Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




De Volta ao Cemitério dos Olivais!

por Robinson Kanes, em 13.06.17

Untitled.png

 Fonte da Imagem: Própria

 

Lembram-se de ter falado do Cemitério dos Olivais, da Ilda e do Taxista? Não? Eu ajudo, vejam aqui.

 

Lisboa é uma cidade encantadora, uma cidade de boas gentes, dos Santos Populares – as sardinhas além de congeladas ou serem de Sábado não estavam más – mas é também uma cidade dos taxistas. Quem vier a Lisboa e não acabar numa discussão de trânsito com um “fogareiro” nunca saberá o que é sentir o pulsar da cidade. Ou então, pode sempre entrar num táxi e solicitar uma ida do Parque das Nações a Chelas. É uma experiência muito interessante, pois vão conhecer Paço de Arcos e a sua zona ribeirinha, o Restelo e com sorte ainda dão um pulinho a Belém para passar junto ao MAAT. Eu ainda não tenho uma “selfie” junto ao MAAT pelo que, segundo o parâmetros sociais actuais, não sou um indivíduo culto e com estilo vanguardista.

 

Mas eis que dei comigo, mais uma vez, junto ao Cemitério dos Olivais. Não! Não voltei a encontrar o taxista citado em artigo anterior. Contudo, deparei-me com mais dois indivíduos que me fizeram crer que um dos hot spots da “mijadela” destes profissionais do volante se encontra nos muros do cemitério.

 

Desta feita... Foram dois. O primeiro, com um ar até bastante normal, senhor dos seus 50 anos, vinha numa velocidade considerável. Parou o táxi e, saindo já com a mão na braguilha, subiu ao palco e lá teve o seu momento de alívio. Também tinha aquela camisa típica, aos quadrados e de manga curta. Os taxistas adoram camisas aos quadrados, aqueles bem grandes...

 

Não tardaram uns cinco minutos e... Novamente outro indivíduo. Este um pouco mais forte, mas também pelos seus 50 anos. Disse para mim que não poderia deixar passar mais esta e fotografei. Não o senhor, mas o táxi! Até porque este aferiu da minha presença e a privacidade do mesmo também tem de ser respeitada.

O lado positivo desta segunda “urinadela” foi que o senhor (além da camisa aos quadrados) é daqueles que baixa as calças. Estão a ver aquela imagem da densa pilosidade do pernil e das cuecas brancas de cor estilo ceroula? Ainda bem que os muros são altos, caso contrário, teríamos um motim pelos jazigos.

 

Automobilistas, motoristas de táxi e de outra qualquer viatura... Lisboa também tem o seu hot spot na zona oriental para a tradicional “mijadela à portuguesa”! Fica mesmo nas traseiras do Cemitério dos Olivais, mesmo junto ao Crematório, afinal sempre ajuda a disfarçar os odores mais quentes.

 

Já estou a pensar em fazer reconhecimento perto de outros cemitérios: Alto de S. João, Prazeres, Carnide, Ajuda e Benfica, no sentido de perceber se existe potencial turístico! Quem sabe até possa criar uma “Rota Mictológica” para a observação de taxistas a urinar em cemitérios, um pouco como as cegonhas que fazem os ninhos nos penhascos da Costa Vicentina, coisa única no mundo.

 

Mictologistas, andem atentos...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


44 comentários

Sem imagem de perfil

De Luis costa a 13.06.2017 às 09:53

Voce e agente funerario?
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 13.06.2017 às 10:33

Não, pode ficar tranquilo :-)
Imagem de perfil

De Rita PN a 13.06.2017 às 10:49

Ahahahahaha se eu te disser que desde que li o teu primeiro relato sobre este tema, não passo por um cemitério sem me lembrar dele, é a mais pura verdade.

Olha lá, essa da rota mictológica começaria a tornar os cemitérios atração turística... Já é caro morrer. Tu vê lá o que arranjas... :-)
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 13.06.2017 às 11:50

ahhahahaha o que é que eu fui fazer!!!

Aqui vai ser um pouco como o "birdwatching" e a preços acessíveis. Ah! Só paga se observar a espécie!
Imagem de perfil

De Rita PN a 14.06.2017 às 16:14

Criaste em mim a visão do inferno ahahaha

Espera, eu estava a falar de ser caro morrer. Ora, se tu anda vais promover turismo nos cemitérios, estou a ver a bolha do imobiliário estender-se às funerárias e até os coveiros começarem a cobrar comissões...

