Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Carta ao Assaltante do Meu Carro...

por Robinson Kanes, em 08.08.17

1a95e230c9590ffd8822a8c312e6000b.jpg

 Fonte da Imagem: http://pirinsko.com/apashi-zadignaha-bmv-ot-blagoevgradskiq-kvstrumsko-32475.html

 

Exmo. Sr. Assaltante do Peugeot cinzento que ontem, dia 07 de Agosto de 2017, estava estacionado em frente ao futuro terminal de cruzeiros de Lisboa,

 

Antes de mais, permita-me dizer-lhe que nunca pensei que alguém levasse tão à letra o velho ditado popular que diz "ladrão que rouba ladrão, 100 anos de perdão"! No entanto, apesar do meu carro se encontrar em frente à Autoridade Tributária não significa que tenha de trabalhar na mesma - acho que fez um erro de cálculo e o perdão divino não virá.

 

Queria também agradecer-lhe o facto de não ter danificado a viatura e o cuidado com que retirou o cinzeiro traseiro sem partir! Sabia que só aquela "caixinha" é coisa para custar mais de 50 euros? Eu nunca o retirei com medo de partir! Fico-lhe grato pelo cuidado, bem como por ter revelado algum cuidado em não colocar os pés em cima dos estofos. Não partiu vidros, permita-me que lhe "tire o meu chapéu" ao ter-me poupado a essa despesa. Terei isso em conta se algum dia o vir e tiver de decidir entre uma manobra de "mata-leão" ou um corte a la Palaçoulo.

 

No entanto, queria dizer-lhe algumas coisas: porque raio é que andou no porta bagagens a remexer na capa protectora e não levou sequer o "macaco"? Se levou os coletes levava o macaco, certo? Lamento também que o meu "macaco" de 42kg não estivesse lá, como até é hábito... Acredito que a história não acabaria bem... Para o seu lado...

 

Agradeço-lhe também pelo facto de ter aberto o porta-luvas com cuidado, mas diga-me: porque é que não voltou a colocar tudo no sítio? Olhe que não foi fácil apanhar o livro das revisões e as chaves que por lá andavam. Eu sei que no meu carro sou muito minimalista e não tenho lá nada, mas não era preciso ficar zangado! Para a próxima deixo lá uma Bola de Berlim e uma garrafinha de Ucal bem fresca.

 

Denotei que levou um crucifixo e uma pequena cruz: pode devolver-me? Não sou um indivíduo dado à religião, mas para a minha mãe é fundamental que eu tenha esses haveres no porta-luvas, aliás, foi ela que me deu e quando descobrir que alguém me roubou, prepare-se para Alfama ficar virada do avesso até ela lhe arrancar a pele! Uma nota: não tente vender aquilo porque não é prata, parece mas não é, são bugigangas religiosas compradas em Fátima. Além disso, a rede de contactos da minha mãe vai de Lisboa até Vladivostok passando pelo Mali - mal saiba que andam a vender as bugigangas de Fátima que roubaram ao filho, acredite em mim, fuja...

 

Outra questão: tem noção que me levou um pack de 8 CD's de música clássica? Não me responsabilizo se a sua pessoa aparecer a boiar no Tejo encostada a algum rebocador ou coberta de alforrecas naquela pequena enseada no Poço do Bispo, onde costumam andar os pescadores. As bugigangas de Fátima ainda tolero, agora aquele pack é que não! Por falar nisso, contacte-me porque levou a caixa com a banda sonora do filme "Black Hawk Down", mas o CD ficou no leitor, não vai ser fácil vender a mesma lá para os lados do Panteão.

 

Uma outra questão, se me é permitido: a "árvore mágica"? A minha até estava escondida debaixo dos bancos... Mas porque é que alguém rouba uma "árvore mágica"? Ainda por cima com cheiro a baunilha!

 

No final disto tudo, contudo, você deu-me uma grande lição: mais vale ser um indivíduo a roubar que um indivíduo a trabalhar, pois o carro encontrava-se ali estacionado porque eu tinha ido a uma entrevista de emprego, com o objectivo de... Trabalhar! Talvez não saiba o que isso é e até os impostos do meu trabalho o sustentem, pelo que sugiro um assalto a uma livraria e o roubo de um dicionário de português.  Gabo-lhe contudo, o nicho de mercado, pois não fosse a minha insistência, nem um relatório de ocorrência existia - empreendor o seu acto ao descobrir que a Teoria das Janelas Partidas ainda é escondida nas gavetas - afinal são os pequenos delitos, que por serem pequenos se repetem ad aeternum. Também nunca percebi porque é que o plano Giuliani não foi tido em conta por Portugal...

 

Se eu passar na entrevista vamos os dois tomar um copo ao Jardim do Tabaco e quem sabe não possamos colocar em prática a Teoria das Janelas Partidas nas águas do Tejo, nunca se sabe se pode vir a ser um passageiro clandestino das correntes do Bugio... Ou sempre posso dizer ao mundo que você andou a roubar "árvores mágicas", que vergonha, se ainda fossem cogumelos...

