor, eu que acredito profundamente nele, não me inibo de dizer o seguinte:
Só se ama quem se quer. Quem nos merece, respeita e considera os sentimentos tributados
Enfim; quem nos oferece o mesmo que damos.
Somos sempre senhores e donos da nossa vontade.

no seguimento "daquilo" vou enviar mail.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 19.10.2017 às 17:29

Por vezes amamos quem não nos quer ou não merece, mas será isso amor ou ilusão?

Muito bem, irei ver entretanto. Obrigado.
Imagem de perfil

De HD a 19.10.2017 às 20:29

Quem somos hoje, para reconhecermos o que poderemos ser daqui a um ano...
Mesmo que o saibamos, pode não ser suficiente se não alimentarmos o futuro! :\
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 19.10.2017 às 22:17

Profundo...
Muitos, nem hoje sabem onde estão...
Imagem de perfil

De HD a 19.10.2017 às 22:27

Parar. Consciência. Ser. Querer ser. Propósito?!
Eu tenho de fazer isso várias vezes, mesmo que não o queira... :\
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 20.10.2017 às 09:05

Gosto dessa forma de gestão... Identificar o "problema", perder aí o tempo e atacar na solução...

Qual Alain de Botton... Está num patamar bem superior :-)
Imagem de perfil

De HD a 20.10.2017 às 18:35

Estou com esse foco, there's no turning back now :-)
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 20.10.2017 às 18:59

ahahahaha

Carrega! Vais no bom caminho. Um empreendedor do amor :-)

Comentar


Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Mensagens

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Pesquisar

  Pesquisar no Blog






Copyrighted.com Registered & Protected 
CRD7-BFJD-IWHB-ZXDB