Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




IMG_0338.jpg

 Édouard Manet, Almoço Sobre a Relva - Musée d'Orsay

Fonte da Imagem: Própria.

 

O objectivo do homem não é a verdade mas o êxito.

Rabindranath Tagore, in  "A Casa e o Mundo"

 

Vivemos numa época em que tudo é polémico, dizemos polémico para não utilizarmos o termo "moda" e assim condernarmos à estupidez os nossos conceitos morais e querermos acreditar que somos livres no pensamento, quando mal sabemos que só estamos a seguir a corrente deste ou daquele interesse... Basta ver que não ficamos chocados com algo que acontece à frente dos nossos olhos mas se sair na capa de um jornal...

 

Uma das questões a debate nos últimos tempos têm sido os casos de assédio sexual e até violação no seio de Hollywood. Harvey Weinstein surge como o principal actor de todas estas polémicas e, embora alguma imprensa por cá até faça eco do caso, o mesmo parece não ter o "aplauso" do público como tem por exemplo o de uma sentença de um juiz que escolheu mal (muito mal, por sinal) a fundamentação de um veredicto. Alguém me dizia um destes dias que se deve ao facto de existirem muitos telhados de vidro e de outros nem saberem o que é. De estranhar o facto de só se falar de Weinstein quando Polanski é aclamado na Europa e sobre Woody Allen ninguém procure saber o que realmente aconteceu. E estes são apenas dois exemplos em tantos outros.

 

Mas porque é que só ao fim de tantos anos é que surgem as queixas? Recordo-me de casos como os de Bill Cosby ou até do antigo director do Fundo Monetário Internacional (FMI), Dominique Strauss-Kahn, que foram sanados com pagamentos milionários que limparam qualquer trauma que pudesse ter ficado. Será que quando a vida nos corre mal, nada como lançar cá para fora segredos do passado e lucrar com isso, como provavelmente lucrei naquela época com o meu silêncio e até cumplicidade em alguns casos - não estou com isto a defender o assédio sexual. Todavia, quando queremos justiça, não nos vendemos por dinheiro... Uma coisa é ser ressercido pelos danos causados, outra coisa são acordos para não levar avante os processos e consequentemente desistir das queixas.

 

Porque é que à época estas senhoras (muitas delas actrizes com carreira) não denunciaram o caso? Porque é que foi preciso uma delas ter "coragem" (está entre aspas não é por acaso) para o fazer e de repente descobrimos que praticamente mais de metade das senhoras de Hollywood passou pelo mesmo! Porque é que foi preciso esperar tanto tempo e porque é que, perdoem-me a frase mais popular, não se abandonou o barco? E porque é que só agora, quando o cinema está em crise e muitas desaas actrizes precisam de holofotes sob pena de terem de trocar a mansão de 7 milhões por uma de 2 milhões? 

 

À época até era conveniente e, agora que estamos num outro patamar e tememos perder o mesmo, nada como lançar cá para fora uma verdade que todos já conheciam e que provavelmente até terá custado a carreira a muita gente que, também à época, percebeu o que era assédio sexual e não prosseguiu pelo caminho errado... Muitas dessas pessoas, provavelmente até ameaçadas por aquelas que agora denunciam estes casos... A diferença é que essas mesmas pessoas, hoje, não são estrelas de cinema...

 

E porque é que estamos assim tão escandalizados? Existem várias áreas da sociedade em que tal é uma prática comum, a política, por exemplo é uma delas? Todos sabem, é preciso ser capa de jornal para haver indignação? Aliás, existem políticos no activo e a desempenharem altos cargos que nunca clarificaram bem a sua inocência em casos muito mais graves que assédio sexual. E os célebres casos de suites de hotéis em Lisboa que serviam de antro sexual, uma espécie de antecâmara para o estrelato? Acerca destas situações, não me recordo de ver os senhores e as senhoras do costume a condenar, sobretudo aquelas que têm tempo de antena e que vão desde a política, à televisão, sem esquecer a cultura e tantas outras áreas...

 

E no dia-a-dia? Quantas pessoas são alvo de assédio sexual e violação? Quantas pessoas são alvo de assédio moral, tão comum, inclusive em Portugal? Mas essas mulheres, e até homens, não surgem nos jornais e são, muitas vezes, até ostracizadas pela sociedade que não quer ver a vergonha que tem à frente dos olhos - ou prefere não ver porque também beneficia.