 

Com os Melhores Cumprimentos,

 

Robinson Kanes 

Autoria e outros dados (tags, etc)


70 comentários

Imagem de perfil

De Maria a 08.08.2017 às 10:09

Oh meu sábio supremo, eu não me ri da situação (JURO) mas... não sei se me ri mais da rede de contactos da Sra. Tua Mãe ou de "Não me responsabilizo se a sua pessoa aparecer a boiar no Tejo encostada a algum rebocador ou coberta de alforrecas"

Brilhante.

E espero bem que a tua mãe o apanhe e lhe dê uma valente rebocada!
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 08.08.2017 às 10:21

O interessante disto tudo é que o carro foi assaltado mesmo em frente às janelas e à porta da Alfândega! Melhor só se fosse em frente a uma esquadra ou num paiol do exército.

Cuidado com a minha mãe, ainda tem sangue Celta a circular-lhe nas veias! Estivesse ela na Venezuela e acredito que há muito que aquilo já tinha acalmado.

Já nem se pode ir a uma entrevista de emprego que corremos logo o risco de ser assaltados, mesmo sequer antes de sermos contratados e olharmos para os impostos no recibo de vencimento!
Imagem de perfil

De Maria a 09.08.2017 às 08:29

Pré assalto... para te sentires preparado. :(
Com isto tudo nem te perguntei como correu a entrevista... espero que não tenha sido com nenhuma Cidalina
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 09.08.2017 às 08:53

Por acaso não foi :-)

Ainda estou à espera do retorno :-)
Imagem de perfil

De Maria a 09.08.2017 às 09:04

Melhor... não podia ser tudo mau!
Boa sorte para o retorno
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 09.08.2017 às 09:11

A ver vamos, como diz o cego...

Obrigado :-)
Imagem de perfil

De Alice Alfazema a 08.08.2017 às 10:31

Eu não sei o que dizer, ainda não consegui parar de rir. :)))

Isto lembra-me um história que se passou comigo há uns anos, estava eu em casa por volta da 22h quando me telefonam a perguntar se o meu carro era o tal e tal...e eu que sim...e do outro lado: é que o meu cunhado trouxe o carro para aqui e eu vi aqui este recibo da luz e resolvi telefonar. E eu: mas o meu marido levou o carro para o trabalho...

Resultado: um colega do meu marido, de outro turno, enganou-se e levou o nosso carro por engano... foi o que o homem me disse, porque entretanto eu fui buscar o carro, com uma amiga e o sogro desta, e conversei com o homem, uma coisa surreal, ali para os lados das Lagameças. O carro todo escavacado, o fulano tinha andado a fazer rali por entre as vinhas...

Depois fomos buscar o meu marido ao trabalho, e ele quando me viu a pensar que era uma surpresa...é que nesse tempo não tínhamos telemóvel. :)

Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 08.08.2017 às 10:40

Por acaso, agora veio-me à memória uma história do meu pai. Ele tinha um mini 1000 na altura e entrou num carro igualzinho ao dele, só se apercebeu que estava no carro errado porque "sentiu" que aquele não era o seu volante :-))))

Essa história de rocambolesco também tem muito! Mas pronto, aí até foi um engano, menos mal... Eu praticamente não sei o que é não ter telemóvel, mas quem viveu tais tempos não diz que hoje é melhor :-)
Imagem de perfil

De Alice Alfazema a 08.08.2017 às 10:52

Mas o meu carro era completamente diferente do outro, essa foi a desculpa que ele deu. E eu feita parva ali a olhar para ele, no meio do escuro e a vê-lo com uns óculos escuros no alto da pinha e pensar isto não está a acontecer. Adivinha de quem eram os óculos? :)))

E eram bons tempos esses sem telemóvel, fazíamos as coisas de outra forma (não estou saudosista). :)
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 08.08.2017 às 11:01

Bem, isso aí já abre as portas para o meio roubo, não só do automóvel mas também do recheio, neste caso os óculos! Que lata!!!

Eu entendo o uso de telemóvel, sem dúvida é uma mais-valia tremenda, não consigo entender a dependência...
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 08.08.2017 às 11:05

Obrigado ao "Sapo" pelo destaque...
Imagem de perfil

De The Daily Miacis a 08.08.2017 às 11:18

Pelo que percebi até tiveste sorte que foi um senhor ladrão cuidadoso! :P
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 08.08.2017 às 11:29

A despesa podia ter sido maior, de facto... Mas aquele "Pack" é que não! :-)
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 08.08.2017 às 11:21

Muito bom este post.
Seria tão, mas tão bom que o ladrão o lesse.
É incrível fazer isso tudo ali, sujeito a que o seu dono aparecesse, de repente.
Há lata para tudo, hoje.
Sabe que tenho uma medalha no meu carro, Peugeot, não me lembro de que Santa, e nunca a tiro de lá a não ser para o aspirar?
O certo, e o dia o seja surdo, cego e mudo, é que até hoje, e o carro tem 18 anos, nunca aconteceu nada.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 08.08.2017 às 11:31

Pode ser que ainda consiga roubar um "tablet". Posso sempre afixar em papel...

