Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Dijsselbloem ou Dissaborem?

por Robinson Kanes, em 23.03.17

Untitled.png

Gerrit van Honthorst, O Violinista Alegre (Museu Thyssen-Bornemisza)
Fonte da Imagem: Própria

 

Racismo: teoria sem quaisquer fundamentos científicos que defende a existência de uma hierarquia entre grupos humanos, definidos segundo carateres físicos e hereditários como a cor da pele, atribuindo aos grupos considerados superiores o direito de dominar ou mesmo suprimir outros considerados inferiores,

racismo in Dicionário infopédia da Língua Portuguesa com Acordo Ortográfico [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2017. [consult. 2017-03-22 16:15:58]. Disponível na Internet: https://www.infopedia.pt/dicionarios/lingua-portuguesa/racismo

Xenofobia: antipatia ou aversão pelas pessoas ou coisas estrangeiras; preconceito ou atitude hostil contra o que é de outro país

xenofobia in Dicionário infopédia da Língua Portuguesa com Acordo Ortográfico [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2017. [consult. 2017-03-22 16:16:47]. Disponível na Internet: https://www.infopedia.pt/dicionarios/lingua-portuguesa/xenofobia

Sexismo: discriminação de pessoas ou de grupos de pessoas de determinado sexo, feita com base em noções de superioridade de um sexo sobre o outro (geralmente do masculino sobre o feminino)

sexismo in Dicionário infopédia da Língua Portuguesa com Acordo Ortográfico [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2017. [consult. 2017-03-22 20:28:56]. Disponível na Internet: https://www.infopedia.pt/dicionarios/lingua-portuguesa/sexismo

 

E o senhor Dijsselbloem, “dijsse” aquilo que ninguém queria ouvir...

 

Não é em Amesterdão que as prostitutas são colocadas em montras como carne no talho? Já estive no Red Light District e foi o que vi. Também estranho é o coro daqueles que achavam ser muito para a frente essa forma de actuação agora criticarem a mesma. Também não é na Holanda que se assistem a autênticas pielas que chegam a acabar com corpos a boiar no rio ou no mar? Isto para dizer que alguém tem de olhar para dentro de casa antes de atirar uma pedra à janela do vizinho... mas o vizinho também...

 

Nem vou para Espanha, nem para Itália (que na defesa dos países do sul nem mencionou Portugal), França (sim, também é um país do sul), Grécia, Malta ou Chipre. Vou ficar pelo nosso país.

 

Reparo que Primeiro-Ministro, Governo, Presidente da República, deputados e outros ficaram bastante ofendidos com as palavras do "Sr. Dissaborem". O "Dissaborem" só teria feito sentido se alguém dissesse que os portugueses são um povo que gosta de brinquedos caros (citando um antigo embaixador Americano em Lisboa) e de luvas.

 

Censuro a atitude, mas acusar ao mais alto nível diplomático uma opinião vulgar (infeliz ou não) e catalogar a mesma com conceitos de racismo, xenofobia e sexismo não é ir longe demais?

 

Hoje em dia não posso dizer que gosto mais de "Paella" do que de "Cozido à Portuguesa" que já estou a ser xenófobo! Também não posso dizer que não gosto de porco preto porque estou a ser racista! Não posso chamar preguiçoso a um nórdico, porque este vai partir do principio que estou a dizer que o mesmo é magrebino. E em Portugal? Não existem prostitutas? Mas onde é que está uma ofensa às mulheres? Quando muito é aos homens!

 

O circo, contudo, permite a alguns países desviarem as atenções de temas, esses sim que mereceriam uma palavra, pelo que… pergunto?

 

Que nome se dá a um indivíduo que diz que o um país tem milhares e milhares de casos de crime de colarinho branco provados e só umas poucas dúzias de penas aplicadas?

Que nome se dá a um Governo que sustenta Secretários de Estado que se deixaram comprar a troco de bilhetes de futebol e continuam no Governo em processo sensíveis com as mesmas organizações que pagaram os bilhetes e as viagens?

Que nome se dá a uma política totalmente corrompida e ao serviço de aparelhos partidários ao invés dos interesses da res publica?

Que nome se dá a um Primeiro-Ministro que acusa um Ministro das Finanças de Racismo e Xenofobia, mas é oriundo de um país (à época sob governação portuguesa) onde o sistema de castas vigora? Aliás, o mesmo esteve lá recentemente e não o vi chocado.

Que nome se dá a um Presidente da República que dá um puxão de orelhas a um ministro porque este não deu o dinheiro dos contribuintes para que os amigos continuassem a ter um teatro que não era rentável?

Que nome se dá a um país que, ao invés de limpar a casa dentro de portas, insiste em mostrar-se lá fora com uma propaganda que desaponta muitos empresários estrangeiros quando estes se debatem com a realidade intra-muros?