 

Não se pode, após ter beneficiado da prática de um crime e vir ao fim de tantos anos denunciar esse mesmo crime tirando, novamente, proveito da situação - para mim é ser cúmplice desse mesmo crime! Todavia, a verdade é que se esses actos fossem denunciados quando tinham que o ser, muito provavelmente estas senhoras não seriam actrizes e foi isso que as fez pactuar com a situação todo este tempo... Não utilizei o "estar remetidas ao silêncio" porque, na verdade nunca estiveram, apenas beneficiaram de uma situação enquanto lhes era satisfatório. A propósito desta "moda", Kevin Spacey foi a última vítima.

Autoria e outros dados (tags, etc)


50 comentários

Imagem de perfil

De Terminatora a 30.10.2017 às 10:03

Um tema que tem sido muito badalado, realmente! E já eu também andava com ganas de dizer umas quantas verdades à cerca do caso, mas tempo para escrever é que quase nem vê-lo.

Fico chocada também com as inúmeras denúncias em cascata que têm surgido. Até custa crer que seja verdade e é de desconfiar que não seja manipulação. Eu só consigo sentir pena por todos os intervenientes. E não consigo compreender, de todo, a ser isso tudo verdade, como é que as senhoras se sujeitaram ao silêncio a troco de "reconhecimento". Não consigo mesmo perceber e entristece-me saber que há quem se "venda" assim. A troco de quê? Fama? Dinheiro? Há tanto desemprego por esse mundo fora.. tanta coisa que podia ser feita. Não pode ser actriz em cinema,vá para a rua actuar e que sejam criativos. Entretenham crianças e idosos...sei lá. Usassem a imaginação. Mas não, é mais fácil se render a ameaças e "cláusulas" absurdas e desrespeitosas a troco de ganhos imediatos.

Como já dizem os Diabo na Cruz: Os loucos estão certos...
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 30.10.2017 às 10:24

Tudo o que vem "em cascata", por norma, dá azo a muitas interpretações - pode ser uma vingança, manipulação ou então um aproveitamento já que alguém se chegou à frente e foi bem sucedido.

Além de que, tenho chegado à conclusão que até o assédio sexual varia consoante a condição social... Ou melhor, a interpretação varia. Pobre do Adam Sandler que colocou as mãos na perna/joelho da colega numa entrevista e já está debaixo de fogo. Depois é o espanto com estas coisas, como se ninguém soubesse, até os comentários do antigos amigos, que agora não o são, revelam que existia conhecimento de muitos factos.

Segundo a opinião-pública, ou parte dela, muitas dessas senhoras são agora vítimas.
Imagem de perfil

De Terminatora a 30.10.2017 às 10:44

Pois, as interpretações podem ser muitas. E desvendar a verdadeira pode ser um quebra-cabeças.

Exacto, o Adam já está em maus lençóis também! Não sabia era que esses "amigos" já tinham prestado declarações... credo, é mesmo uma época de polémicas e bilhardices. Quem dá mais??

Este tipo de gente, que se diz agora vítimas, só descredibiliza as verdadeiras vítimas. E eu de tanto ver notícias de pessoas serem atacadas nas ruas e inclusive ter conhecimento de casos, de certa forma, próximos, deste género; assusta-me a crescente onda de violência e casos assim. Mas depois temos estas anedotas. Os mais pequeninos como referiste, não têm direito a voz.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 30.10.2017 às 11:28

O quem dá mais e o afastamento hipócrita...

Coitado do "mais pequeno" quer seja o criminoso ou a vítima... Valorizamos demais os indivíduos errados, depois dá nisto...

P.S: não me esqueci do tema do recrutamento, mas ainda está a fermentar.
Imagem de perfil

De Terminatora a 30.10.2017 às 12:31

Verdade... Nós até podemos aumentar a nossa voz em protesto contra estes meios de comunicação que proliferam este tipo de notícias. Mas da forma que as coisas estão tão globalizadas, (falo por mim, mas penso que outros se devem identificar) sentimo-nos esmagados pela imensidão de tudo isto.

Respondendo ao P.S. Deixe lá fermentar. Há coisas que não podem ser apressadas :)
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 30.10.2017 às 13:48

Desistir é que nunca... Quanto mais não seja no nosso pensamento.

Neste campo, os meios de comunicação nem foram os piores, a grande maioria transmitiu uma notícia sem entrar em grandes detalhes e especular como tantas vezes se faz... Todavia, muitos (nós) não fazem o exercício de estudar a notícia e delegam essa responsabilidade nos outros.