Eu tinha lá esses haveres religiosos, a minha mãe não me perdoaria se os tirasse de lá... Desta vez não serviram de muito e hão-de estar a decorar o carro de outrem, talvez até ao sol pendurados no espelho retrovisor... Ao menos comigo estavam à sombra no porta-luvas... Não se deixassem levar! :-)

Obrigado :-)
Imagem de perfil

De Maribel Maia a 08.08.2017 às 11:33

Bem...pelo menos que a entrevista traga trabalho!
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 08.08.2017 às 12:11

Pelo menos para colmatar as despesas :-)

Obrigado pela visita...
Imagem de perfil

De MJ a 08.08.2017 às 11:48

Isto de ser ingrato é uma coisa muito feia! Ah, pois é! Então em vez de agradeceres, ainda mais, há alminha que tratou com tanto carinho o teu "bogas" - sim, foi o nome que dei ao meu:) - vens ameaçá-lo com alforrecas, e com a guerra em Alfama? Isso não se faz! Devias ficar-lhe grato para o resto da vida, e com direito a pensão vitalícia.
Então ele (seria uma "ela"? Nunca se sabe!) tem a maçada de se deslocar ao local da entrevista, só para te mostrar uma saída/alternativa para o teu problema de emprego e a paga é essa? Realmente!...
É que não se pode ser bom, é o que é!

Agora..
Caro senhor gatuno. Dada a injustiça com que foi tratado na sequência do seu acto heróico, quero pôr o meu " bogas" à sua disposição. Só lhe peço um servicinho extra, - isto se não lhe causar transtorno, claro, - por favor sacuda os tapetes, aspire os estofos, dê um jeitinho no tablier que anda com um bocadito de pó a mais.
Desde já os meus agradecimentos.

Ups.
Já fui.!:):)

Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 08.08.2017 às 12:16

A quantidade de pessoas que chama "bogas" ao carro é qualquer coisa :-)

Acredito que a "profissão" dele(a) seja bem mais lucrativa que a minha, é que não tenho a mínima dúvida e ainda dá direito a isenção tributária.

Em relação à limpeza, penso que a mesma foi feita... :-)

Enfim... Podia ter sido pior, "dentro do azar, tive sorte" citando o simpático agente da PSP que ficou estupefacto com o serviço limpo.
Imagem de perfil

De Ana Rita 🌼 a 08.08.2017 às 11:52

Olha fartei-me de rir...desculpa lá qualquer coisinha mas, roubar a "Arvore mágica" de baunilha ainda por cima ...o homem devia de estar mesmo desesperado!! ahahahah...quanto ao facto de Alfama ficar virada do avesso...por favor que seja num dia que eu esteja por lá perto a visitar algum familiar!! Sou adepta de uma boa peixeirada à boa moda dos bairros alfacinhas (não fosse eu uma alfacinha de gema)

Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 08.08.2017 às 12:13

Mas quem é que rouba uma "árvore mágica" que ainda por cima está debaixo do banco do pendura?

A minha mãe é mais tranquila na abordagem, mas Alfama que se prepare :-)))

Eu já não sei se sou alfacinha, pois fiquei sem freguesia e só lá está mesmo o aviário :-)
Imagem de perfil

De Ana Rita 🌼 a 08.08.2017 às 13:26

Isso demonstra uma capacidade de busca exaustiva por parte do assaltante... não é todos os dias umh?! já ganhaste uma história para contar... a Árvore Mágica por baixo do banco do pendura!

A minha freguesia (e do meu filho, marido, mãe e tudo e tudo) é a mesma que a tua - ou era porque está extinta - mas o meu bairro é um portas meias com Alfama...sou de São Vicente!!
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 08.08.2017 às 14:02

Sem dúvida :-)
Muito bem, então ainda vais ouvir os tiros que ecoam desde o Chafariz de Dentro :-)
Imagem de perfil

De Ana Rita 🌼 a 08.08.2017 às 14:30

lololol.... e vou correr calçada a baixo para ver!!
Imagem de perfil

De umacartaforadobaralho a 08.08.2017 às 12:29

Adorei o post! Realmente já não se fazem ladrões como antigamente
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 08.08.2017 às 13:04

Obrigado :-)

Os "ladrões" agora são mais atenciosos e cuidadosos, devem andar naqueles cursos que os taxistas também fazem...
Sem imagem de perfil

De Luis Costa a 08.08.2017 às 12:44

Eheheheheh.Podia ter sido pior vá lá.Boa sorte pra entrevista e parabéns finalmente pelo destaque.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 08.08.2017 às 13:04

Muito obrigado, Luís!

Comentar


Pág. 1/3



Mais sobre mim

foto do autor



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Mensagens

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Pesquisar

  Pesquisar no Blog






Copyrighted.com Registered & Protected 
CRD7-BFJD-IWHB-ZXDB