Opá ahahaha "Só paga se observar a espécie"!!! Muito bom!!!
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 14.06.2017 às 16:52

ahahahha

Olhe que já existem por aí comissões nessas áreas :-)

Em tempos fiz um projecto de criação de uma Rota de Cemitérios, uma coisa para passar o tempo mas que acabou por ter sentido. Até um "website" criei… Chamaram-me doido! Hoje é uma tendência… Triste sina a minha :-))))
Imagem de perfil

De Rita PN a 14.06.2017 às 17:11

Comissões de coveiros?!

Ahahaha a sério que criaste um website sobre a rota dos cemitérios?
Oh Rob, que fascínio por cemitérios vem a ser esse?
Olha, já pensaste em privatizar um? Era bom negócio ;-) isso com um marketing todo catita ainda te trazia alta clientela :p
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 14.06.2017 às 20:25

Se fossem só os coveiros, mas isso é o que se fala e nem sempre corresponde à realidade…

Criei, tenho de ir à procura disso e do estudo que fiz! Não fazes ideia das pessoas que se riram na minha cara, na Europa e não só, existem cemitérios que são verdadeiras atracções turísticas!

O fascínio… Não sei… Talvez pela componente que lhes está associada… A morte.

Olhe que trazia mesmo… Além disso existem cemitérios com verdadeiras obras de arte. Admiramos a estátua de Cutileiro no Parque Eduardo Sétimo não entendo porque é que não podemos apreciar algumas peças nestes espaços.

Sei que no Cemitério dos Prazeres já é "produto turístico".
Imagem de perfil

De Rita PN a 15.06.2017 às 00:20

Passaria-me tudo pela ideia menos fazer estudos e criar web sites sobre cemitérios... De facto, tu fazes a diferença.

Confesso que é algo que a mim não me atrai minimamente e evito. Tem uma aura muito negativa em seu redor. Embora quando se entre, se assemelhe a um jardim... de vidas perdidas. Mas noto mais este incómodo nos cemitérios portugueses, por serem fechados e nos sentirmos presos no jardim da morte. Nos cemitérios relvados e abertos que existem noutros países, esta sensação não existe. A morte parece ser um tema mais "normal", assim como é "normal" ir a caminhar por um parque e quando se olha em volta percebemos que estamos rodeados de campas e estátuas fúnebres. Caminhas entre os mortos sem a sensação pesada de atravessares uma porta para outro mundo...

Eu nunca serei tua cliente nessa rota turística ahahaha
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 15.06.2017 às 15:52

ahahahh

Sim, em países como França e sobretudo nos EUA esses cemitérios praticamente são locais de lazer, onde os relvados rivalizam com a pedra ou somente com um apontamento que sinaliza a presença de um morto. No que concerne à morte, estamos bem mais atrás do que os nossos antepassados medievais, talvez por este nosso desejo de tudo controlar, inclusive a mortalidade.
Imagem de perfil

De Sónia Pereira a 13.06.2017 às 11:20

Ao morto já não basta a desgraça e a desfeita de ter falecido e ainda tem de levar com as chuvas douradas dos fogareiros da cidade no muro do seu novo lar. Não há direito. :)

Apoio desde já o projeto de enorme relevância que será a Rota Mictológica e sugiro que penses na possibilidade de fazer uma coletânea das várias bizarrias dos taxistas lisboetas. Uma coleção que se poderia dividir por temas como : insultos ao volante, manobras perigosas, mijadelas épicas, rotas turísticas forçadas, problemas matemáticos na hora de pagar a conta, etc.

O meu pai é taxista reformado (da aldeia) e realmente os taxistas de Lisboa são uma espécie à parte. Quando lá vivia, eu própria tive experiências bizarras, de quase morte, insólitas, hilariantes durante viagens de taxi. Histórias que deixavam o meu pai taxista estupefacto.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 13.06.2017 às 11:53

Nem morto se pode dizer que a "vida" é mais fácil…

Se formos por aí tenho muitas! Aliás, tenho e conheço quem as tenha. Algumas, honestamente, muito pouco dignas…

Sim, o taxista de "aldeia" conta outra histórias e outras experiências, além de que é mais humano e acaba por ser uma figura fundamental na vida daquelas gentes.
Imagem de perfil