Em Portugal foi um tema, até falado em alguns meios de comunicação, mas na sociedade parece que não teve assim tanto eco... E aí sim, dá que pensar. Até porque a questão de género e dos direitos das mulheres são tão discutidas por cá, mesmo quando não se justifica.

Não foi "vendido" como escândalo e as pessoas não foram no trilho... Ou então é tema que também deixa muita gente comprometida.

Imagem de perfil

De Maria a 30.10.2017 às 11:07

No dia que saiu a 1ª noticia sobre o Weinstein, estava eu e Sra. minha Mãe a ver o telejornal quando a Sra. minha Mãe de 86 anos e portadora da 3ª classe colocou estas mesmas questões. Ora, não estamos propriamente a falar de criancinhas ou mulheres indefesas. Estamos a falar de mulheres que, em prol de um "bem-maior" - a sua carreira, optaram pelo silencio, permitindo que o caso se repetisse vezes sem conta.
Não deveriam as senhoras que se calaram, ser acusadas de cumplicidade já que permitiram a repetição dos actos deste fulano?
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 30.10.2017 às 11:31

Portadora da 3ª classe mas inteligente... Há muitos por aí com "30ª classe" que são "burros que nem portas" com o devido respeito pelo animal em questão e pelo objecto. A tua mãe (e bem a propósito da cirurgia que fez recentemente) é de uma geração que tinha olhos.

Na verdade, o medo aqui não tem qualquer justificação... O cinema americano atravessa um período de crise e é necessário voltar à ribalta...

Conheço muito boa gente que abdicou do "poder" em prol dos valores e não são mais infelizes por isso...
Imagem de perfil

De Maria a 30.10.2017 às 14:45

Sem dúvida!
É de Olhão como se costuma dizer ;)

Esse para mim é o grande poder, manter-se fiel aos seus valores!
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 30.10.2017 às 15:12

:-)

Um poder em desuso...
Imagem de perfil

De Maria a 30.10.2017 às 17:28

Não sou de modas ;) - Logo sou poderosa (e modesta )
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 30.10.2017 às 22:15

(Com as mãos no ar!) :-)
Imagem de perfil

De Corvo a 30.10.2017 às 13:25

Bom dia, Robison.
E não foi sempre assim? Foi e continuará.
O que é na realidade a essência humana? O que sempre guiou o homem, desde os primórdios à actualidade? Qual a mola impulsionadora que sempre o motivou?
Poder e admiração. Por essa motivação verdadeira e única se aniquilaram nações, se subjugaram povos, se anexou território, se matou e violou indiscriminadamente.
Pela admiração e respeito toda a dignidade só vai até onde o ouro o permite. Dependendo do peso dele, assim os valores se vergam encobertados pela capa da hipocrisia.
Daí não ser difícil de compreender, em meu entendimento, a indignação dessas senhoras, ontem jovens e belas estrelas, hoje resquícios desse passado, muito indignadas virem denunciar as " terrificantes perseguições de que foram vítimas"...coitadas.
Um excelente dia.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 30.10.2017 às 13:50

Bom dia, Corvo,

Foi... Mas não nos podemos ficar pelo apregoar de agora somos mais desenvolvidos do que alguma vez fomos. Falamos tanto de inovação e...

"Poder e admiração. Por essa motivação verdadeira e única se aniquilaram nações, se subjugaram povos, se anexou território, se matou e violou indiscriminadamente.
Pela admiração e respeito toda a dignidade só vai até onde o ouro o permite. Dependendo do peso dele, assim os valores se vergam encobertados pela capa da hipocrisia.
Daí não ser difícil de compreender, em meu entendimento, a indignação dessas senhoras, ontem jovens e belas estrelas, hoje resquícios desse passado, muito indignadas virem denunciar as " terrificantes perseguições de que foram vítimas"...coitadas."