Que nome se dá a comissões de inquérito a bancos e off-shores que não trazem resultados e perpetuam a impunidade?

Que nome se dá a um Primeiro Ministro que alegadamente tentou obstruir a justiça num caso de pedofilia?

 

Pedofilia: atração sexual patológica de um adulto por crianças

pedofilia in Dicionário infopédia da Língua Portuguesa com Acordo Ortográfico [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2017. [consult. 2017-03-22 16:37:48]. Disponível na Internet: https://www.infopedia.pt/dicionarios/lingua-portuguesa/pedofilia

 

Foram comentários infelizes, mas não temos moral para punir alguém que deu um soco em outrem, com um pelotão de fuzilamento e… sobretudo, quando os vidros do nosso telhado estão a estalar. Os comentários a que tenho assistido mostram uma resposta de metralhadora a alguém que nos arremessa pedras. Quem são os piores?

 

E porque não pensar que, tendo em conta o meio onde o Sr. Dijsselbloem se move, que é a política, não é também daí que encontra uma base para os comentários?

Autoria e outros dados (tags, etc)


50 comentários

Imagem de perfil

De Maria a 23.03.2017 às 09:58

Sábio e com "eles" no sitio! Gosto!

Ainda não tinha pensado no caso do porco. Seria caso para passar a ser denominado de porco afro-ibérico?
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 23.03.2017 às 15:40

ahahahahah

Achas que sendo Ibérico não é xenofobia face aos espanhóis?
Imagem de perfil

De Maria a 23.03.2017 às 16:11

Ora, não partilhamos a Peninsula com nuestros hermanitos?
Seja espanhol ou tuga, pode ser Ibérico ;)
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 23.03.2017 às 16:11

Uiiiii….

E que tal falarmos em União Ibérica? ahahahaahah
Tens trincheira?
Imagem de perfil

De Maria a 23.03.2017 às 17:02

Vou já tratar disso :D
Imagem de perfil

De Cecília a 23.03.2017 às 10:23

errr

não prestei atenção ao texto.
vi a pintura, lembrei-me do museu, lembrei-me dos meus passos por lá, lembrei-me de onde "se queda" e pronto

entrei em modo coisa nenhuma
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 23.03.2017 às 15:42

Ai o museu e o Paseo del Prado!…
Nem me diga nada...
Imagem de perfil

De Sónia Pereira a 23.03.2017 às 10:36

Bem, os comentários do impronunciável holandês foram infelizes, mais ainda quando se pensa no projecto europeu como um projecto de união e cooperação. Numa altura em que a UE cada vez apresenta mais fraturas que promovem o desmembramento e politicas e políticos populistas, parece-me um tipo de discurso acéfalo que alguém naquele posto não deveria de todo pronunciar. Quanto à reacção política, discordo de ti. É comum termos uma atitude de subserviência perante os poderes europeus, o que me parece errado, e se de alguma forma nos sentimos reduzidos a um a caricatura mal engendrada, acho que devemos expressar o nosso desagrado. Todas as asneiras que fazemos internamente, que não são poucas, não são um livre passe para que sejamos tratados como cidadãos de segunda no exterior. Depois, se pensarmos que grande parte dos problemas internos estão ligados à esfera política e à sua má gestão e a uma pequena facção da população que tem poder e dinheiro, não deixa de ser ofensivo quando toda a população (que trabalha, se esforça) é apelidada de gastadora e de só querer boa vida.

Quanto ao comentário em si, é sexista não pela razão de falar das mulheres como prostitutas. Prostitutas é coisa que há em todo lado. O comentário é sexista porque atribui uma característica de gasto que só pode ser atribuido a homens heterossexuais. O povo gasta tudo em mulheres é sinónimo que o povo que ele considera é todo composto por homens. É um preciosismo analítico, mas não deixa de ser sintomático da forma como o homem em questão pensa.
A questão racista não se aplica, quanto à xenófoba, o homem em questão já por outras vezes demonstrou o que pensava dos povos do sul.

Em suma, há coisas que se dizem numa esfera privada, num tom brejeiro, que não têm mal. Mas há cargos que, para além de competência, exigem ainda uma capacidade de comunicação diplomacia que não deveriam permitir certo tipo de discursos enviesados.

No caso do holandês, acho que lhe falta tudo. A competência, a honestidade e a diplomacia.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 23.03.2017 às 15:54

A discordar é que nos entendemos :-)

Sim, as palavras não foram bem escolhidas, mas também foram amplamente empoladas. Além disso, a Holanda nesse aspecto também tem muito que se lhe diga. Na infelicidade do comentário? Totalmente de acordo!