De Kalila a 13.06.2017 às 15:42

Parabéns por isto, amigo! É um post digno de não se conseguir parar de rir!
Beijinhos.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 13.06.2017 às 16:22

Obrigado! A ideia era essa! Ainda bem que já ajudei a animar o dia :-)
Beijinhos
Sem imagem de perfil

De Fred Somiar a 13.06.2017 às 18:18

Sou sincero...acho isso de uma baixeza!!!
As pessoas não sabem, não entendem ou não querem entender o sinónimo de civismo!
Enfim.
Abraço.
Eterno Sonhador
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 13.06.2017 às 18:38

Infelizmente não é só em Portugal…

Abraço.
Imagem de perfil

De HD a 13.06.2017 às 18:39

Rota Mictológica???? Ahahahah no way xD
Ainda vão andar com um penico na mala do táxi ;p
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 13.06.2017 às 18:41

Ai não! E acredita… Arranjava alguém que dissesse que aquilo é que estava a dar, multiplicava os "likes" e seriam romarias!

Por falar nisso, tenho de escrever sobre uma coisa que vi em França! Bem ao estilo de um blog que por aí anda… :-)
Imagem de perfil

De HD a 13.06.2017 às 18:43

Toda a gente ia levantar o polegar para ver o melhor sitio para mi... hehehe
Cheira-me a noticias manhosas ;p
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 13.06.2017 às 18:44

ahahahah e observar a fauna… Olha que…

Não é bem, mas é um pouco irreal. A ideia é excelente. Vou procurar mais informação e falo sobre isso para a semana. Esta semana é dos "alfacinhas".

Imagem de perfil

De HD a 13.06.2017 às 18:46

Sim, respeitar o tema da semana e deixar os estrangeirismos para outras épocas ;p
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 13.06.2017 às 22:16

Esta semana só caldo-verde!
Imagem de perfil

De HD a 13.06.2017 às 22:22

Com a chouriça a boiar heheheh
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 13.06.2017 às 22:22

ahahahah os que têm… Alguns nem vê-la!
Imagem de perfil

De HD a 13.06.2017 às 22:23

Nem o saborzinho fica ;p
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 13.06.2017 às 22:26

Alguns são mesmo com aquele sabor a fécula de batata.

Porque é que fui criado num ambiente onde se sabia cozinhar? Porquê?!

Imagem de perfil

De HD a 13.06.2017 às 22:32

Ficamos tão mal habituados uhuhuhuhu
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 14.06.2017 às 08:31

"indeed" :-)
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 13.06.2017 às 20:47

O desafio que te propus não era num cemitério de Lisboa, tinha de ser numa zona menos urbana. :) O meu blog parecia uma capela mortuária, mas o que andas tu a fazer por cemitérios?

Sobre essa questão, dada a recorrência já seria hora de se fazer um WC público nessa zona. Assim, far-se-ia um serviço público, em nome da saúde e da decência.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 13.06.2017 às 22:17

ahahahahah bem apanhado!

Estava a trabalhar dentro do carro! Tinha de terminar umas coisas entre "viagens" e foi mesmo ali.

O cemitério tem WC.
Imagem de perfil

De fashion a 13.06.2017 às 20:55

Muito,muito bom!!
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 13.06.2017 às 22:17

Obrigado :-)
Imagem de perfil

De Maria a 14.06.2017 às 08:57

Só te li agora e estou farta de rir!
podes sempre criar uma app...
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 14.06.2017 às 09:03

Não é mal pensado! E até com deslocações de "Tuk Tuk" ou de "Segway".
Imagem de perfil

De Maria a 14.06.2017 às 11:50

Ahahahah, não queremos que ninguém se canse ;)
Imagem de perfil

De C.S. a 15.06.2017 às 19:16

Ai como me irritam as mijadelas... Aguentem-se, senhores, que as grávidas fazem o mesmo!
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 15.06.2017 às 22:38

Eles que não se aguentem que eu ainda vou fazer muito dinheiro com a rota mictológica :-)
Imagem de perfil

De C.S. a 15.06.2017 às 22:43

Pelo menos isso! Alguém que lucre com a falta de educação dos outros!
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 16.06.2017 às 14:27

Não é um negócio muito responsável, mas :-))))

Comentar


Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Mensagens

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Pesquisar

  Pesquisar no Blog






Copyrighted.com Registered & Protected 
CRD7-BFJD-IWHB-ZXDB