Acrescentar algo a isto é estragar. :-)
Imagem de perfil

De Corvo a 30.10.2017 às 14:48

E então para as mulheres, aquelas que por agraciamento do destino brilharam num Universo Candente e hoje Cadente, é mais fácil o Inferno transformar-se num ringue de patinagem sobre o gelo do que abdicarem dessa beleza e estatuto.
"Ai agora queres brilhar mais do que eu? Espera minha delambida que já te arrumo em dois tempos. Cadê a imprensa?"
:)))
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 30.10.2017 às 15:13

:-)

Tantas situações... E aí, homens e mulheres... E tantos, mas tantos exemplos :-)
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 30.10.2017 às 18:30

Vou ser sincera.
Quando li e ouvi a primeira notícia, não dei importância nenhuma ao assunto, sobretudo porque, pensei para mim mesma, são pessoas famosas que se sentem ultrapassadas e/ou vêem a coisa mal parada e lembraram-se de divulgar o passado para voltarem à ribalta.
Depois, vieram outros casos, não li mais nada sobre o assunto, isto é, só li os títulos.
Faz-me medo as violações seja de quem for, novos e velhos, é algo que me magoa por de mais, mas no caso destas senhoras, sabiam o que queriam e o que estavam a fazer, em troco de fama e poder.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 30.10.2017 às 22:16

A violação ou assédio são sempre condenáveis... Mas não podemos fechar os olhos quando nos é proveitoso e denunciar quando já não é... Ou queremos que volte a ser.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 30.10.2017 às 18:34

Finalmente alguem fala disto sem virgulas.
Parabens
Sem imagem de perfil

De Maria Dulce Fernandes a 30.10.2017 às 18:58

Antigamente ( eu sou antiga) suportavam as mulheres que escolhiam trabalhar porque não queriam ser apenas donas de casa, alguma indecência em pensamentos, palavras e obras. Nunca trabalhei com homens cultos ou muito inteligentes, apenas espertos e desenrascados, que colmatavam essa falta de conhecimentos com tiradas machistas e tentativas inomináveis de abuso. Tudo isto era permitido, era brejeiro e era normal. Partia das mulheres escolher o que queriam da vida. Era sempre muito mais fácil subir na horizontal.
Demorei 20 anos para atingir o topo da carreira. Não foi fácil. Podia ter denunciado os chefes por assédio, mas nem acredito que soubessem o que a palavra significava, nem teria adiantado nada.
Nunca as mulheres conseguiram uma posição social como a que alcançaram nos dias de hoje. Mas ser aceite como igual não sifnifica deitar-se à sombra da bananeira.
Não sou pelas quotas. Sou pela competência.
Não sou pelo femeninismo fanático. Apoio a razão.
Se um homem marca encontro com uma senhora num quarto de hotel, seguramente não será para mostrar -lhe a sua colecção de selos. A senhora escolheu encontrar-se em privado e não me convenço que no caso em que questão, pseudo-estrelas sejam assim tão naif .
Todos os seres humanos desde o início dos tempos fazem favores para obter favores.
Aproveitar -se do imediatismo de certas situações para se vingar ou projectar socialmente é nojento.
Nós mulheres NÃo somos o sexo fraco, caramba!

Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 30.10.2017 às 22:34

"Partia das mulheres escolher o que queriam da vida"

E é assim que tem de ser... E como aponta, o seu caso e outros não tinham nada a ver com o "glamour" de Hollywood.

Ser aceite como igual e com todas as diferenças inerentes e que não excluem este ou aquele, sem dúvida.

"Não sou pelas quotas. Sou pela competência.
Não sou pelo femeninismo fanático. Apoio a razão.
Se um homem marca encontro com uma senhora num quarto de hotel, seguramente não será para mostrar -lhe a sua colecção de selos. A senhora escolheu encontrar-se em privado e não me convenço que no caso em que questão, pseudo-estrelas sejam assim tão naif ."

Subscrevo!

"Aproveitar -se do imediatismo de certas situações para se vingar ou projectar socialmente é nojento.
Nós mulheres NÃo somos o sexo fraco, caramba!"

Temo que as verdadeiras mulheres, a grande maioria, no fundo... Não tenha tempo para o mediatismo e acabem, muitas vezes, por estarem mal representadas... Tal como os homens, obviamente.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 30.10.2017 às 22:35

Uma nota: muito obrigado pelo precioso testemunho :-)
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 30.10.2017 às 19:07

Quanto ao teu segundo paragrafo, a justificação é muito simples: o caso aconteceu no nosso país. É natural que se critique e que se tenham os holofotes nessa situação. O grave era se não o fosse. Não me parece correto, menorizar essa situação ou dar mais atenção a uma situação que acontece nos EUA do que aquela que aconteceu em Portugal.