Na verdade eu penso que é um desabafo de quem está farto de alguma mendicidade e de ver escoar dinheiro de todos que nem sempre é bem aplicado. Em Portugal temos efectivamente alguns problemas e por vezes dou comigo a pensar se temos 20% que trabalham e produzem 80% e também 80% que poderia trabalhar e produz 20%. Concordo quando dizes que em Portugal se trabalha, mas não se produz. E quando digo isto, não coloco somente a culpa no colaborador da base da pirâmide hierárquica, nem no "colaborador" do topo… há um meio da pirâmide que é um cancro do tecido empresarial português. Confesso-te que gostaria de ter visto esta atitude quando as Jóias da Coroa Portuguesa desapareceram misteriosamente de Amesterdão… também acredito que sejam manobras de diversão e aproveitamento da vulnerabilidade que atravessa a pessoa em causa…


Estamos de acordo, racismo e xenofobia não foi o caso (o último, pelo menos desta vez), mas não achas que taxar o senhor de sexista, também não é demasiado rebuscado? Sinto que hoje em dia, quando dizemos algo, temos de trazer um manual de sobrevivência sob pena dos nossos pensamentos e actos serem mal interpretados… ou levados a isso.


"Mas há cargos que, para além de competência, exigem ainda uma capacidade de comunicação diplomacia"

Totalmente de acordo.

Só esperava ver o povo português tão revoltado com tantas coisas que se passam dentro de portas… deverei colocar revoltado entre aspas? Ainda me acusam de revolucionário :-) Agora mais a sério, entendo o teu ponto de vista, mas acho que é folclore a mais. Se quisermos que os outros mudem a forma como nos olham, deveríamos começar de dentro para fora.

Obrigado por mais uma excelente participação.
Sem imagem de perfil

De luis costa a 23.03.2017 às 11:42

E você partiu a loiça também.bravo.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 23.03.2017 às 15:43

Obrigado. Grato também por ir passando.
Imagem de perfil

De Marta Elle a 23.03.2017 às 12:09

O gajo tem alguma razão.
Os homens começaram a meter-se comigo quando eu tinha 15 anos. Que bando de tarados.
Claro que o país dele tem telhados de vidro, mas qual é o país que não tem ?
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 23.03.2017 às 15:45

Todos têm…

Espero que não tenha tido consequências :-)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 23.03.2017 às 12:55

Você esta semana esta imparável:)
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 23.03.2017 às 15:43

Nada disso… inquietado, diria. Deduzo que seja o(a) "anónimo(a)" habitual :-)
Imagem de perfil

De a mãe dos PP's a 23.03.2017 às 14:18

Bora comer Paelha?
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 23.03.2017 às 15:44

Nem me fales, é tão bom. Ainda tenho aqui uma mistura de especiarias para Paella que trouxe de Málaga à espera de ser aberta.
Imagem de perfil

De Rita a 23.03.2017 às 14:49

Só manobras de diversão... :/
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 23.03.2017 às 15:44

Mais uma vez, excelente resumo da situação.
Imagem de perfil

De fashion a 23.03.2017 às 15:08

Excelente Post, como sempre! Concordo na íntegra.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 23.03.2017 às 15:44

Muito obrigado! :-)
Imagem de perfil

De Rita PN a 23.03.2017 às 17:38

Robinson, não poderá ter sido apenas uma manobra para desviar atenções de outras questões e/ou provocar exactamente este sentimento de revolta e chocalhar mentes? Ou mesmo tornar a questão mediática?

Num tempo em que qualquer comentário mais a quente e infeliz já é visto como ofensivo,gozo, racista, xenófobo ou mesmo intrusivo, este não passou penas mais uma das muitas manobras de diversão... a meu ver.

E cuidado... já reparei na revolta e no sentimento de ofensa por parte de muitas mulheres. Porquê? Se o termo "mulher" foi uma alegoria à prostituição? Não creio que essa carapuça sirva à maioria ofendida. Aliás, a meu ver é mais ofensiva para os homens do que para as mulheres, se bem que eu também acho que ele não se estava a referir à população em geral, mas sim a nicho específico. Assim como na minha modesta opinião, e que vale o que vale, julgo que a principal intenção foi do senhor em causa foi suscitar o sentimento de inferioridade no sul da Europa, relativamente aos países donos do poder central. Foi como quem diz, "sem nós, vocês não se governam".
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 23.03.2017 às 19:33

É óbvio que o comentário do Sr. Dijsselbloem saiu como um desabafo de que certas coisas não estão a correr bem. Qual foi a intenção, é óbvio que se torna complicado deslindar… mas que as questões essenciais não são discutidas, efectivamente não…


Eu ainda me dou ao trabalho de comentar estas coisas, porque honestamente o foco continua a divergir… falamos de desabafos e ninguém parece dar importância a questões estruturais da economia, por exemplo. Delegamos a nossa capacidade de pensar em coisas sérias a meia-dúzia de indivíduos em quem não confiamos e não fazemos qualquer balanço da sua actuação… todavia não delegamos o circo…