Efetivamente quando se zangam as comadres, descobrem.se as verdades. Sempre foi assim e sempre será assim, Faz parte do ser humano.
O assédio moral é um conceito que existe, mas pouco exposto. Isto é na minha opinião, 99% das pessoas não faz ideia do que isso é. Por isso, só denunciam as situações e quando chega ao extremo e no caso do trabalho são muitas vezes os sindicatos a denunciar e alertar as próprias vítimas para essas infrações.
Agora, concordo contigo quando não concebes o delay temporal entre a denuncia e os atos.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 30.10.2017 às 22:29

E tantas coisas que se passam lá fora sem importância e às quais damos tanto valor, e este não é problema só dos EUA, talvez o silêncio por isso mesmo... Mas entendo o teu ponto de vista, sem dúvida.

Existem vários casos de assédio moral, o problema é que estamos perante algo que muitos não sabem o que é e não têm uma sociedade que os suporte.

O tempo, sem dúvida, foi demasiado, e é aí que se levantam as minhas dúvidas.

Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 31.10.2017 às 09:35

É isso mesmo! Quando os poucos se queixam do assédio moral, a sociedade ainda empurra a culpa para os queixosos. São estes e aqueles, que flores de estufa, que não sabem o que é a vida blá blá blá.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 31.10.2017 às 09:57

Ainda temos o "complexo de hiena"...
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 01.11.2017 às 19:45

"Complexo de hiena" - o que é?
Imagem de perfil

De HD a 30.10.2017 às 20:28

É verdade, ouvi há instantes o caso do Kevin...
Passados 30 anos??? Nada conveniente, depois dos casos anteriores... :\
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 30.10.2017 às 22:30

O Kevin, um dos meus actores preferidos, um senhor!

Realmente, 30 anos!
Imagem de perfil

De HD a 30.10.2017 às 22:34

Uma referência incontornável!

Espera mais de metade da sua vida para ser acusado de um crime??? For real... :s
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 30.10.2017 às 22:35

Sensação de impunidade?
Imagem de perfil

De HD a 30.10.2017 às 22:37

Estava mais a referir-me ao timing da vítima para revelar o episódio...
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 30.10.2017 às 22:49

Foi na "onda" que está aí. Por este andar ainda vamos ter muitas surpresas.

Na verdade, até estamos perante alguns riscos, pois Spacey assumiu, mas imagina que não assume? Imagina até que decide processar o indivíduo em questão por falta de provas...

E sim, em alguns casos, será verdade? A par do assédio moral, o sexual nem sempre é de fácil prova.
Imagem de perfil

De HD a 31.10.2017 às 18:42

Ficaremos sem saber grande parte das devidas explicações... -.-
Imagem de perfil

De m-M a 31.10.2017 às 10:29

Bastante verdade.
Qual nova "caça à(o)s brux@s", especificamente na fleuma, e não tanto nos resultados.
Bem dizem que a História se repete...

Beijinho,
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 31.10.2017 às 12:13

E cada vez mais tende a repetir-se com menos distância entre as épocas...

Beijinho
Imagem de perfil

De marta-omeucanto a 31.10.2017 às 11:01

Ontem quando vinha a sair para o trabalho, ao almoço, ouvi a notícia sobre o Kevin Spacey, e pensei o mesmo. Isto agora é moda!
Lembraram-se agora todas de dizer que, há não sei quantos anos atrás, também aconteceu a elas.
O mundo de Hollywood não é tão fantástico como se imagina, e há muitos podres por detrás - abusos, drogas, chantagem, degradação...Muitas mulheres aspirantes a atrizes vendem-se por um papel de destaque, por promessas que muitas vezes não são cumpridas. Muitas vezes, ficam tão enredadas, que não conseguem, ou não querem, sair daquele meio.
Algumas têm sorte e vingam. Outras, caem em desgraça.
Se há algo para denunciar, "que falem agora, ou calem-se para sempre".
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 31.10.2017 às 12:16

A distância temporal é enorme... Podemos alegar que algumas até eram adolescentes e que não denunciaram por medo, mas... Convenhamos... Aproveitaram os estrelato e até então nada denunciaram, porquê agora? Sobretudo agora em que muitas caíram no esquecimento... Além disso, o que estamos a causar é a ideia de que um homem não pode sorrir para uma mulher que... Adam Sandler já sentiu isso na pele.

Obrigado pela visita :-)

Comentar


Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Mensagens

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Pesquisar

  Pesquisar no Blog






Copyrighted.com Registered & Protected 
CRD7-BFJD-IWHB-ZXDB