Sim, houve também uma intenção clara de criar pressão, concorde-se ou não, esse foi o objectivo, deduzo…

Em relação às senhoras, a Sónia Pereira já aqui mostrou um comentário contraditório e que li com atenção. Devias ler também, pode ajudar a formar a opinião, embora aqui seja um ponto onde discordo, mas… isso sou eu.
Imagem de perfil

De Rita PN a 24.03.2017 às 00:04

"Delegamos a nossa capacidade de pensar em coisas sérias a meia-dúzia de indivíduos em quem não confiamos e não fazemos qualquer balanço da sua actuação… todavia não delegamos o circo… " - Assino por baixo!

São questões demasiado complexas as que estão por trás deste e de outros comentário, mas o foco está, como já era esperado, apenas nas palavras ditas e não na profundidade da questão.
Eu continuo na minha: manobra de diversão aliada à pressão que pretendeu criar nos país do Sul da Europa.
Não sei se mal comparado ou nem tanto, este tipo de intervenções lembra-me o tão odiado Donald Trump, que entre tanta barbaridade que diz e a aversão que se lhe tem, lá vai conseguindo levar a dele avante. E a verdade é que chocalha a bem chocalhar os alvos pretendidos.
Estratégias, diria.

Li o comentário da Sónia. Aliás, leio sempre, tal como os teus.
Eu não considero que ele tenha tido a intenção de ofender ou menosprezar as mulheres, mas sim os homens com especial foco num nicho específico. Fazer referência a "copos e mulheres" é tão banal na Holanda quanto é em Portugal dizer "comes e bebes". Preferências e gostos diferentes se te quiseres rir um pouco com isto :-) Sendo mázinha, cada um publicita aquilo que tem de melhor ou aquilo que mais lhe interessa vender! ahahaha Não me julgues, estou a brincar!
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 24.03.2017 às 09:45

ahahahhahha

Obrigado por seres tão… realista? :-)
Imagem de perfil

De Rita PN a 24.03.2017 às 11:20

Estava inspirada e certa de que te irias rir :-)

Olha... realista para uns, tontinha para outros. No fundo, apenas eu! :-)
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 24.03.2017 às 13:11

E quem estiver mal, que se cuide :-)
Imagem de perfil

De Rita PN a 24.03.2017 às 13:28

Ehehe tem dias em que sim. Mas sem perder a postura. :-)

É preciso abrir mentes, quebrar tabus e preconceitos e entrar mais dentro em determinados assuntos. Nem tudo é tão superficial quanto parece. Análises precisam de ser feitas, para não se falar apenas com o intuito de que o seu barulho seja ouvido.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 24.03.2017 às 17:59

(a bater palmas)

Obrigado...
Imagem de perfil

De Rita PN a 24.03.2017 às 18:12

Eu é que agradeço por este espaço e o seu autor existirem!
Imagem de perfil

De Rita PN a 26.03.2017 às 07:27

Como "quem conta um conto acrescenta um ponto", aí estão as verdadeiras palavras do senhor em causa.

Afinal o senhor presidente do Eurogrupo disse "eu não posso gastar o dinheiro todo em aguardente e mulheres e pedir de seguida a sua ajuda".

Isto das palavras têm muito que se lhe diga... E cada um faz delas o uso que mais lhe convém. Sendo que à comunicação social convém vender o lado mais polémico da questão.
Em suma, tal como foi meu entender, o senhor limitou-se a fazer pressão sobre os países do sul do velho continente.

Barulho, barulho... anda tudo a fazer apenas barulho...
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 26.03.2017 às 13:33

O problema é que nem sempre as pessoas procuram a informação mais credível. São agitadas pela rua e exigem logo a justiça popular! Volto a dizer, por isso é que ainda veneramos os pelourinhos...
Imagem de perfil

De Rita PN a 26.03.2017 às 13:49

É mais fácil adoptar o pensamento de cabeças alheias ao invés de pensar pela própria. O senso comum é... perigoso.
E a postura do povo (sendo eu parte integrante), nem sempre é justa e correta. "Segue a corrente de gente que se diz cansada de ser quem é. Já sem querer ser mais qualquer coisa", tal como escrevi no poema.

Quantas vezes não é senão mais do que ribombar de tambores?
Reclama-se muito. Faz-se pouco. E não se melhora quase nada.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 27.03.2017 às 09:59

E não há geração que mude isso…

Bom fim de semana :-)

Comentar


Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Mensagens

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Pesquisar

  Pesquisar no Blog






Copyrighted.com Registered & Protected 
CRD7-BFJD-IWHB-ZXDB